A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Automobilismo FlatOut Revival

Silberpfeil: por que os carros de corrida alemães são prateados?

Um dia os Mercedes de corrida estavam acima do peso do regulamento e alguém teve a brilhante ideia de raspar a pintura. Eles correram com o alumínio prateado exposto, ganharam a corrida e depois disso o prata virou a cor padrão dos carros alemães. Esta é a versão mais conhecida sobre o nascimento das Flechas de Prata alemãs. Mas você nunca se perguntou porque a Audi também corria com carros prateados se ela não precisou raspar a pintura? O motivo é claro e simples: é porque a origem da pintura prateada dos carros de corrida alemães não está na raspagem da pintura branca da Mercedes.   A lenda A história exata é a seguinte: em 1934 o regulamento para monopostos de Grande Prêmio havia sido modificado, limitando o peso dos carros a 750 kg. Na primeira corrida do ano, em AVUS, a Auto Union fez bonito com seu monoposto de motor traseiro e 16 cilindros, mas a Mercedes abandonou a prova antes mesmo dela começar. Na corrida seguinte, em Nürburgring, durante a vistoria desco

Matérias relacionadas

A genealogia da F1: a origem e as mudanças das equipes ao longo dos anos

Leonardo Contesini

Jean Ragnotti: o Monsieur Spetacle dos ralis – e dos autódromos | Lendas do WRC

Milton Rubinho

Circuit de La Sarthe: a história e a evolução do palco das 24 Horas de Le Mans

Leonardo Contesini