A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Notícias

Petrobras reduz preços da gasolina e diesel a partir de sábado

No final de setembro vimos que a Petrobras estudava baixar os preços dos combustíveis após a adoção de uma nova política de preços, que voltou a parear a cotação do barril de petróleo no mercado interno aos preços do mercado externo.

Agora, nesta manhã de sexta-feira (14), a possibilidade de redução se concretizou: a Petrobras aprovou uma redução de 2,7% nos preços do diesel e 3,2% nos preços da gasolina em suas refinarias. As reduções entram em vigor a partir da meia-noite de sábado (15). De acordo com a Petrobras, se a redução for repassada pelos distribuidores e postos de combustível, os preços podem cair cerca de R$ 0,05 nas bombas. Esta é a primeira redução nos preços dos combustíveis desde junho de 2009.

 

Nos últimos anos, quando o barril de petróleo chegou acima dos US$ 100, a Petrobras manteve baixos os preços no mercado interno para não haver impacto significativo na economia.

Contudo a operação deficitária por um período prolongado causou um aumento nas dívidas da estatal. Como resultado, quando os preços do petróleo no mercado externo começaram a baixar, chegando a menos de US$ 30, a Petrobras precisou manter os preços internos elevados para se recuperar do endividamento (leia mais neste post).

gasolina_1

A nova política de preços para os combustíveis no mercado interno pretende adotar a paridade com os preços internacionais, o que significa que os preços passarão a flutuar para baixo ou para cima de acordo com a cotação do dólar e do barril de petróleo no mercado internacional.

Segundo o presidente da Petrobras, Pedro Parente, com a nova política os reajustes serão mais frequentes: “Pode-se esperar um maior número de reajustes. A expectativa é que a gente possa fazer uma avaliação mais rápida dos nossos preços”. Essa avaliação mais rápida à qual ele se refere, se deve à mudança no cálculo dos preços, que irá considerar os preços cobrados no exterior e os custos de logística e taxas. Haverá ainda uma margem de valor não revelado pela estatal que irá cobrir os riscos da operação, como a volatilidade do câmbio.

Matérias relacionadas

The Grand Tour não irá durar muito mais que cinco anos

Leonardo Contesini

[ Zero a 300 ] O Golf de Mark Zuckerberg, os carros mais esperados do ano, campeões de desvalorização, novo Mercedes Classe C…

Leonardo Contesini

Fiat terá roadster Abarth baseado no Mazda MX-5 Miata nos próximos anos

Leonardo Contesini