A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Notícias

Petrobras estuda baixar o preço da gasolina ainda neste ano

Esta parece uma daquelas notícias típicas de primeiro de abril: embora pareça boa demais para ser verdade, a Petrobras pode realmente reduzir o preço da gasolina ainda neste ano. A apuração é do portal G1, que teve acesso a um estudo interno que a estatal realizou para determinar sua política de mercado nos próximos anos.

O anúncio da redução dos preços do combustível deve ser anunciada junto com a nova política de preços a ser adotada pela Petrobras. A ideia é voltar a parear o preço da gasolina brasileira com os preços praticados no mercado internacional. Nos últimos anos, quando o barril de petróleo chegou acima dos US$ 100, a Petrobras manteve baixos os preços no mercado interno para não haver impacto significativo na economia.

Contudo a operação deficitária por um período prolongado causou um aumento nas dívidas da estatal. Como resultado, quando os preços do petróleo no mercado externo começaram a baixar, chegando a menos de US$ 30, a Petrobras precisou manter os preços internos elevados para se recuperar do endividamento (leia mais neste post). Por esse motivo a gasolina brasileira atualmente está 30% mais cara que a média internacional, segundo os especialistas na área citados pelo portal G1.

A nova política de preços para os combustíveis no mercado interno pretende adotar a paridade com os preços internacionais, o que significa que, caso seja realmente adotada, os preços passarão a flutuar para baixo ou para cima de acordo com a cotação do dólar e do barril de petróleo no mercado internacional.

gasolina

A intenção da Petrobras com a nova política (que é apenas parte de um plano maior divulgado nesta última terça-feira) é aumentar a transparência da operação da empresa para atrair parcerias no refino do petróleo. Atualmente há apenas uma refinaria privada em operação no Brasil (leia mais neste especial).

Segundo a Petrobras, com maior transparência na política de preços e mais parcerias privadas, os preços passarão a ser regulados apenas pelo mercado, sem a possibilidade de manipulação dos preços de acordo com os interesses do governo.

Matérias relacionadas

[ Zero a 300 ] EcoSport reprovado, o aumento do IPI, demissões em massa e mais!

Leonardo Contesini

Atenção, fãs de Gran Turismo: Brasil fará parte do GT Academy 2014

Leonardo Contesini

Assustador: este carro recebeu zero estrela no crash test do Global NCAP

Dalmo Hernandes