A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Notícias Vídeo

Policial é atropelado por um Mini Cooper roubado em São Paulo — e ainda consegue deter os ladrões

“Matrix” é a palavra que vem à mente quando vemos o que este policial militar, que atua na Zona Sul de São Paulo, conseguiu fazer quando encontrou um Mini Cooper que, aparentemente, havia acabado de ser roubado de uma oficina próxima a seu posto policial. Sem tempo de reagir, ele foi atropelado pelo hatchback em alta velocidade — mas ainda deu um jeito de impedir a fuga dos meliantes. Mas o que aconteceu, afinal?

Segundo a reportagem do G1, o soldado Felipe Costa e Silva, de 25 anos, recebeu a denúncia de que um Mini Cooper Cabrio havia sido roubado de uma oficina próxima a uma base comunitária da PM na Zona Sul. Ele, então saiu para a rua — só para dar de cara com o carro (os dados da placa batiam com o número informado pelo mecânico) parado em uma esquina, aguardando o momento de realizar uma conversão.

Quando viu o policial, o motorista do Mini Cooper roubado, que trazia um cúmplice no banco do carona, decidiu acelerar para tentar fugir. O policial não pensou duas vezes e se atirou na frente do carro. Contudo, isto não intimidou o motorista, que continuou acelerando.

Foi questão de segundos e, sem tempo de correr para um dos lados, o soldado seguiu seus reflexos, atirou no carro e pulou. Acabou atingido em pleno ar pelo carro, deu uma pirueta no ar e caiu no chão. O atropelamento parece grave mas, inacreditavelmente, o PM sofreu apenas alguns arranhões no braço, levantando-se em seguida. As imagens foram registradas na última quinta-feira (2) por uma das câmeras de segurança da base da polícia, mas só foram liberadas nesta quarta (8).

O mais importante é que sua missão foi cumprida: o tiro acertou bem no radiador do carro. O motorista foi forçado a parar logo à frente e, assim, foi alcançado por uma viatura. Os dois criminosos foram presos em seguida e tiveram uma arma apreendida — uma pistola de calibre 7.65 com numeração raspada, que provavelmente foi usada no roubo do carro. A polícia já informou que os bandidos vão responder por roubo, tentativa de homicídio e desobediência.

O policial, por outro lado, só merece elogios pela coragem — e talvez uma ponta em um reboot de Matrix por sua intervenção digna de Neo. Caso isto um dia aconteça, claro…

Matérias relacionadas

Nostalgia anos 90: as “novidades” do Salão do Automóvel de 1994!

Dalmo Hernandes

O que está acontecendo com a Ford — e como ela chegou à sua atual situação?

Leonardo Contesini

Porsche Macan desafia o BMW M3 para uma arrancada de 1.000 metros. Quem leva essa?

Leonardo Contesini