A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Top

Os SUVs mais legais de todos os tempos — parte 2

Há alguns dias perguntamos aos leitores quais eram seus SUVs favoritos, para provar que entusiastas também podem gostar de utilitários esportivos — só os legais, claro. E, por incrível que pareça, tivemos tantas sugestões bacanas que precisamos dividir a lista em duas partes — e a segunda, você confere agora!

 

Jeep Wrangler

jeeps (1)

É impossível falar de utilitários esportivos sem falar do Wrangler que, como os já citados Land Rover Defender e Mercedes-Benz Classe G, nasceu há 70 anos, combatendo na Segunda Guerra Mundial — a primeira versão civil foi fabricada ainda em 1944. Desde então o Jeep jamais parou de servir a exércitos do mundo todo, mas a versão civil se tornou um dos veículos de lazer mais populares do mundo, sendo até mesmo fabricado no Brasil entre 1954 e 1983.

No resto do mundo, com o passar dos anos ele ficou maior e mais requintado, mas ainda é um dos offroaders mais capazes do mundo — e um dos últimos a usarem carroceria sobre chassi. E é exatamente a geração atual do Wrangler que estamos falando — o Wrangler JK, fabricado desde 2007 e bastante fiel à receita antiga — no visual, inclusive. Ele é maior e bem mais confortável, mas ainda tem motores robustos que agora, estão mais potentes do que nunca — como o V6 Pentastar de 3,6 litros e 288 cv.

 

Land Rover Range Rover Autobiography

jeeps (2)

Já citamos o Land Rover mais icônico (o Defender) e o mais potente (o Range Rover Sport SVR) na lista anterior. Mas a Land Rover é famosa por seus veículos de luxo e, sem dúvida o longo nome do Land Rover Range Rover Autobiography não é pomposo assim à toa: ainda que tenha capacidade offroad quase comparável à do Defender (com algumas ressalvas, claro), por dentro o Autobiography é luxuoso como um sedã executivo.

Você pode (tentar) curtir o conforto os bancos de couro natural com 18 ajustes diferentes, os imaculados detalhes em madeira e o som Meridian da cabine enquanto atravessa um rio ou faz trilha, por exemplo, e ainda leva, debaixo do capô, o motor de V8 supercharged de cinco litros do Jaguar F-Type, aqui com 510 cv — suficientes para ir de 0 a 100 km/h em 5,4 segundos em um SUV de 2.200 kg! Hot or not?

 

Canyonero

Ele tem tração integral, 35 lugares, tem 10 m de comprimento e a largura de duas faixas. Pesa 6,5 toneladas, é considerado “inseguro para rodar em rodovias e na cidade” e é patrocinado pelo palhaço Krusty. Está tudo na música, não estamos mentindo! Ele não foi “fabricado” de fato, mas foi desenhado com tinta — o que, para nós, já é o suficiente para o considerarmos um dos SUVs mais legais do mundo — nem que seja pela crítica bem humorada (e sarcástica) aos utilitários grandões que atrapalham o trânsito de vez em quando.

 

Rural Willys

jeeps (3)

Ao topar com uma Rural na rua, você está cara a cara com um dos primeiros utilitários esportivos do País. Lançada nos EUA como uma versão mais confortável e refinada do Jeep, a Rural foi fabricada entre 1967 e 1977, tendo passado para as mãos da Ford com a compra da Willys e passado a se chamar Ford Rural. Apesar do visual mais elegante, a Rural é, em essência, um Jeep Willys — e pode ser considerada sua primeira variação mais próxima de um SUV moderno antes do Wrangler. Só por isto ela merece figurar nesta lista!

 

Chevrolet Veraneio

jeeps (4)

A picape Chevrolet C-14 foi lançada no Salão do Automóvel de 1964 — há exatos 50 anos. Ao seu lado, uma versão de quatro portas chamada C-1416, que você conhece como Veraneio — nome que foi adotado pouco tempo depois em alusão ao uso recreativo — viajar para a praia nas férias de verão, por exemplo. Apesar disso, sua longevidade — ela só foi renovada em 1988, passando a derivar da picape D-20 e adotando linhas retas, muito mais modernas — pode ser atribuída à polícia, que a usou como viatura e camburão até o fim de sua produção.

Ao longo destes 24 anos a Veraneio foi o único utilitário da linha Chevrolet e tinha tanto carisma que, se dependesse somente da demanda, ainda teria durado mais alguns anos.

 

Volkswagen Touareg V10 TDI

Primo do Porsche Cayenne e do Audi Q7, o VW Touareg V10 foi comercializado nos EUA entre 2004 e 2009 — com uma interrupção de um ano em 2005 por não atender às normas para emissão de poluentes. Em 2009 o V10 deu lugar a um V6 turbodiesel, cujas emissões se enquadravam nos padrões exigidos.

Além do fato óbvio de ter um motor de 10 cilindros movido a diesel, o Touareg puxou um Boeing 747 em um quadro do programa britânico Fifth Gear (rival do Top Gear) em novembro de 2006. O V10 TDI precisou de todos os seus 313 cv e 76,5 mkgf de torque — além de 7.030 kg de lastro — para puxar as 155 toneladas do 747 por 150 metros a 5 km/h.

 

BMW X6 M

jeeps (6)

Você constamentemente encontra o BMW X6 em listas de “carros mais inúteis do mundo” e coisas do gênero. A verdade é que estes SUVs com carroceria fastback não são exatamente práticos, mas imaginamos que todo mundo, pelo menos uma vez, já desejou um carro supérfluo e desnecessário.

O X6 M é um destes, porque além de sua carroceria controversa, tem um V8 biturbo de 4,4 litros, 555 cv a 6.000 rpm e 69,3 mkgf  de torque entre 1.500 e 5.650 rpm, é capaz de chegar aos 100 km/h em 4,7 segundos. Há algo de cool em um “SUV cupê” com pedigree Motorsport. Você está livre para discordar de nós,  mas saiba que ele foi uma das sugestões mais votadas!

 

Infiniti QX70

jeeps (7)

Se fôssemos escolher um SUV baseados unicamente no visual, é bem possível que o eleito fosse o atual Infiniti QX70, lançado em 2013 (a geração anterior se chamava FX). Ele tem proporções muito agradáveis, com capô longo e cabine recuada, e chega a lembrar um grand tourer ou uma shooting brake, elementos de design de muito bom gosto (como o formato dos faróis, o contorno da área envidraçada e as discretas molduras dos para-lamas.

Mas não é só isto: ele, por incrível que pareça, compartilha a plataforma FM com o Nissan 370Z (sim, o esportivo que levamos para Nürburgring!), o que significa que ele definitivamente não é um fracasso em termos de dinâmica. A versão mais potente usa um V8 de cinco litros e 395 cv a 6.500 rpm que torna as coisas ainda mais atraentes — como um 0 a 100 km/h em apenas 4,8 segundos.

 

Icon 4×4 BR

jeeps (8)

Não, ele não é feito no Brasil (HUEHUEHUE). O BR tem este nome porque sua fabricante, a Icon 4×4, usa a estrutura do Ford Bronco original para criar um restomod com visual clássico, qualidade e construção moderna, capacidade offroad indiscutível e motor potente — mais precisamente, o V8 5.0 Coyote da Ford, de 417 cv a 6.500 rpm e 53,9 mkgf de torque a 4.250 rpm.

A Icon também oferece outros modelos, mas para nós o Icon BR é o mais legal. Você pode conhecer o resto da linha aqui.

 

Jeep Grand Cherokee SRT8

jeeps (9)

Mopar or no car, ou melhor, Mopar or no Jeep! O Jeep Grand Cherokee SRT8 está nesta lista porque, bem, é um Grand Cherokee com um Hemi de 6,4 litros, 476 cv a 6.000 rpm e 64,2 mkgf de torque a 4.300 rpm. Seu visual remete aos muscle cars, sua suspensão é 2,5 cm mais baixa, ele chega aos 100 km/h em 4,8 segundos, faz o quarto-de-milha na casa dos 13 segundo e, bem, é um Jeep com o motor do Dodge Challenger SRT 392!  Só é um pouco menos potente —  o Challenger tem 491 cv.

Sabe o que seria legal mesmo? Um Grand Cherokee Hellcat. Faça acontecer, Dodge!

Não deixe de conferir a primeira parte da lista!

Matérias relacionadas

Os acessórios automotivos mais feios, toscos e desnecessários já feitos – parte 1

Dalmo Hernandes

De repente 30: os carros mais legais que completam trinta anos em 2015 e agora podem ser importados

Dalmo Hernandes

Light Weight Specials: as versões de baixo peso mais legais de todos os tempos – Parte 1

Gustavo Henrique Ruffo