A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Notícias Vídeos Zero a 300

Porsche 919 Hybrid Evo entra para a história com novo recorde absoluto em Nürburgring – 5:19,546

Nas primeiras horas da manhã de hoje (ao menos para nós, que estamos cinco horas atrás da Alemanha no fuso-horário) a Porsche anunciou a notícia que todos já estávamos esperando: o 919 Hybrid Evo, seu protótipo LMP1 aposentado sem restrição alguma, estabeleceu um novo recorde absoluto em Nürburgring Nordscheife. Não, ele não baixou de 5 minutos. Mas, convenhamos: 5 minutos, 19 segundos e 546 milésimos é um tempo absurdo, que demora um pouco para ser compreendido por nossa mente.

Aconteceu hoje mesmo, diz a Porsche. E eles ainda arredondaram para cima, os modestos: “com 5 minutos e 19,55 segundos no cronômetro Timo Bernhard (37) cruzou a linha de chegada de Nürburgring Nordschleife nesta manhã ao volante do Porsche 919 Hybrid Evo.”

O protótipo, que é equipado com um motor V4 de dois litros movido a gasolina com turbo e injeção direta e um motor elétrico na dianteira, foi modificado especificamente para quebrar recordes, começando por um tempo de 1:41,770 no circuito belga de Spa-Francorchamps – 0,783 segundo abaixo dos 1:42,553 que renderam ao britânico Lewis Hamilton a pole position nos treinos de classificação para o Grande Prêmio da Bélgica em agosto de 2017. Mais rápido que um F1, e o primeiro sinal de que a Porsche estava tramando alguma.

Pouco depois, o carro participou de um evento em Nürburgring ao lado do Porsche 956 – o protótipo Le Mans dos anos 80 no qual o grande Stefan Bellof virou 6:11,13 no Inferno Verde. A volta, feita durante os treinos de classificação para os 1000 Km de Nürburgring de 1983, acabou se tornando a mais rápida já registrada nos 20,8 km do circuito com uma velocidade média superior a 200 km/h.

high_919_hybrid_evo_nürburgring_2018_porsche_ag (6)

Para não deixar dúvidas, a Porsche imediatamente correu para o Twitter a fim de registrar o momento em que o recorde foi quebrado.

Aparentemente esta era a volta decisiva, dada a quantidade de gente na beira da pista, perto do painel onde o tempo seria exibido, com bandeiras e câmeras registrando a reação de todos. Dá para ver o pessoal vibrando nos últimos instantes do vídeo onboard, que a Porsche acabou de soltar. E que vai te tirar o fôlego. Aprecie:

Não foi o sub-5 esperado por muita gente (nós, por exemplo), incluindo entusiastas que estavam acompanhando os treinos. Mas estamos falando de uma vantagem de 51 segundos para o Porsche 56. Como dissemos há alguns dias, os carros de corrida atuais conseguem encostar com facilidade no tempo de Stefan Bellof em 1983, então a Porsche só poderia conquistar algo deste calibre com um carro de competição que já não segue regra alguma, e o preparando especificamente para Nürburgring, em uma sessão particular. Que foi o que aconteceu.

high_919_hybrid_evo_nürburgring_2018_porsche_ag

É até difícil tecer comentários. Estamos atordoados, ainda. De cara impressionam as retomadas absurdas do 919 – como logo após a curva Wëhrseifen, quando o Timo Bernhard vai de 90 a 205 km/h em pouco mais de dois segundos (por volta dos 2:05 do vídeo).

high_919_hybrid_evo_nürburgring_2018_porsche_ag (3)

 

high_919_hybrid_evo_nürburgring_2018_porsche_ag (1)

Em todos os trechos de alta velocidade o 919 Hybrid Evo ultrapassa os 300 km/h. Ele chega aos 328 km/h no Füchsrohre, um dos trechos mais desafiadores do circuito (por volta de 1:20); atinge os 305 km/h no trecho entre a Ex-Mühle e a Bergwerk (a partir dos 2:25); depois vai até 349 km/h na Kesselchen. Depois da Flugplatz? 342 km/h (perto de 1:00 no vídeo). A velocidade na reta final chega aos 369 km/h – sabemos que são mundos diferentes, mas o já insano 911 GT2 RS, com seus 700 cv e 6:47,3 no cronômetro, chega a 312 km/h no mesmo trecho. Detalhe: o 911 GT2 RS atingiu a velocidade máxima no fim da reta; o 919 chega aos 369 km/h ainda no meio dela.

Para te dar uma noção melhor, colocamos logo acima o vídeo onboard do 911 GT2 RS. Repare que, depois da Flugplatz o 911 arranha os 300 km/h (perto de 1:15); no Fuchsröhre ele chega aos 274 km/h (cerca de 1:37 no vídeo); vai aos 240 km/h no trecho entre Ex-Mühle e Bergwerk (a partir dos 3:00) e belisca os 280 km/h na Kesselchen.

Repare também que, no Karussell, o Porsche 911 GT2 RS vai na mesma velocidade que o 919 Hybrid – entre 100 e 105 km/h – mas só porque o GT2 RS pode seguir o traçado ideal, enquanto o 919 Hybrid Evo precisa ir por fora por causa da altura da suspensão. Não são carros comparáveis diretamente, mas com isto vemos o nível de desempenho de um protótipo sem restrições. É surreal.

high_porsche_team_919_hybrid_evo_nürburgring_2018_porsche_ag

A Porsche decidiu fazer suas tentativas nas primeiras horas da manhã por causa do tempo mais fresco – eles não aguentaram esperar até o outono alemão, pelo visto. E um detalhe interessante: de acordo com Misha Charoudin, o russo que tem uma empresa de locação de carros perto do circuito e estava acompanhando tudo de um viaduto que fica praticamente na linha de chegada, houve uma volta anterior a esta na qual o 919 Hybrid Evo virou 5:24, mas o pessoal da Porsche aparentemente sabia que dava para baixar este tempo ainda mais. E eles estavam certos.

Talvez o mundo todo tenha se precipitado ao prever um tempo sub-5 no Nordschleife, mas isto não importa. Timo Bernhard entrou para a história nesta manhã, assim como o 919 Hybrid Evo.

high_timo_bernhard_porsche_team_nürburgring_2018_porsche_aghigh_porsche_team_919_hybrid_evo_nürburgring_2018_porsche_ag (1)

E os caras ainda arredondaram para cima na foto, como dita o padrão

Matérias relacionadas

Acelerando Challenger Hellcat e Camaro SS nos EUA, um raríssimo Pontiac Grand Prix no Brasil, consertando os freios do Fusca e mais nos melhores vídeos da semana

Dalmo Hernandes

Este Gol Star 1989 é raro, bem cuidado e original – e está à venda

Dalmo Hernandes

Legacy RS: o Subaru 555 que disputou (e venceu!) no WRC antes do Impreza

Dalmo Hernandes