A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Zero a 300

Porsche pode deixar Le Mans (de novo), tribunal derruba suspensão do aumento dos impostos da gasolina, Renault Kwid tem quatro meses de espera e mais!

Este é o Zero a 300, nossa rica mistura das principais notícias automotivas do Brasil e de todo o mundo, caro car lover. Assim você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere com a gente!

 

Tribunal “derruba” suspensão do aumento dos impostos sobre combustíveis

hero_EB20100609REVIEWS100609978AR

A suspensão do aumento dos impostos sobre os combustíveis foi “derrubada” na noite desta última quarta-feira (26). O Tribunal Regional Federal da 1ª Região suspendeu a decisão de primeira instância que havia anulado o decreto de aumento dos impostos sobre os combustíveis, julgada pelo juiz substituto Renato Borelli.

A suspensão foi concedida pelo desembargador federal Hilton Queiroz, que criticou a posição do juiz Renato Borelli e disse que o país vive um “exacerbado desequilíbrio orçamentário”, tendo de trabalhar com “déficit bilionário”, e que “decisões judiciais, como a que ora se analisa, só servem para agravar as dificuldades da manutenção dos serviços públicos e do funcionamento do aparelho estatal, abrindo brecha para um completo descontrole do país e até mesmo seu total desgoverno”.

Coloca casaco.

 

Porsche irá deixar o Mundial de Endurance (e Le Mans)

Porsche 919 Hybrid, Modell 2017

O jornal alemão Frankfurter Allegemeine Zeitung publicou nesta semana que a Porsche irá se retirar do Mundial de Endurance (WEC) ao final desta temporada de 2017. A informação ainda não é oficial mas, segundo o jornal, o anúncio deverá ser feito de forma oficial nos próximos dias.

A decisão aparentemente tem a ver com o prejuízo bilionário do grupo Volkswagen após o caso das fraudes nos testes de emissões de poluentes, uma vez que a Porsche gastou cerca de US$ 350 milhões em cada uma das temporadas do WEC que disputou desde 2014.

Porsche

 

Caso a saída da Porsche venha a se concretizar, a Toyota será a única fabricante disputando o campeonato na categoria LMP1, o que certamente irá exigir mudanças no regulamento para as próximas temporadas.

 

Renault Kwid tem fila espera até novembro

kwid01

No final deste mês a Renault irá encerrar o período de pré-venda do Kwid, que oferece o carro por R$ 29.990 mediante um sinal de R$ 1.000 que pode ser parcelado em até três vezes do cartão de crédito. Com isso, a partir de agosto o carro terá uma nova tabela de preços e possivelmente uma nova lista de equipamentos em algumas versões.

O fim do período de pré-venda, contudo, não significa que os primeiros compradores irão finalmente receber seus carros. Segundo a Renault, as entregas começarão a ser feitas somente a partir de 30 de novembro — uma espera de mais de quatro meses pelo “SUV compacto”. O motivo da demora, aparentemente, é a alta demanda que a pré-venda do modelo encontrou, com quase 7.000 interessados que depositaram o sinal de R$ 1.000.

 

Mercedes irá construir um novo exemplar do 190E Evo II para seus track days

mercedes-benz-190e-25-16-evo-ii-recreation_2-1400x788-1

Houve uma época em que os carros de corrida precisavam de um número mínimo de exemplares produzidos anualmente para ganhar a homologação da FIA em suas categorias. Essa era resultou em alguns dos esportivos mais impressionantes da história, como o Lancia Stratos, o Audi Quattro, o Escort RS Cosworth e o Mercedes-Benz 190E Cosworth.

O problema destes carros é que eles eram feitos somente nas quantidades mínimas exigidas pelos regulamentos, o que também fez deles os modelos mais raros da história recente. Com produção entre 25 e 500 exemplares, os carros acabam nas mãos de colecionadores e só voltam a ser usados em raras ocasiões especiais — isso quando voltam.

mercedes-benz-190e-25-16-evo-ii-recreation_1-1400x788

Por isso, quando a Mercedes-Benz Classic decidiu oferecer aos seus clientes a chance de experimentar a emoção do DTM e do Grupo A dos anos 1980, em vez de procurar um dos 502 exemplares do 190E Evo-2 ou simplesmente retirar seu exemplar imaculado do acervo, eles acharam que seria uma ideia melhor construir um exemplar novinho para ser usado e abusado em seus eventos de pista.

mercedes-benz-190e-25-16-evo-ii-recreation_4-1400x788

O modelo nasceu como um 190E convencional, e foi convertido exatamente como nos anos 1980, ganhando o motor 2.5 16v com cabeçote Cosworth e 235 cv, exatamente como o Evo II que disputou o DTM. Agora, o carro será usado no trackday da Mercedes Classic que acontecerá na Bélgica na próxima semana. Será que não dá para fazer outros 502, Mercedes?

 

Reino Unido irá banir carros a combustão interna em 2040? Não é bem assim

stream_img

Você provavelmente viu na noite de ontem que “o Reino Unido também irá proibir a venda de veículos movidos a combustão interna em 2040”, seguindo o exemplo da França. Talvez você tenha esperado o Zero a 300 para saber o que teríamos a dizer sobre isso, talvez tenha se indignado (ou as duas coisas).

Pois bem, a história não é como estão contando. O Reino Unido não irá proibir a venda de carros a diesel e gasolina (e etanol ou qualquer coisa que queime um combustível) a partir de 2040.

O que aconteceu é que o departamento de meio-ambiente do Reino Unido anunciou que está se mobilizando para proibir as vendas de veículos movidos por motores convencionais de combustão interna. O pessoal da Road & Track conversou com o departamento (chamado Defra) e descobriu que a definição de “carros convencionais a combustão” é “veículos que não usam assistência híbrida”. Assim, os fabricantes que quiserem vender carros movidos a combustão, deverão usar algum tipo de motor elétrico para ajudar os pistões a mover o carro.

O que o Defra está exigindo, na verdade, já é o caminho natural que os motores a combustão estão trilhando. Afinal, ao que tudo indica, os sistemas de 48 volts com um motor elétrico entre o motor e o câmbio, junto do volante do motor/conversor de torque, é a próxima tendência que deverá se tornar um padrão em um futuro não muito distante.

Matérias relacionadas

Ferrari 488 GTO revelada, GM quer Camaro “sub-7” em Nürburgring, Range Rover terá versão cupê e mais!

Leonardo Contesini

Mercedes-Benz G-Wagen: oito fatos que fazem dele um dos SUVs mais icônicos do mundo

Dalmo Hernandes

Como Dan Gurney se tornou o segundo piloto a vencer um GP de F1 com um carro feito por ele mesmo

Dalmo Hernandes