A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Técnica

Os ultracapacitores poderão substituir as baterias nos supercarros elétricos e híbridos?

Ainda há muitos motores V12 por aí. Você pode encontrá-los na Mercedes, na BMW, na Aston Martin, Ferrari, Lamborghini, na Rolls-Royce e, se não fizer questão de um V simples, pode usar o duplo-V da Bentley. Mas essa grande oferta, muito provavelmente estimulada pela demanda (afinal é assim que funciona o mercado) não significa que o futuro deles está garantido. A Mercedes já sinalizou que deve substituir seus V12 biturbo por versões mais potentes do V8 biturbo combinadas a motores elétricos. A BMW também não dá sinais de que irá se esforçar para mantê-los vivos. Quando questionada sobre a permanência dos V12, a fabricante se limitou que eles continuarão usados ao menos até 2023, que deverá ser o último ano da atual geração da Série 7. A resposta soa como uma forma positiva de dizer que os motores V12 deixarão de ser usados após essa data — especialmente se a parceria entre BMW e JLR vingar. As fabricantes de esportivos já se comprometeram a mantê-lo enquanto for possível

Matérias relacionadas

GT-R LM Nismo: dissecamos todos os detalhes do protótipo de motor dianteiro da Nissan

Leonardo Contesini

Rigidez à torção: o que raios é isso?

Juliano Barata

Qual a diferença entre motor flat e motor boxer?

Leonardo Contesini