A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Zero a 300

Porsche revela carro de Le Mans, novidades de AC Schnitzer, Brabus e ABT, o fim do Jaguar XJ e mais!

Bom dia, caros leitores! Bem-vindos ao Zero a 300, a nossa rica mistura das principais notícias automotivas do Brasil e de todo o mundo. Assim, você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere conosco.

O Zero a 300 é um oferecimento do Autoline, o site de compra e venda de veículos do Bradesco Financiamentos. Nesta parceria, o FlatOut também apresentará avaliações de diversos carros no canal de YouTube do Autoline – então, clique aqui e se inscreva agora mesmo (e não esqueça de ativar o sininho)!

 

Porsche 911 RSR revela pintura especial para Le Mans

A Porsche divulgou nesta semana os esquemas de cores que o 911 RSR vai usar na edição 2019 das 24 Horas de Le Mans. A fabricante já garantiu o título do WEC na última etapa, em Spa-Francorchamps, no início do mês e, por isso, decidiu comemorar com uma pintura especial. Ela troca a listra vermelha que atravessa a carroceria por uma faixa dourada, simbolizando o ouro atribuído aos campeões. Retrovisores e asa traseira também são dourados.

Os dois carros que competem no WEC usam os números 91 e 92. O primeiro será conduzido por Gianmaria Bruni, Richard Lietz e Frédéric Makowiecki. O segundo trará os campeões Michael Christensen, Kévin Estre, e Laurens Vanthoor revezando ao volante.

Além destes carros, outros dois 911 RSR correrão em Le Mans com a pintura da Brumos, com faixas vermelha e azul sobre um fundo branco, usando os números 93 e 94. O primeiro terá como pilotos Earl Bamber, Nick Tandy e Patrick Pilet. Já o segundo carro será conduzido por Sven Müller, Mathieu Jaminet e Dennis Olsen.

A estreia dos carros na pista acontecerá neste fim de semana, dia 2 de junho, primeiro dia de testes no circuito de La Sarthe. A prova está marcada para daqui a duas semanas, começando no dia 15 de junho. (DH)

 

Hennessey vai colocar um V8 Hellcat de 1.000 cv no Jeep Gladiator

Se a Jeep não pretende colocar o motor V8 Hellcat na picape Gladiator tão cedo, há quem o faça: a Hennessey Performance, preparadora do texano John Hennessey. Eles anunciaram nesta semana o Hennessey Maximus 1000 – e, como o nome indica, a picape do Wrangler terá uma versão de 1.000 cv do V8 Hellcat.

Além do aumento de potência – que, como de costume, deverá vir graças a um supercharger maior, novas polias e uma reprogramação na ECU – será acompanhado de 129 kgfm de torque. A força será moderada por uma caixa automática de oito marchas.

Fora o aumento de potência, o Hennessey Maximus 1000 também terá novas rodas e pneus BF Goodrich KD. A suspensão ficará 15 cm mais alta, e a Gladiator receberá também novos para-choques e luzes de LED.

A Hennessey afirma que serão feitas 24 unidades do Maximus 1000 ainda neste ano, ao preço de US$ 200.000 (cerca de R$ 797.000 em conversão direta). (DH)

 

AC Schnitzer apresenta pacote completo para o M850i

Enquanto a BMW não lança o M8, a AC Schnitzer oferece uma alternativa realista com o M850. A preparadora apresentou o pacote completo para a atual versão de topo do Série 8, que eleva a potência de seu V8 biturbo 4.4 de 530 cv para 620 cv, e o torque de 76,3 kgfm para 85,4 kgfm. Os números são muito próximos do que se espera para o futuro M8, mas a preparadora/fabricante não divulgou os dados de desempenho do modelo.

Além do pacote de motor, a AC Schnitzer também oferece duas opções de escape, com válvulas de bypass para desviar o fluxo dos abafadores; um conjunto de molas esportivas para rebaixar o carro em 20 mm.

No campo estético, o carro recebe splitter e aletas de fibra de carbono, respiros de fibra de carbono para o capô, saias laterais de fibra de carbono, além de difusor e asa traseira de fibra de carbono. E fibra de carbono de fibra de carbono, com acabamento de fibra de carbono. Um elemento interessante oferecido é a luz de freio auxiliar inspirada nos carros de competição, posicionada no centro do difusor traseiro.

As rodas podem ser do modelo AC3 forjadas ou AC1 BiColor, ambas de 20 polegadas, mas com pneus 245/35 e 275/30 (dianteira/traseira) para o modelo AC3, e pneus 245/35 e 285/30 para o modelo AC1. (LC)

 

Brabus 800: um Mercedes-AMG GT 63 S 4-Door de 800 cv

A versão de topo do Mercedes-AMG GT 4-Door, a 63 S, já é um carro potente até demais para a maioria das pessoas, com 639 cv e 91,5 kgfm de torque. Mas para a Brabus, que já tem tradição em preparar os modelos mais fortes da Mercedes, ainda era pouco. A companhia apresentou agora o Brabus 800 – sim, uma versão de 800 cvdo AMG GT 63 S.

Além dos 800 cv (161 cv a mais que a versão de fábrica), o Brabus 800 ainda dispõe de 101,8 kgfm de torque. A força extra é cortesia de dois novos turbocompressores e uma reprogramação na ECU. Com isto, o carro agora vai de zero a 100 km/h em 2,9 segundos. Original de fábrica, são 3,1 segundos. A velocidade máxima, por outro lado, permanece inalterada: 315 km/h.

Como de costume, a Brabus também incluiu algumas mudanças estéticas: rodas Brabus Monoblock de 21 polegadas na dianteira e 22 polegadas na traseira, com pneus Pirelli 275 na frente e 335 atrás (!); um novo spoiler na diantiera, um novo difusor na traseira (ambos de fibra de carbono) e embemas Brabus espalhados pelo carro. Além disso, a Brabus oferece o sistema Airmatic Sport Unit de suspensão a ar, que permite reduzir a altura do carro em relação ao solo em 2,5 cm. (DH)

 

ABT apresenta RS5-R Sportback com 530 cv

Sim, hoje é o dia das preparadoras no Zero a 300. A última delas é a ABT, que apresentou a versão europeia de seu RS5-R Sportback.

O modelo, que será limitado a 50 unidades, ganhou uma série de modificações em seu V6 2.9 biturbo para chegar aos 530 cv e 69,1 kgfm — um ganho de 80 cv e 8,1 kgfm em relação ao original. As mudanças no motor incluem o aumento da pressão de trabalho do turbo pela reprogramação da válvula wastegate, um novo sistema de arrefecimento, um novo sistema de escape e novo coletor de admissão.

Além da potência extra, o RS5-R Sportback ganhou upgrades na suspensão, que incluem o sistema ajustável da ABT e novas barras estabilizadoras da preparadora nos dois eixos.

Todos os apêndices aerodinâmicos (saias, spoilers e splitters) são feitos de fibra de carbono e decorados com o logotipo vermelho RS5-R.

Opcionalmente é possível comprar respiros de fibra de carbono para o cofre, e um sistema de escape com duas saídas duplas de 4 polegadas. As rodas são as ABT Sport GT de 21 polegadas com pneus 275/25 da Continental.

Por dentro, os upgrades incluem bancos com revestimento parcial de couro, acabamento de fibra de carbono para a alavanca do câmbio e luzes de cortesia nas portas. (LC)

 

Jaguar XJ tem fim de produção marcado e próxima geração será elétrica

A geração atual do Jaguar XJ foi lançada em 9 de julho de 2009, mas ela não chegará a completar dez anos pois a produção do topo de linha da marca está marcado para 5 de julho. O sedã segue sem grandes novidades desde o face-lift recebido na linha 2015, na Europa ele é vendido desde 2018 apenas com motor devido a mudanças nas leis de emissões do continente. No Brasil ele vem apenas com o V6 de 3 litros com supercharger, em outros mercados ele ainda é disponível com o V8 5.0 com supercharger.

Nos planos da Jaguar tem um sucessor elétrico para o XJ, seguindo a nova norma de eletrificação do fabricante inglês. O novo sedã topo de linha seguirá com o nome XJ e tem lançamento previsto para 2020. Apesar da imagem tradicionalista da marca o XJ sempre foi um carro de inovação na marca, com a primeira geração sendo mais um grand tourer de quatro portas que um carro de luxo tradicional da época, a terceira geração foi o primeiro carro da marca feito todo de alumínio e a geração atual desprendeu do estilo retrô. (ER)

 

Jeep Renegade é chamado para recall no software dos airbags

A Jeep está convocando unidades do Renegade ano/modelo 2018 e 2019 para uma atualização no software da central dos airbags. O fabricante identificou possibilidade de desconfiguração dos parâmetros de funcionamento do software, o que pode comprometer o funcionamento das bolsas e dos pré-tensionadores do cinto.

Os carros convocados tem números de chassis não sequenciais com os últimos seis dígitos de 184001 a 252736. O reparo já pode ser agendado e terá início no dia 3 de junho, com tempo de reparo de aproximadamente uma hora. (ER)

Matérias relacionadas

Ford reduz preços do Fiesta no Brasil, o novo Puma acelera pela primeira vez, novo Porsche 911 GT2 RS terá 650 cv e mais!

Leonardo Contesini

Koenigsegg Agera RS atinge os 447 km/h e é o novo carro mais rápido do mundo (oficialmente)

Dalmo Hernandes

Novo BMW Série 5 no Brasil, Apple ganha licença para testar carros autônomos, O novo R8 Audi Sport e mais!

Leonardo Contesini