FlatOut!
Image default
História Zero a 300

Porsche Lindner Coupé: o 356 feito na Alemanha Oriental com peças contrabandeadas – e a ajuda de Ferry Porsche

Sabe porque achamos os carros cubanos e soviéticos tão interessantes? É porque eles simbolizam a vontade das pessoas em ter um carro apesar de tudo conspirar contra isso. Veja os cubanos, por exemplo: eles aprenderam a fazer fluido de freio com detergente de louça, xampu e mel. No lado oriental da Cortina de Ferro a história não era diferente: até dava para comprar peças novas, mas a produção mal dava conta da demanda pelos carros e a fila de espera levava anos. Por isso não havia um mercado i

Matérias relacionadas

Golf GTI W12, ou quando a VW decidiu fazer um hot hatch de 650 cv e motor central-traseiro

Dalmo Hernandes

AIC: o guia de pilotagem do FlatOut para você encarar o Autódromo de Curitiba!

Juliano Barata

GP dos EUA, 1974: quando o circuito de Watkins Glen se tornou o Woodstock da Fórmula 1

Dalmo Hernandes