A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Zero a 300

Porsche 718 ganha versão GTS, Fiat fará corrida de Uno com escada no teto, Mercedes “gullwing” é encontrado em Cuba e mais!

Este é o Zero a 300, nossa rica mistura das principais notícias automotivas do Brasil e de todo o mundo, caro car lover. Assim você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere com a gente!

 

Porsche 718 GTS chega com motor 2.5 turbo de 365 cv

Porsche-718-GTS -14

Depois de atualizar o Boxster e o Cayman com suas versões de entrada e a intermediária S, agora é a vez da versão GTS. Os dois modelos são diferenciados pelos para-choques e pelos faróis com máscara negra na dianteira, e pelas lanternas cinza e pelo difusor sutilmente maior na traseira.

 

O motor é o mesmo do 718 Cayman S/Boxster S, um flat-4 turbo de 2,5 litros, porém com 365 cv em vez dos 349 cv dos modelos S. Ele pode ser combinado ao câmbio PDK de sete marchas ou manual de seis marchas. Com o automatizado, ele vai de zero a 100 km/h em 4,1 segundos e chega aos 290 km/h.

Por fora, além dos detalhes já citados, ele tem rodas de 20 polegadas com acabamento preto brilhante, enquanto a cabine mantém o padrão dos irmãos mais baratos, e acrescenta bancos esportivos com o logotipo GTS no encosto de cabeça, e o pacote Sport Chrono de série. As vendas começam em março de 2018.

 

McLaren irá apresentar sucessor do P1 no início de 2018

8434-next-ultimate-series-confirmed-1508331264

A McLaren publicou hoje um teaser de seu próximo hipercarro, o P15, que é o sucessor do P1 e promete ser o McLaren mais radical já feito, e será lançado no início de 2018, antes do “sucessor” do F1.

Confuso? Nós também ficamos no início, então antes de continuar é melhor explicar rapidamente o desenvolvimento de produtos da McLaren no momento. A marca atualmente tem dois projetos inéditos em andamento: o P15, que é o hipercarro feito para suceder o P1, e o BP23, que é o super-grã-turismo de três lugares, que será o sucessor espiritual do F1.

Isso fica claro com a descrição do P15 feita pela McLaren: “A usabilidade diária está sendo sacrificada para proporcionar a experiência mais intensa possível ao motorista em um circuito. Seu design, descrito como brutal, será a mais pura expressão da filosofia ‘forma segundo a função’ da companhia”.

Segundo a Autocar, o P15 não será necessariamente mais potente que o P1. Ele deverá até mesmo abrir mão da eletrificação em prol de um powertrain mais leve, formado somente pelo motor V8 de quatro litros e seus dois turbos, que será calibrado para ir além dos 720 cv do McLaren 720S — a revista britânica fala em 800 cv, que é uma diferença de 62 cv a mais que o 3.8 biturbo do P1.

O carro será feito sobre o mesmo monocoque de fibra de carbono do 720S, o Monocage II, e terá interior espartano, bancos de competição adaptados e quase nenhum conforto que comprometa seu desempenho. Por isso, ele deverá pesar algo em torno de 1.300 kg — quase 250 kg a menos que o P1 em ordem de marcha. Serão feitos 500 exemplares do P15, e cada um deles custará £840.000 no Reino Unido — algo em torno de R$ 3,5 milhões em conversão direta.

Os clientes que já arremataram o carro, irão conhecê-lo no final deste ano, quando o nome oficial do modelo será confirmado. As entregas começam na metade de 2018, pouco antes do lançamento do BP23.

 

Fiat fará corrida “oficial” de Uno com escada no teto

A piada do Uno com escada no teto já está quase no final de sua carreira, mas a Fiat decidiu aproveitar o restinho do embalo para a campanha de lançamento do sedã do Argo: ela irá organizar uma corrida “oficial” de Uno com escada no teto, na qual o nome do novo modelo será revelado.

A relação entre as duas coisas não ficou muito clara — afinal, o meme do Uno com escada não é novidade, e o Argo não tem pretensões esportivas, especialmente na versão sedã. Como bem observaram os camaradas do Motor1.com, na Argentina a campanha de lançamento inclui interações com o público nas redes sociais e sorteios de viagens para a Itália, algo que não se faz todos os dias, diferentemente das corridas de Uno com escada no teto.

 

Mercedes 300SL “gullwing” é encontrado em galpão em Cuba

m300sl_2

Eu e minha grande boca: no final de 2014 contei a história dos 300SL que acabaram abandonados em Cuba depois da revolução castrista no final dos anos 1950 e disse que “as possibilidades são praticamente nulas, uma vez que Jeremy Clarkson e Michael E. Ware, com a série Automobiles Lost and Found de 2008, já expuseram boa parte das raridades de Cuba e por isso é bem provável que colecionadores mais ambiciosos e ricos que você já tenham dado um jeito de tirar essas raridadades de lá”. Pois bem, eu estava errado, porque um terceiro Mercedes 300SL foi encontrado na ilha caribenha.

m300sl_1

A descoberta foi feito site espanhol CogeTuCarro e, segundo eles, tudo indica que foi parar no país para disputar a corrida Sagua-La Habana em 1957. Por enquanto tudo o que se tem sobre o carro são as duas fotos publicadas pelos espanhois. Ainda não se sabe como, quando e porque ele foi guardado — em vez de adaptado como os demais carros estrangeiros abandonados em Cuba após a revolução.

m300sl

Embora não esteja em boas condições, este 300SL ainda parece melhor conservado que os outros dois modelos encontrados no país. Resta saber se vão encontrar uma forma de tirá-lo de lá para que ele volte à sua glória original.

 

Gran Turismo Sport tem versão especial de US$ 46.000, que vem junto com um Mazda Miata

large

Depois de séculos de espera (na verdade foi pouco mais de um ano), Gran Turismo Sport finalmente foi lançado em todo o mundo. Mas nenhum país terá o pacote que está sendo oferecido em Taiwan.

Batizado “Grand Turismo Sport Super Bundle”, o pacote especial de lançamento vem com um Playstation 4 Pro, um setup de realidade virtual, uma anuidade da Playstation Plus, uma TV 4K da Sony, um cockpit completo com banco, pedais, câmbio e volante, e um Mazda Miata real. Sim, um Mazda Miata de verdade.

gt-super-bundle-1508260015

O preço, obviamente, é condizente com o pacote: 1,4 milhão de dólares taiwaneses, algo em torno de US$ 46.300 ou  R$ 146.500. Parece caro, e é mesmo: nos EUA é possível montar o mesmo conjunto com US$ 32.000. No Brasil… bem, melhor nem começar a fazer as contas.

Matérias relacionadas

Um Audi A3 1.8T conservadíssimo (com câmbio manual!), um Maverick quatro-portas muito novo, um Kadett 1.8 inteiraço e mais no GT40

Dalmo Hernandes

Sim, isto é mesmo um VW Santana com motor V8 Audi e tração 4×4!

Dalmo Hernandes

O que é melhor do que um Corsa com motor C20XE turbo? Um Corsa com DOIS motores C20XE turbo!

Dalmo Hernandes