FlatOut!
Image default
Lançamentos Zero a 300

Porsche 992: oitava geração do 911 chega ainda mais inspirada nos clássicos aircooled

Eis o novo Porsche 911 – oitava geração, código 992. À primeira vista ele não parece ter mudado tanto em relação ao 991. E é esta a ideia: a Porsche não correria o risco de alterar radicalmente a silhueta e as proporções de seu modelo mais importante, que tem no respeito à linhagem iniciada em 1963 sua principal característica. Mas não é preciso mais que cinco minutos para notar que o Porsche 911 992 é, de fato, uma nova geração.

Ainda não é assinante do FlatOut? Considere fazê-lo: além de nos ajudar a manter o site e o nosso canal funcionando, você terá acesso a uma série de matérias exclusivas para assinantes – como conteúdos técnicoshistórias de carros e pilotosavaliações e muito mais!

 

FLATOUTER

Membro especial, com todos os benefícios: acesso livre a todo o conteúdo do FlatOut, participação no grupo secreto no Facebook (fique próximo de nossa equipe!), descontos em nossa loja, oficinas e lojas parceiras!

A partir de

R$20,00 / mês

ASSINANTE

Plano feito na medida para quem quer acessar livremente todo o conteúdo do FlatOut, incluindo vídeos exclusivos para assinantes e FlatOuters.*

De R$14,90

por R$9,90 / mês

*Não há convite para participar do grupo secreto do FlatOut nem há descontos em nossa loja ou em parceiros.

A avalanche de teasers e os “vazamentos” que se tornou a norma na indústria costuma tirar um pouco do impacto de lançamentos, mas no caso do 911, são perdoáveis – afinal, um novo nine-eleven só surge a cada sete ou oito anos e quando isso acontece, é o momento em que toda a indústria automotiva conhece o próximo benchmark a ser perseguido. E a Porsche sabe que, por mais que precise ater-se à tradição com o 911, também precisa acompanhar os tempos modernos. Felizmente, os designers, engenheiros e executivos de Stuttgart já estão nessa há muito tempo e sabem perfeitamente o que fazer.

Vamos dar uma olhada, então, em como ficou o novo Porsche 911.

 

Por fora

porsche_911_carrera_4s_53_0239032a087205c2 porsche_911_carrera_4s_80_0269028309490648

O visual do 992 já não era exatamente um mistério, mas só agora temos uma visão clara de como o esportivo ficou em sua oitava geração. A primeira coisa que se nota é que, naturalmente, a silhueta permanece a mesma, com capô baixo, para-brisa suavemente inclinado e uma linha contínua até a extremidade traseira. Contudo, a Porsche adotou formas mais retilíneas em alguns elementos, especialmente na dianteira: agora, o acabamento das entradas de ar no para-choque dianteiro é mais destacado e angular, com um splitter maior e três entradas de ar horizontais. Talvez alguns achem que isto deixou o 911 meio “bruto”, mas os que são mais ligados em design automotivo já devem ter percebido que esta é uma tendência generalizada.

porsche_911_carrera_4s_5_01a8020d0b0d078f

E mais: podemos dizer ainda que as linhas retas na junção do para-choque com os para-lamas e na borda do capô remetem aos Porsche 911 clássicos – dos anos 60, 70 e 80 – de forma muito mais contundente do que o visual da geração anterior.

porsche_911_carrera_4s_57_02ca014c0a4106e4porsche_911_carrera_3.0_coupe_2

O mesmo vale para os faróis, que parecem ter ficado mais arredondados e verticais – o 991 tinha faróis mais ovalados e voltados para cima. Disto isto, os faróis do novo 911 adotaram o mesmo visual com quatro elementos principais que pode ser visto no protótipo 919, no 918 Spyder, no conceito Taycan e em outros modelos. A junção de formas que remetem ao passado com detalhes contemporâneos funciona melhor do que sugeriam os flagras e teasers, na nossa opinião.

porsche_911_carrera_4s_62 porsche_911_carrera_4s_55

Indo pelas laterais, notamos que os retrovisores ficaram um pouco maiores e que as maçanetas externas das portas agora ficam rentes à carroceria quando fechadas, como forma de reduzir o arrasto aerodinâmico em alta velocidade. As caixas de roda também são maiores e, embora não tenha divulgado as dimensões exatas das rodas e pneus, a Porsche já confirmou que o novo 911 tem rodas de 20 polegadas na dianteira e 21 polegadas na traseira, como a geração anterior. Um olhar cuidadoso basta para perceber que as proporções ficaram mais harmônicas e equilibradas com o carro visto de lado.

porsche_911_carrera_4s_84_00f2023e0bd907e5

É na traseira, porém, que está a mudança mais perceptível: o formato das lanternas em colchete “deitado”. Com isso, elas passam a terdois níveis – abaixo ficam os elementos principais, em formato de, e acima fica uma barra que liga as duas extremidades, posicionada em uma cavidade que dá a ela um efeito flutuante. O mesmo vale para o letreiro “PORSCHE” abaixo dela. Um detalhe interessante é que o nome “911” agora aparece ao lado da denominação da versão. Os dois elementos são referências ao passado: a marca junto à lanterna é um aceno ao anos 1970 e 1980, enquanto o 911 ao lado do nome da versão remete ao 911 original dos anos 1960.

porsche_911_carrera_4s_8_02d502580a1b077f porsche_911_carrera_4s_9

O difusor traseiro acompanha o formato da peça na dianteira, e está maior e mais largo do que nunca. Falando em largura, agora todo Porsche 911 terá carroceria widebody, e não apenas algumas versões, como era no 991. A Porsche ainda não confirmou as dimensões gerais da nova carroceira, embora tenha afirmado que o entre-eixos e as bitolas ficaram ligeiramente maiores.

 

Por dentro

porsche_911_carrera_4s_28

Considerando que passamos mais tempo dentro de um carro do que fora dele, faz sentido que a Porsche tenha guardado as maiores mudanças para o interior. De acordo com a fabricante, o novo painel foi inspirado nos 911 da década de 70, e isto fica claro ao observar o formato geral da peça, que possui dois andares e um recesso no centro, e o cluster com cinco instrumentos circulares.

porsche_911_carrera_4s_43porsche_911_carrera_2.7_coupe_34

As saídas de ar agora ficam do abaixo da central multimídia, que possui uma enorme tela de 10,9 polegadas. O console central é novo, assim como a alavanca de câmbio, e os comandos para o motorista no novo console central são todos físicos, com botões que remetem aos comandos de aviões de caça  incluindo um interessante display horizontal para os controles do ar-condicionado. O volante, outra peça nova, agora possui um seletor para os modos de condução.

porsche_911_carrera_4s_851

O quadro de instrumentos agora é digital, mas não se preocupe: o conta-giros em posição de destaque no centro ainda é uma peça analógica – há duas telas, uma de cada lado, para os demais mostradores. De acordo com o designer Ivo van Hulten, responsável pelo interior do novo 911, o novo layout não foi definido apenas para modernizar o visual da cabine, mas também para simplificar a operação do carro e reduzir possíveis distrações ao volante.

89-porsche-911-992-official-reveal-press-centre-console

Como se espera de um carro de 2020, o novo 911 também terá cruise control adaptativo com controle de distância; visão noturna com câmera térmica; um assistente para pista molhada, que detecta água sobre a superfície de rodagem e ajusta automaticamente o controle de estabilidade e um novo assistente para frenagens de emergência.

 

Motor e câmbio

Por enquanto a Porsche revelou apenas duas versões do 911 992: Carrera S, de tração traseira, e Carrera 4S, com tração integral. Ambas utilizam o motor flat-six biturbo de três litros lançado na segunda fase da geração passada, porém atualizado para produzir 450 cv a 6.500 rpm e 54 mkgf de torque entre 2.300 e 5.000 rpm – um aumento de 30 cv e 3 mkgf em relação ao 991.2. Ambas as versões estão inicialmente disponíveis com uma nova versão do câmbio PDK de dupla embreagem, agora com oito marchas – futuramente, para alegria e alívio dos entusiastas, será possível encomendar o 911 992 com câmbio manual de sete marchas.

porsche_911_carrera_4s_1

O novo Porsche 911 Carrera S é capaz de ir de zero a 100 km/h em 3,7 segundos, enquanto o modelo de tração nas quatro rodas faz o mesmo em 3,6 segundos – em ambos os casos, trata-se de uma vantagem de 0,4 segundo em relação ao modelo antigo. Com o Sport Chrono Package, que adiciona controle de largada, um novo software para o câmbio de dupla embreagem e acelerador remapeado, estes números diminuem ainda mais: 3,5 segundos no Carrera S e 3,4 segundos no Carrera 4S. A velocidade máxima é de 308 km/h e 306 km/h, respectivamente.

porsche_911_carrera_4s_4_022e01070bde0805

Detalhes das outras versões ainda não foram revelados pela Porsche, mas além dos já esperados Carrera e Carrera 4 na base da gama, e dos mais potentes GTS e Turbo, a fabricante planeja também um híbrido plug-in, cujo lançamento deverá ocorrer em uma data mais próxima à reestilização de meia-vida do 992, em meados de 2022. O modelo híbrido deverá contar com um sistema elétrico de 48 volts e recursos de condução semi-autônoma.

O novo 911 já está no site da Porsche no Brasil e desembarca por aqui no segundo semestre de 2019, ainda sem preço definido. Na Europa as entregas começam em março, com o preço partindo de € 120.125 (por volta de R$ 525.000 em conversão direta) para o Carrera S e € 127.979 (R$ 560.000, aproximadamente) para o Carrera 4S.

porsche_911_carrera_4s_798_021d016d0b7507ac porsche_911_carrera_4s_71_021301dd0a4506e9 porsche_911_carrera_4s_84_00f2023e0bd907e5 porsche_911_carrera_4s_87_048703aa06f104ac porsche_911_carrera_4s_24_021900a10bd3080b porsche_911_carrera_4s_12_019a01eb0c440860 porsche_911_carrera_4s_11_01ce02280b4807aa porsche_911_carrera_4s_95_027f01270a7c0719 porsche_911_carrera_4s_04b2026906fb04bc porsche_911_carrera_4s_65_02ca01c20a9b072a

Matérias relacionadas

Clarkson, Hammond e May terão rede social, Golf GTI terá versão mais leve e mais potente, Mercedes-AMG quer supercarro de motor central-traseiro e mais!

Leonardo Contesini

Kawasaki Ninja: a origem de uma das motos esportivas icônicas de todos os tempos

Dalmo Hernandes

Hyundai Veloster pode voltar ao Brasil, mortes nas Marginais seguem em queda, Fiat Toro terá nova versão de topo e mais!

Leonardo Contesini