A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Lançamentos

Por esse ninguém esperava: Chevrolet lança Corvette Z06 conversível

Nos primeiros dias de 2014 a Chevrolet apresentou a segunda versão do seu novo Corvette para fazer companhia ao Stingray nas lojas. Era o Z06 apresentando a faceta radical do esportivo, em companhia do C7.R, sua versão de pista. Três meses mais tarde, os engravatados anunciaram um novo modelo do Vette para o Salão de Nova York. Seria um novo ZR1 com um V8 de sete litros, compressor, turbo, injeção direta, KERS e 1.000 cv?

Na verdade, não tanto, mas algo surpreendente que não deveria surpreender: o Corvette Z06 Conversível. Como ninguém cogitou isso antes?

O modelo foi planejado para encarar os engomadinhos da Europa, como o Porsche 911 Turbo Cabrio ou a Ferrari California T, e tem tudo o que você encontra no modelo fechado, com a vantagem de poder fazer o que quiser com o vento na cara. Sabe aquele V8 de 6.2 litros sobrealimentado por compressor? Está aqui também. E o câmbio manual de sete marchas? Pronto para esquentar a manopla no sol.

2015 Chevrolet Corvette Z06

Até mesmo o baixo peso se manteve no conversível. Sim. Foi-se aquela época quando os conversíveis pesavam centenas de quilos a mais que seus irmãos fechados. Antigamente a remoção do teto dos carros exigia uma série de reforços estruturais que acabavam deixando o carro mais pesado que o original, e por esse motivo nunca houve um Z06 sem capota antes. Mas agora, a Chevrolet desenvolveu o carro usando alumínio de alta resistência no monobloco, e por isso ele pesa quase o mesmo que o cupê — infelizmente não sabemos o que significa este “quase” pois a Chevrolet não divulgou o peso de nenhum dos dois modelos.

Considerando que a GM jamais mentiria a respeito disso, podemos dizer que a maior diferença entre as duas versões será mesmo a exposição ao sol e o vento na cara. O V8 usa o mesmo compressor para produzir os mesmos 633 cv, e 87,8 mkgf de torque, enviados para os pneus traseiros por meio do mesmo câmbio de sete marchas do cupê. E com exceção do teto, todos os apêndices aerodinâmicos que ajudam o Z06 a cortar o vento e a grudar no chão foram transferidos para o conversível. A suspensão também será a mesma, pronta para as pistas, e terá uma versão especial do sistema Magnetic Ride Control, que usa amortecedores magnetorreológicos.

2015 Chevrolet Corvette Z06

Então, caso ainda não tenha ficado claro, no papel ele será idêntico ao Z06 cupê. Resta saber agora como ele se sai no mundo real, mas não deve demorar até alguém aparecer com algum vídeo fodástico e fumegante.

 

Matérias relacionadas

Barulhento, rápido e extremo: o Porsche 911 GT3 RS tem um flat-six aspirado de 500 cv

Dalmo Hernandes

BMW M2 é revelado com seis-em-linha de 370 cv, câmbio manual e visual matador

Dalmo Hernandes

Mazda MX-5 Miata 2016 testado: afinal, como ficou a nova geração do pequeno roadster? (dica: animal!)

Dalmo Hernandes