A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Zero a 300

Pagani revela Huayra BC Roadster, BMW M2 Competition terá versão de corrida, nova geração do Peugeot 208 no Brasil e mais!

Bom dia, caros leitores! Bem-vindos ao Zero a 300, a nossa rica mistura das principais notícias automotivas do Brasil e de todo o mundo. Assim, você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere conosco.

O Zero a 300 é um oferecimento do Autoline, o site de compra e venda de veículos do Bradesco Financiamentos. Nesta parceria, o FlatOut também apresentará avaliações de diversos carros no canal de YouTube do Autoline – então, clique aqui e se inscreva agora mesmo (e não esqueça de ativar o sininho)!

 

Pagani Huayra BC Roadster é revelado com 800 cv

A Pagani apresentou, enfim, a versão aberta do Pagani Huayra BC, naturalmente batizada Huayra BC Roadster – e o que temos é um supercarro (há quem o considere um hipercarro) para curtir a céu aberto, com mais potência que o cupê e só uns poucos quilos a mais. E que custa US$ 3,4 milhões, ou por volta de R$ 13 milhões em conversão direta.

Como o modelo fechado, o Huayra BC Roadster tem um V12 biturbo de seis litros fornecido pela AMG. Mas, enquanto o cupê precisa se virar com “só” 755 cv e 102 kgfm de torque, o conversível tem 800 cv e 107 kgfm de torque. O motor é acoplado a câmbio sequencial XTrac de sete marchas (que a Pagani diz ser 35% mais leve que uma caixa de dupla embreagem).

A Pagani não divulgou dados de aceleração ou velocidade máxima, mas se o Huayra BC cupê vai de zero a 100 km/h em 2,5 segundos, o Roadster não deve passar muito disto. Por outro lado, a fabricante afirmou que o carro é capaz de gerar 500 kg de downforce a 280 km/h, e até 1,9 G de aceleração lateral nas curvas.

Ainda segundo a Pagani, o Huayra BC Roadster pesa 1.250 kg – bem pouco para a categoria. Em comparação, o cupê pesa 1.217 kg.

O Pagani Huayra BC Roadster é equipado com rodas APP Monolithic de 20 polegadas na frente e 21 polegadas na traseira, com pneus Pirelli P Zero Corsa – no entanto, os compradores podem optar por um conjunto opcional com rodas de 19 e 20 polegadas, respectivamente, e pneus P Zero Trofeo R.

O Huayra BC Roadster será apresentado ao público durante a Monterey Car Week, em Pebble Beach, na Califórnia, daqui a duas semanas. (DH)

 

BMW vai estrear M2 Competition de corrida neste fim de semana

O BMW M2 é um favorito dos entusiastas por seu tamanho compacto e seu apetite por devorar curvas – menor, mais compacto e com pelo menos 400 cv em seu seis-em-linha biturbo, ele é veloz, controlável e divertido. E também dá um excelente carro de corridas, tendo se provado bastante popular entre pilotos amadores em campeonatos nos EUA e na Europa.

Agora, a BMW vai apresentar a versão de corrida do M2 Competition – sua estreia acontecerá em Nürburgring Nordschleife neste fim de semana, no dia 3 de agosto, durante uma etapa do campeonato VLN de turismo. O carro usará uma pintura camuflada especial, e será conduzido por Beitske Visser and Jörg Weidinger. A BMW afirma que o carro já passou por testes em outros circuitos, como Portimão, em Portugal, e Miramas, na França.

Embora negue-se a revelar as especificações do carro, ao menos por enquanto, a BMW diz que ele será oferecido ao público nas versões “Clubsport” e “Racing”. Em comparação, o atual BMW M2 Racing entrega 340 cv e 46,9 kgfm de torque. (DH)

 

Novo Peugeot 208 é flagrado no Brasil, deve estrear em 2020

A Peugeot já está testando o novo 208 na América do Sul – no Brasil, inclusive. O pessoal do Uol Carros recebeu uma foto com duas unidades do hatchback na cidade de Santa Fé do Sul/SP, próxima à fronteira com o Mato Grosso do Sul. Os carros estão parados, com camuflagem quadriculada e placas verdes.

Embora não existam informações oficiais a esta altura, especula-se que o novo 208 seja fabricado na Argentina e lançado no Brasil em algum momento de 2020. A princípio, apenas o modelo a gasolina deverá ser oferecido, com um ponto de interrogação sobre a versão elétrica. E o novo modelo não deve aposentar o atual 208, que já chegou atrasado ao Brasil e serviria como uma alternativa mais em conta.

Segundo o site Argentina Autoblog, é praticamente certo que o 208 sul-americano terá três versões de motorização: um 1.2 de 12 válvulas e 82 cv, igual ao que já é usado no atual 208; um 1.6 16v a gasolina de 115 cv nos modelos intermediários e, para as versões mais caras, um 1.2 12v com turbo, injeção direta e 130 cv. O câmbio poderá ser manual de cinco marchas ou automático de seis marchas, dependendo da versão. Os hermanos também publicaram fotos do novo 208 circulando em estradas argentinas.

A chegada do novo 208, carro bastante elogiado na imprensa estrangeira por seu visual e pela engenharia moderna, terá bastante importância para a imagem da Peugeot no Brasil – atualmente, a fabricante se encontra em uma campanha para melhorar a percepção da marca no nosso mercado. (DH)

 

Netflix confirma segunda temporada de “F1: Dirigir Para Viver” com Mercedes e Ferrari

Depois do sucesso da primeira temporada de “Fórmula 1: Dirigir para Viver”, a Netflix confirmou uma segunda temporada para a série. Desta vez ela terá os bastidores de Mercedes e Ferrari, que inicialmente optaram por não participar da série.

Sem as duas principais equipes de 2018, a temporada se concentrou na disputa entre as equipes do pelotão intermediário — Red Bull, Haas, Renault, McLaren, Force India e Sauber — com alguma referência às duas equipes lanternas (Williams e Toro Rosso).

Agora, com Mercedes e Ferrari no páreo — e a Red Bull logo na cola — a segunda temporada deverá focar nas duas principais e equilibrar o documentário com as equipes intermediárias, formando um panorama bem abrangente e completo da categoria.

As gravações começaram nos testes de Barcelona, antes mesmo do contrato de produção tivesse sido assinado com a Netflix. Com o acordo feito neste mês, todas as equipes concordaram com a exibição de todas as imagens gravadas, exceto se elas revelarem algum detalhe técnico confidencial.

Segundo Toto Wolff, chefe da Mercedes, a equipe optou por não participar da primeira temporada porque a Ferrari não iria participar, e isso poderia ser uma distração para os alemães na disputa — uma distração que a Ferrari não teria. Além disso, Wolff disse que assistiu à série e não concordou com o que estava sendo retratado, mas mudou de ideia quando começou a receber mensagens positivas dos fãs da Fórmula 1 sobre  o documentário, elogiando a iniciativa de mostrar os bastidores e a Fórmula 1 “real”.

Wolff completou sua declaração dizendo que a Mercedes será retratada somente em uma corrida: “Provavelmente Hockenheim”, disse.

Há, contudo, um ponto em dúvida: Lewis Hamilton disse após o desastroso GP da Alemanha que não permitirá que o Netflix use suas cenas feitas durante o fim de semana alemão porque “ele estava doente o tempo inteiro”. Será que o pentacampeão irá “melar” a participação da equipe?

A segunda temporada de Fórmula 1: Dirigir para Viver estreia no início de 2020 no Netflix. (LC)

 

Bentley inicia criação de abelhas e produção de mel em sua fábrica

Fabricantes de carros de luxo hoje não se limitam apenas a fazer carros, eles sempre tem uma linha de produtos licenciados variados para o consumidor que quer vestir a marca e mostrar seu fanatismo. A Bentley acrescentou mel a sua lista de produtos, produzido na fábrica de Crewe, no Reino Unido, junto de seus carros.

As duas colmeias de abelhas da espécie Apis Mellifera foram introduzidas no terreno da fábrica com ajuda de apicultores locais. Foi identificado que as flores do terreno da fábrica de Crewe são favoráveis para as abelhas e a fábrica fica próxima a um grande campo aberto apropriado para a apicultura. Segundo a Bentley as colmeias tem capacidade de produção de 15 kg de mel até o final do verão do hemisfério norte.

As abelhas da Bentley foram batizadas de “Flying Bees”, um trocadilho com a logo da marca que é chamado de “Flying B”. A Bentley declarou que a introdução das abelhas na fábrica vem para diminuir o impacto ambiental criado pela marca e para ajudar a crescer a população das abelhas na Inglaterra – que está em declínio. Além das abelhas a Bentley usa energia elétrica de fontes certificadas com amigáveis ao meio ambiente, sendo o seu pátio coberto por painéis solares o maior da Inglaterra.

A Bentley não é o primeiro fabricante a se aventurar na apicultura, a Ford iniciou em 2018 um programa de criação de abelhas em sua sede em Dearborn. (ER)

 

Audi oferece reposição gratuita de grade para carros que tiveram a peça furtada

A Audi vai repor gratuitamente a grade dianteira dos modelos A3, A4 e Q3 produzido a partir de 2013 após ser registrado o aumento dos casos de furto dessa peça. Segundo o diretor de pós-venda da marca José Sétimo Spini a troca gratuita serve para diminuir a procura da grade no mercado paralelo e, assim, diminuir os casos de furto.

A peça custa por volta de R$ 850 e para ter a troca gratuita nas concessionárias é preciso o Boletim de Ocorrência do furto. Segundo a Audi 90% das reposições de grade dianteira nesses modelos são motivadas por furto e 546 unidades da peça foram vendidas para reposição entre junho de 2018 e maio de 2019. Desde que essa medida foi implantada dia 1º de julho quatro clientes receberam a grade nova.

A Audi também disse que tentou fazer uma fixação mais forte para a peça para dificultar o furto, mas acabou desistindo. As grades são importadas e o fabricante diz que não foi necessário fazer reforço nos estoques. (ER)

Matérias relacionadas

BMW Série 1 agora é nacional (e mais barato), o novo Escort de Ken Block em ação com Ryan Tuerck, o novo Mini conversível e mais!

Leonardo Contesini

Gasolina deve ficar mais cara e com mais álcool, Viper volta a ser Dodge e ganha potência, o novo Land Rover Discovery Sport e mais!

Leonardo Contesini

Próxima geração do BMW X1 em testes no Brasil, novo Camaro 2016 chega em maio, os bastidores do voo livre de Velozes e Furiosos 7 e mais!

Leonardo Contesini