Edição diária: 20/06/2019
FlatOut!
Image default
Car Culture Humor WTF?

Peter North (sim, aquele Peter North) é entusiasta de verdade e tem uma bela garagem

Você provavelmente sabe quem é Peter North, ainda que não admita. Ele é um ator famoso, mas você não vê seus filmes no cinema. Na verdade, quem assiste algum filme estrelado por Peter North não está nem aí para o cara, e sim para as atrizes com quem ele contracena. Você já deve ter sacado do que estamos falando, não é?

O caso é que há uma boa razão para falarmos de Peter North aqui. Não, não tem nada a ver com o trabalho dele. Pode ficar sossegado.

Peter North é canadense, e entrou para o ramo de filmes adultos “por acidente”, ainda que isto seja o que todo mundo diz. Na virada dos anos 2000, ele era um dos astros mais populares da indústria e, depois de trabalhar duro em seus filmes, conseguiu reunir uma pequena, porém muito bem selecionada, frota de carros. E é dela que vamos falar.

sstp_1012_01_o+1993_nissan_300zx+right_side_view

É bem difícil encontrar fotos informações sobre os carros de Peter North no Google, porque 90% dos resultados são relacionados aos feitos de sua carreira (mesmo que você coloque aspas e os nomes dos carros), mas fomos perseverantes e chegamos a quatro modelos: uma Ferrari F430, um par de Mercedes-Benz AMG e um Nissan 300ZX Z32 – a geração que aparece em Gran Turismo. Nada mau, hein?

ferrari-01

A Ferrari foi o único carro que encontramos no site oficial de Peter North, em uma postagem de 2011. Originalmente, a F430 já é animal para um carro lançado em 2004: seu V8 de 4,3 litros e 493 cv (a 8.500 rpm) é capaz de levá-la até os 100 km/h em 3,9 segundos, com máxima superior a 315 km/h. O câmbio pode ser manual de seis marchas com grelha ou a caixa “F1”, também de seis marchas, com aletas eletro-hidráulicas atrás do volante.

O carro de Peter North é equipado com esta última, mas o motor não é mais original: além de um compressor mecânico instalado, o V8 recebeu componentes de fibra de carbono, como as caixas de ar (infelizmente não encontramos mais detalhes). O carro também tem rodas com o mesmo visual das originais, porém são forjadas e dez quilos mais leves – na verdade, os pneus traseiros pesam mais que as rodas!

ferrari-04

A Ferrari F430 de Peter North no SEMA Show 2010

Neste vídeo, no qual é entrevistado pelo radialista e comediante petrolhead Adam Carolla, Peter North fala um pouco sobre a Ferrari, mas também sobre seu outro xodó: um CLK63 AMG Black Series. Falamos dele recentemente: ele foi o segundo Black Series da AMG, e o V8 M156 de 6,2 litros entrega 507 cv ante os 481 cv do CLK63 “comum”, graças a um admissão de magnésio com duas válvulas internas, um sistema de escape de melhor fluxo e um novo módulo eletrônico.

IMG_0039

É o bastante para chegar aos 100 km/h em quatro segundos, aos 160 km/h em 8,8 segundos e continuar acelerando até os 300 km/h.

Não encontramos fotos do SL55 AMG de Peter North, mas o carro foi mencionado, assim como o CLK43 e a F430, em uma matéria do Super Street Online publicada em 2010, cujo verdadeiro foco é também o carro mais interessante que Peter North já teve: um 300ZX preparado.

sstp_1012_03_o+1993_nissan_300zx+left_side_view

Peter North comprou o zero-quilômetro em 1993, logo que se mudou do Canadá (onde dirigia um Plymouth ‘Cuda 1972) para os EUA e começou a ganhar dinheiro com seus filmes. Segundo ele, a ideia era comprar um com câmbio manual de cinco marchas mas, na hora do test drive ele não conseguiu se conter e acabou chegando ao ápice antes da hora. Isto é, ele acelerou demais, assustando o vendedor que o acompanhava, e por isso optou pelo 300ZX com motor naturalmente aspirado e câmbio automático de quatro marchas.

O motor, originalmente, é um V6 de três litros e 222 cv. Peter North, no início, decidiu que faria uma preparação aspirada. Contudo bastou que um 300ZX Turbo batido aparecesse na oficina onde o carro estava para mudar os planos, e o motor turbinado acabou indo parar em seu carro.

sstp_1012_06_o+1993_nissan_300zx+engine

Foi uma questão de tempo até que os 304 cv do V6 biturbo stock não fossem mais suficientes e novas modificações batessem à porta: os dutos dos cabeçotes foram retrabalhados e novos pistões CP foram instalados, bem como novas bielas da Crower. Um coletor de admissão com mais fluxo também foi adotado, e os caracóis originais deram lugar a um par de HKS GT2530. O resultado: mais de 500 cv nas rodas.

Aliás, falando nas rodas, elas são a única modificação estética: um jogo de Volk GT-P, com 10” de largura, para acomodar pneus mais largos e apropriados para lidar com a potência extra.

sstp_1012_08_o+1993_nissan_300zx+parts

E 2010, o carro foi anunciado no eBay, e isto é tudo o que se sabe a seu respeito desde então. Na verdade, tudo o que encontramos a respeito de cada um dos carros foram informações antigas, de cinco anos atrás ou mais. Como dissemos, seus carros não são o principal motivo da fama de Peter North. Ainda que ele certamente tenha trabalhado duro para consegui-los.

Matérias relacionadas

9,4 litros, dois turbos e 3.400 cv: toda a selvageria do Murder Nova

Dalmo Hernandes

Os carros conceito que, felizmente, jamais foram produzidos em série

Leonardo Contesini

Clube dos 300: os carros que passam dos 300 km/h e não são (totalmente) esportivos

Dalmo Hernandes