FlatOut!
Image default
Zero a 300

Porsche 718 Cayman GT4 Clubsport com flat-6 de 425 cv, um barn find de 11 BMW Série 5 E34 novos, o novo Huracán e mais!




deskquadrado1int / mobquadrado2int

Tag do Google Publisher

Este é o Zero a 300, nossa rica mistura das principais notícias automotivas (ou não) do Brasil e de todo o mundo, caro car lover. Assim, você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere com a gente!

 

Novo Porsche 718 Cayman GT4 Clubsport tem flat-6 aspirado de 425 cv

A virada de ano foi movimentada nos corredores da Porsche. Há duas semanas a marca revelou o 718 T, a versão espartana do Boxster e do Cayman, com foco no público entusiasta. Agora, já no quarto dia do ano, a marca está apresentando o novo 718 Cayman GT4 Clubsport, que, diferentemente dos irmãos, dispensou o flat-4 turbo em favor de um flat-6 aspirado de 425 cv.

Como você deve saber, o novo 718 Cayman GT4 Clubsport é o sucessor do Cayman GT4 Clubsport 981, e manteve o mesmo 3.8 flat-6 aspirado, porém com  upgrades para produzir 40 cv a mais.>

O câmbio PDK de seis marchas e o volante bimassa reforçado também foram mantidos, porém com a unidade de controle reprogramada para o novo modelo.

Além do motor otimizado, o 718 Cayman GT4 Clubsport usa a suspensão dianteira do 911 GT3 Cup, um diferencial com bloqueio mecânico e um sistema de freio com discos de 380 mm nas quatro rodas. Para manter o peso contido, a Porsche decidiu produzir as portas e a asa traseira do 718 Cayman GT4 Clubsport usando um compósito de fibras naturais, dentre as quais está o cânhamo. De acordo com a fabricante alemã, o peso e a rigidez são semelhantes aos da fibra de carbono.

Além da “dieta de fibras”, o peso foi controlado com a remoção de todos os equipamentos e acessórios que não servem para torná-lo mais rápido — como o ar-condicionado, revestimento interno e máquinas de vidros. Há somente um santantônio e cintos de seis pontos, além dos bancos de competição. Como resultado, o novo 718 Cayman GT4 ficou somente 20 kg mais pesado que o antecessor de 1.300 kg.

Ele será oferecido em duas versões: uma de entrada batizada “Trackday”, voltada para uso amador em track days e equipada com amortecedores fixos, ar-condicionado, ABS e controle de tração; e a “Competition”, para uso exclusivo em pista e competições, equipada com amortecedores com três ajustes, sistema de levantamento do carro por air-jacks e sistema de balanço de freios, volante de saque rápido e sistema de supressão de incêndio com acionamento automático.

 

Barnfind: 11 BMW E34 praticamente zero km

Não seria legal começar o ano abrindo um galpão e descobrindo 11 exemplares do BMW E34 zero-quilômetro? Pois foi o que aconteceu em Blagoevgrad, na Bulgária. São 10 sedãs e uma perua novos em folha. De  acordo com o site local Autoclub, os carros jamais foram usados e nem mesmo registrados — o que significa que eles ainda são zero-quilômetro e poderiam ser importados para o Brasil mesmo com menos de 30 anos.

Os carros são parte de um acordo de leasing, mas não se sabe porque acabaram trancafiados por 25 anos em vez de revendidos ou usados. As fotos mostram que são todos modelos 520i e 525i e, apesar de o visual dos carros não ser dos melhores — alguns têm vidros quebrados, pintura queimada e peças faltantes — o interior dos carros foi preservado do jeito que saíram da fábrica. Alguns até preservam o plástico de proteção dos bancos.

Os 11 carros agora serão leiloados, e os preços partem de 15.000 euros cada.

 

Preço da gasolina segue em queda nas refinarias

A Petrobras reduziu nesta sexta-feira o preço da gasolina em suas refinarias. Com a mudança, o litro do combustível passa de R$ 1,4675 para R$ 1,4537 e a redução já chega a R$ 0,05 desde a virada do ano.

O reajuste para baixo foi motivado pela queda do dólar ante o real, ainda que o barril de petróleo tenha voltado a subir. Já o preço do diesel foi mantido em R$ 1,8545 (sim, ele é mais caro que a gasolina na refinaria) desde 31 de dezembro, quando teve um reajuste de 2,5% com o término do subsídio do governo federal. O repasse dos reajustes ao consumidor final, contudo, depende das distribuidoras e dos postos.

O novo presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, anunciou que a atual política de preços, com possibilidade de reajustes diários, será mantida no novo governo.

SUVs correspondem a 25% dos carros vendidos no Brasil em 2018

A cada quatro carros novos vendidos no Brasil em 2018, um deles era um SUV. A categoria cresceu 2,5 vezes nos últimos cinco anos e já é a segunda mais importante do mercado brasileiro, perdendo apenas para os hatches compactos, que seguem como os modelos mais populares.

O crescimento dos SUV tem certa relação com o aumento de 14,6% no volume de vendas, mas principalmente porque acabaram substituindo os hatches médios e sedãs médios como carros familiares. Como mostra o relatório anual da Fenabrave, atualmente há 40 modelos de SUV a venda no Brasil, enquanto os hatches médios são apenas seis, e todos somados venderam somente 13.000 unidades — menos de um quarto do SUV mais vendido, o Jeep Compass.

 

Lamborghini Huracán terá facelift neste ano

Chegando ao seu quinto ano de estrada, o Lamborghini Huracán está prestes a passar por um facelift, que o deixará mais atualizado para a segunda metade do seu ciclo de vida. A fabricante italiana revelou as primeiras imagens oficiais do modelo, dois teasers, em seu aplicativo oficial para smartphones.

Não adianta tentar baixar: ele é exclusivo para convidados, porém o site Auto Express conseguiu duas imagens do carro, e elas mostram que ele terá novos faróis, com DRL redesenhados, um novo para-choques, que parece bem mais agressivo que aquele usado no atual modelo, e detalhes em preto brilhante nos scoops laterais.

O que as fotos não mostram, mas já é esperado, é um novo painel e console central, com uma tela vertical sensível ao toque que irá substituir a profusão de botões e seletores do atual modelo. O motor também deverá receber upgrades semelhantes aos do Audi R8 Performance, onde o V10 de 5,2 litros produz 620 cv — 10 cv a mais que no Huracán.

 

Detran de São Paulo disponibiliza licenciamento antecipado

O Detran de São Paulo anunciou nesta última quinta-feira (3) a possibilidade de realizar o licenciamento antecipado para todos os veículos do estado. Para isso, é preciso quitar o IPVA, seguro obrigatório e eventuais débitos constantes. O valor do licenciamento anual em 2019 é R$ 90,20, e poderá ser feito antecipadamente até março. Depois deste prazo, inicia o calendário regular do licenciamento, organizado de acordo com o final da placa — 1 em abril, 2 em maio, 3 em junho, 4 em julho, 5 e 6 em agosto, 7 em setembro, 8 em outubro, 9 em novembro e 0 em dezembro.

 

Citroën altera mais uma vez a versão PCD do C4 Cactus

A Citroën mudou pela segunda vez a versão PCD do seu novo C4 Cactus. Inicialmente oferecida na versão Feel, ela foi substituída pela versão Live em novembro, e agora será alterada mais uma vez para a versão Feel Business. O preço continua o mesmo: R$ 69.990, chegando aos R$ 55.230 com todas as isenções.

Com a mudança, o C4 Cactus para PCD fica mais equipado, passando a contar com central multimídia com câmera de ré, ar-condicionado digital e alarme, mas ainda sem o volante multifuncional e os faróis de neblina da versão Feel oferecida inicialmente. O motor segue o mesmo 1.6 16v de 122 cv a 5.800 rpm e 16,4 kgfm a 4.000 rpm combinado ao câmbio automático de seis marchas.

Os clientes que encomendaram o C4 Cactus Live nessa modalidade PCD e ainda não receberam o carro, irão receber a nova versão sem custo adicional.

Matérias relacionadas

Fiat Bravo ganha cara nova no Brasil, avião cai sobre viaduto na Ásia, Ken Block coloca o Focus RS de lado e mais!

Leonardo Contesini

Uma Caravan com motor 250-S, um raro sedã sueco dos anos 70, um Audi A3 com motor 1.9 e mais novidades no GT40

Dalmo Hernandes

Mustangs, Dodges, Cobras e picapes: conheça os carros da coleção pessoal de Carroll Shelby

Leonardo Contesini