A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Lançamentos

Porsche Macan no Brasil: tudo o que você precisa saber sobre o utilitário esportivo (de verdade) da marca

Confirmado para o Brasil logo após seu lançamento, no Salão de Genebra de 2013, o Macan já está em pré-venda no Brasil, e começa a ser entregue em julho. Por isso, reunimos em um único post tudo o que você queria saber sobre ele.

Há 12 anos a Porsche descobriu uma mina de ouro chamada Cayenne. A ideia de um SUV da Porsche feriu os puristas, mas deu início a uma nova era na história da marca, que resultou em sua atual posição como uma das mais lucrativas do mundo. Não demoraria muito até que a Porsche lançasse mais um SUV, mas desta vez ele pode realmente ser considerado esportivo e, segundo a imprensa estrangeira que já andou com o carro, ele consegue combinar velocidade, agilidade e uma leve pegada off-road — mas não muito.

Como muitos outros produtos do grupo Volkswagen, o Porsche divide com a Audi alguns ingredientes usados para fazer o Q5, mas como toda receita feita em casas diferentes, o resultado final também acabou diferente. Por usar uma plataforma modular (a MLB, para motores longitudinais) o entre-eixos é o mesmo nos dois carros — 2,80 m — mas praticamente todo o resto do Macan é diferente.

P14_0027

Ele é mais longo, mais largo e bem mais baixo que o Q5, chegando a parecer ter o porte do Q3 em algumas fotos de divulgação. Essas dimensões pouco comuns para um SUV tornam o Macan mais próximo do Panamera e do 911 que do Cayenne e, segundo o designer-chefe do projeto, Michael Mauer, isso se deve especialmente à traseira larga e aos elementos chamados por ele de “lâminas laterais” — cavidades esculpidas na parte inferior das portas para dar a impressão de que o carro é mais baixo.

Do outro lado do oceano o Macan é oferecido com três motorizações: a primeira, de entrada, é o 2.0 TSI de 235 cv, semelhante ao visto por aqui no Golf GTI. Devido ao posicionamento do Macan no Brasil, é pouco provável que essa versão desembarque por aqui neste primeiro momento. Ainda haverá uma versão diesel a partir de 2015, mas quem está com o visto carimbado para o mercado brasileiro são as outras duas versões: S e Turbo. Apesar de apenas uma delas se chamar “Turbo” ambos usam motores V6 sobrealimentados por turbocompressor e derivados do V8 do Panamera.

S14_0076

A versão S usa um V6 3.0 de 345 cv a 5.400 rpm e seu turbo trabalha com 1 bar de pressão. Com esse motor o Macan chega aos 100 km/h em 5,2 segundos e vai até os 254 km/h. Já a versão Turbo tem 3,6 litros de cilindrada e seu turbo produz 1,2 bar de pressão para gerar 405 cv a 6.500 rpm. Ele empurra o Macan aos 100 km/h em 4,8 segundos e chega a 266 km/h.

Os dois motores têm sistema stop/start para economizar combustível e a única opção de câmbio é uma caixa automatizada de sete marchas com embreagem dupla e trocas por borboletas no volante. Dali, torque e potência vão para as quatro rodas por meio do mesmo sistema de tração integral do Cayenne — a tração é traseira e o torque pode ser direcionado automaticamente para o eixo dianteiro sob demanda por meio de uma embreagem multidisco.

Macan - Phantomgraphik

Embora tenha inspiração bem mais esportiva, o Macan não tem diferencial com vetorização de torque (PTV) como o 911, nem diferencial de deslizamento limitado de série, mas os sistemas ABD (freio automático do diferencial), PTM (controle de tração) e PSM (controle de estabilidade) produzem resultados bem semelhantes freando rodas independentemente para controlar o deslizamento das rodas e o destracionamento dos pneus.

A Porsche ainda não divulgou os pacotes de equipamentos e acessórios do Macan no Brasil, mas ele pode ser equipado com três tipos diferentes de suspensão: molas e amortecedores convencionais, molas e amortecedores ajustáveis e suspensão a ar com amortecedores ajustáveis — que é opcional nas duas versões. Nosso palpite é que as duas versões chegarão com suspensão ajustável, mas só o Turbo poderá ser equipado com o sistema a ar.

2015-Porsche-Macan-interior

Por dentro, o Macan tem a típica qualidade dos carros alemães, e o console central inclinado do 911 e que apareceu pela primeira vez no Carrera GT. O volante é pequeno, e é praticamente o mesmo usado no 918 Spyder. Apesar da traseira larga, a curva do teto reduz o espaço útil para carga. Mesmo sendo mais longo que o Audi Q5, o Macan tem 510 litros de volume no compartimento, enquanto o Audi pode levar 821 litros. São as concessões que precisam ser feitas em nome da esportividade.

O Macan já está a venda no Brasil e começará a ser entregue em julho. Os preços cobrados são R$ 399.000 pela versão S, e R$ 499.000 pela versão Turbo.

[ Fotos: Divulgação/Porsche ] 

Matérias relacionadas

Este é o novo Bentley Continental GT: mais bonito, mais leve, mais luxuoso e com um W12 de 635 cv

Dalmo Hernandes

Pneus para carros antigos: Pirelli Collezione chega ao Brasil! Veja todos os modelos e medidas

Juliano Barata

Só para as pistas: Porsche 911 GT2 RS Clubsport é a despedida matadora do 991

Dalmo Hernandes