FlatOut!
Image default
Zero a 300

Placas do Mercosul ganham novo prazo, novo BMW M4 será a última geração com câmbio manual, Toyota Auris volta a ser flagrado no Brasil e mais!

Este é o Zero a 300, nossa rica mistura das principais notícias automotivas (ou não) do Brasil e de todo o mundo, caro car lover. Assim, você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere com a gente!

Ainda não é assinante do FlatOut? Considere fazê-lo: além de nos ajudar a manter o site e o nosso canal funcionando, você terá acesso a uma série de matérias exclusivas para assinantes – como conteúdos técnicoshistórias de carros e pilotosavaliações e muito mais!

 

FLATOUTER

Membro especial, com todos os benefícios: acesso livre a todo o conteúdo do FlatOut, participação no grupo secreto no Facebook (fique próximo de nossa equipe!), descontos em nossa loja, oficinas e lojas parceiras!

A partir de

R$20,00 / mês

ASSINANTE

Plano feito na medida para quem quer acessar livremente todo o conteúdo do FlatOut, incluindo vídeos exclusivos para assinantes e FlatOuters.*

De R$14,90

por R$9,90 / mês

*Não há convite para participar do grupo secreto do FlatOut nem há descontos em nossa loja ou em parceiros.

Placas do Mercosul ganham novo prazo para implementação

Caiado-diz-que-vai-anular-edital-para-fabricação-de-placas-do-Mercosul

Diante da evidente impossibilidade de cumprir o prazo para implementação obrigatória das novas placas do Mercosul, o Conselho Nacional de Trânsito (Contran) anunciou na sexta-feira (30) mais um adiamento para a adoção do novo padrão. O  órgão publicou um calendário com novos prazos, com datas específicas para cada estado.

Até agora somente o Rio de Janeiro adotou as novas placas e, por essa razão, é o único estado com o prazo imediato. Amazonas, Espírito Santo, Goiás, Pernambuco e Rondônia terão que adotar o padrão até 10 de dezembro. Bahia, Rio Grande do Norte e Rio Grande do Sul terão uma semana a mais, até 17 de dezembro. Acre, Alagoas, Maranhão, Paraná e Piauí terão até a véspera de Natal, 24 de dezembro. O restante dos estados (AP, CE, DF, MT, MS, MG, PA, PB, RR, SC, SP, SE e TO) terão até o dia 31 de dezembro para adotar o novo padrão.

Como dissemos na semana passada, o clima nos corredores do poder federal em Brasília é de que as nova placas acabarão adiadas novamente, podendo até mesmo ser abandonadas. Para saber se os novos prazos serão levados a sério, teremos que esperar até a próxima segunda-feira (10), data-limite para a adoção das placas nos primeiros estados segundo o novo calendário. Sete dias para fazer o que não foi feito em dois anos. Será que agora vai?

 

Nova geração do BMW M4 será a última com câmbio manual

BMW-M2-Coupe_122

Já faz quase três meses que a BMW apresentou a nova geração da Série 3, mas até agora ainda não temos nenhuma pista sobre suas versões esportivas, o M3 e o M4. Contudo, o site australiano Motoring entrevistou o chefe da divisão esportiva da BMW, Klaus Froehlich, e descobriu alguns detalhes sobre os modelos — além de uma pequena insatisfação do executivo.

Nesta próxima geração tanto o M3 quanto o M4 serão equipados com câmbio manual, apesar de os automáticos serem mais eficientes e da tendência ao domínio desse tipo de câmbio. “Honestamente, a resposta baseada somente na engenharia é que você pode ser muito mais rápidos com aletas no volante e um câmbio automático. Especialmente em Nürburgring, onde você tem mais controle quando não precisa tirar a mão do volante. Acho que nos demais carros o câmbio manual vai desaparecer, mas acho que o M4 deve ser a resistência do manual. Se o câmbio manual morrer, ele irá morrer no M4, o mais tarde possível. Este é meu ponto de vista”, disse ao site australiano.

Froehlich também especificou quanto tempo é “o mais tarde possível” ao dizer que o câmbio manual irá sobreviver nesta geração, mas não falou sobre a geração seguinte, que deve chegar em 2027 ou 2028, e também mencionou “o problema dos manuais”. Segundo o alemão, o problema é que os motores turbo estão com um nível de torque muito elevado, e produzir um câmbio manual capaz de suportar esses níveis sem escala de produção não é viável.

Além do câmbio, Froehlich também falou que “haverá uma derivação” com tração nas quatro rodas. Não fico claro se ele se referia ao M3 e ao M4 ou somente ao sedã M3. O executivo falou sobre como o novo M5 conseguiu manter suas qualidades aclamadas pelos fãs mesmo com o sistema M xDrive, e que isso poderia ser transportado para a dupla M3/M4. Mas isso não significa que os modelos irão abandonar a tração traseira. Froehlich vê potencial para derivações do M4 da mesma forma que a Porsche fez com o 911.

Quanto à insatisfação, Froehlich disse que está “de saco cheio de ouvir os jornalistas dizendo que o M3 CSL E46 foi o último grande carro da linhagem” e que por isso decidiu acabar com essa história no novo M4.

 

Novo Mercedes A45 terá “drift mode” e novo sistema de tração

619b6093-mercedes-amg-a35-4matic-16

Há alguns meses a Mercedes apresentou a primeira versão esportiva da nova geração da Classe A, com tração 4Matic, câmbio de dupla embreagem e 306 cv produzidos pelo onipresente 2.0 turbo das demais versões do hatchback. As especificações deste inédito A35 nos deixaram intrigados, afinal, a diferença entre o A35 e o A45 será apenas os 100 cv de potência e elementos visais? Bem, segundo Tobias Moers, o futuro A45 terá um sistema de tração nas quatro rodas inédito. Ao menos é o que parece.

Até agora o A45 — e o novo A35 — usava um sistema de tração nas quatro rodas baseado no diferencial Haldex. Mas, segundo Tobias Moers em entrevista à Road & Track, nesta nova geração, o A45 terá o sistema 4Matic+ como os demais modelos da AMG, porém não compartilhado com eles devido ao motor transversal do hatch. Como no Classe E AMG, ele também terá um modo drift com 100% do torque direcionado para o eixo traseiro, além de vetorização de torque na traseira.

Moers não entrou em detalhes sobre o conjunto, mas disse que será diferente do sistema usado pelo Focus RS, e também afirmou que o modelo não terá a tendência sub-esterçante típica dos carros de tração integral. “É divertido. Não sai de frente. Você pode afundar o pedal logo na saída da curva”, disse.

Ainda não há data para o lançamento do novo A45, mas espera-se que ele seja apresentado em Genebra, em março de 2019, com mais de 400 cv.

 

Toyota hatch continua em testes no Brasil. Estará homologando motor híbrido?

Auris2

Você talvez lembre que na metade do ano recebemos algumas fotos do Toyota Auris (o Corolla hatch) com a dianteira camuflada em testes em Campos do Jordão/SP. Na ocasião suspeitamos de ser uma versão híbrida rodando por aqui para testes de desenvolvimento e homologação do motor com tecnologia flex, uma vez que há rumores de que a próxima geração do Corolla ganhará uma variação do powertrain do Prius para acompanhar a versão 2.0 aspirada.

ToyotaAuris1

Agora, o modelo foi flagrado novamente pelo leitor Walther Fillippetti, mas em ação em uma rodovia paulista. Segundo relatado pelo leitor, o carro passou pela praça de pedágio e retomou velocidade com agilidade, o que pode indicar a presença de um motor turbo, como também vinha sendo cogitado há alguns anos — o motor seria o 1.5 turbo de três cilindros da BMW, parceira da marca japonesa — ou simplesmente uma versão mais potente do powertrain híbrido do Prius, abastecida com etanol.

 

Augusto Farfus irá pilotar pela Hyundai além da BMW em 2019

dtm-farfus-bmw-rosto-700

Há algumas semanas o piloto brasileiro Augusto Farfus anunciou que deixaria a DTM para se dedicar ao WEC, campeonato que disputa pela BMW na categoria GTE Pro com o novo M8 GTE. Mas isso não significa que Farfus participará de menos provas em 2019. Neste final de semana, ele anunciou que também irá disputar o Mundial de Carros de Turismo da FIA (WTCR), não pela BMW, como no WEC e no antigo WTCC, mas pela Hyundai.

Farfus foi convidado pela  equipe BRC Racing e irá dividir a garagem com Gabriele Tarquini, Nicky Catsburg e Norbert Michelisz, correndo com um Hyundai i30 N TCR. Como a BMW não disputa o WTCR, o brasileiro teve autorização da BMW para disputar o campeonato por uma equipe privada. Além das duas categorias, Farfus também irá disputar provas icônicas do endurance mundial, como a 24 Horas de Nürburgring.

Matérias relacionadas

Great news: estes são os cinco lançamentos do FlatOut Official Gear!

Juliano Barata

Hellyeah – o FlatOut Official Gear está no ar! Entenda por que nossa lojinha tem a ver com o futuro do FlatOut

Juliano Barata

Muscle Cars, esquadrão de Impalas e clássicos nacionais: FlatOut em Águas de Lindóia 2017, parte 2

Juliano Barata