FlatOut!
Image default
Car Culture Lançamentos Zero a 300

Porsche 911 RS 3.5 Red Evolution: 940 kg de pura selvageria e um motor aspirado de 365 cv!

O Porsche 911 Carrera RS, como já dissemos aqui, é considerado por boa parte dos entusiastas o mais emblemático dos nine-eleven clássicos. Não é só porque ele é um dos mais raros e bonitos, mas também por seu pedigree: especial de homologação, ele tinha peso aliviado, motor mais potente e vinha praticamente pronto para as pistas. Na verdade, ele foi o primeiro dos 911 a realmente usufruir da obsessão da Porsche pelo baixo peso.

Lançado em 1973, o Carrera RS pesava apenas 1.075 kg na versão touring e incríveis 975 kg (seco) em sua versão Sport Leichtbau, que chegava a usar painéis de carroceria e vidros mais finos para complementar o interior espartano. E ele ainda tinha um motor boxer de seis cilindros de 2,7 litros e 210 cv. Foram feitos 1.580 exemplares do Porsche 911 Carrera RS 2.7.

911-RS-3.5-Red-Evolution-23

Até as calhas no teto foram removidas

A preparadora alemã DP Motorsport, especializada no Porsche 911, também surgiu em 1973. Desde então, a companhia de Ekkehard Zimmermann já preparou inúmeros carros e criou algumas dezenas de versões especiais – além de ter colaborado com a Kremer Racing desenvolvimento do Porsche 935 K3, protótipo baseado no Porsche 911 que, com um motor biturbo de 2,85 litros e 560 cv, venceu as 24 horas de Le Mans em 1979. Sim, estamos falando de gente que entende do riscado.

A mais recente criação da DP Motorsport foi o cara aí em cima, o Porsche 911 R3 3.5 Evolution que, aparentemente, é baseado em um Porsche 911 Carrera RS – mas isto não fica claro, e a base pode ser um 911 1974 comum. Fato, porém, é que o carro não é mais original.

911-RS-3.5-Red-Evolution-22

Mas você provavelmente não vai se importar com isso depois que conhecer as modificações. Para começar, você deve ter percebido que o carro está muito mais largo. Isto porque todos os painéis da carroceria são de fibra de vidro ou fibra de carbono, incluindo os para-lamas alargados. Repare na trama das fibras de carbono na parte interna das portas e nas soleiras. As janelas são de acrílico. Serious business, minha gente. Os para-lamas alargados não são puro exibicionismo: eles abrigam pneus de competição clássicos road legal da Michelin, de medidas 225/55 na dianteira e 335/35 na traseira, calçando rodas Fuchs de 15×9” atrás.

911-RS-3.5-Red-Evolution-8 911-RS-3.5-Red-Evolution-10

Se liga nos borrachudos

Então, você dá mais uma espiada no interior e nota a gaiola de proteção integral, os bancos de fibra de carbono “Lollipop” (por causa do formato dos encostos de cabeça), o painel de fibra de carbono, o console central de fibra de carbono e a completa falta de revestimentos no teto, nas portas e no assoalho.

911-RS-3.5-Red-Evolution-18 911-RS-3.5-Red-Evolution-20

A fibra de carbono também aparece no tanque de combustível selado, com capacidade para 80 litros. Não é à toa que, de acordo com  DP Motorsport, o 911 RS 3.5 Red Evolution pesa apenas 940 kg sem fluidos, totalmente vazio.

911-RS-3.5-Red-Evolution-2

É claro que nem só de leveza viveria um carro tão extremo quanto este. O motor também é um espanco: um flat-six arrefecido a ar com deslocamento ampliado para 3,5 litros, equipado com um sistema de injeção mecânica, corpos de borboleta individuais, ignição com duas velas por cilindro e comandos de válvula vindos do 911 RSR, versão originalmente equipada com motor de 2,8 litros e 300 cv originais. Assim, o boxer montado pela Edelweiß Motorsport entrega nada menos que 365 cv. Lembre-se: estamos falando de um motor naturalmente aspirado, com preparação de época, em um carro que pesa 940 kg. Com 365 cv, estamos falando de uma relação peso-potência de 2,57 kg — ou o equivalente a um Lancer Evo X de 625 cv!

911-RS-3.5-Red-Evolution-24

Além disso, suspensão e freios também foram atualizados de acordo. Os freios vieram do Porsche 911 Turbo, enquanto a suspensão tem amortecedores ajustáveis coilover da H&R, além de barras estabilizadoras do 911 RSR (também ajustáveis) e buchas do tipo Uniball na traseira. O eixo dianteiro tem buchas de PU da Superpro.

Só faltam duas coisas: o preço e ao menos um vídeo do carro em ação. Um onboard de dois minutos, que fosse. O bicho deve roncar bonito.

911-RS-3.5-Red-Evolution-15 911-RS-3.5-Red-Evolution-14 911-RS-3.5-Red-Evolution-16 911-RS-3.5-Red-Evolution-12 911-RS-3.5-Red-Evolution-7 911-RS-3.5-Red-Evolution-6 911-RS-3.5-Red-Evolution-3 911-RS-3.5-Red-Evolution-1 911-RS-3.5-Red-Evolution-5

 

Matérias relacionadas

Ayrton Senna em quadrinhos, o recall do Ford Fusion, um Jetta cupê de quatro portas e mais!

Leonardo Contesini

Gol e Voyage ganham cara nova e versão única, Denatran faz confusão com parcelamento de multas, a volta do Jaguar XK e mais!

Leonardo Contesini

Estes carros são hatchbacks – mas definitivamente não parecem

Dalmo Hernandes