A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Car Culture

Preço do Renault Sandero RS é revelado: R$ 58.880 – hot hatch chega em setembro

Acabou a espera. Depois de meses de segredos, flagras, exibicionismo, informações a conta-gotas e até uma prévia no Salão de Buenos Aires, a Renault finalmente divulgou a data de lançamento do Sandero RS e, o que todos queriam saber, quanto o esportivo irá custar. Direto ao ponto: o modelo chegará na primeira quinzena de setembro e custará R$ 58.880,

O preço é inferior ao nosso palpite inicial, R$ 60.000, e R$ 8.130 mais barato que seu principal concorrente, o Fiat Punto T-Jet, que sai por R$ 67.010 e vem equipado com motor 1.4 turbo de 152 cv e origem italiana, capaz de levá-lo aos 100 km/h em 8,4 segundos e à máxima de 203 km/h.

2077__mg_0678

O Sandero RS, como já vimos no começo do ano, usa o 2.0 16v F4R de 150 do crossover Duster. Com 1.162 kg, a potência é suficiente para fazê-lo andar junto do seu rival ítalo-mineiro: são oito segundos para ir de zero a 100 km/h e 202 de velocidade máxima. A aceleração mais rápida pode ser resultado do câmbio de seis marchas, que permite relações mais curtas nas marchas baixas — o Punto T-Jet usa câmbio de cinco marchas —, mas isso é algo que só descobriremos depois de avaliá-lo.

Além do motor 2.0, o Sandero RS também ganhou um pacote completo da Renaultsport. Aliás, este é o primeiro carro feito pela divisão esportiva da marca fora da Europa. Os faróis usam máscara negra, os para-choques têm tomadas de ar maiores, luzes diurnas de LED integradas, saída de escape dupla e uma simulação de difusor de ar na traseira. Por dentro, o RS tem pedais com acabamento metálico, costuras vermelhas e volante Renaultsport — o mesmo usado no Clio GT francês.

2044_sandero-rs_5

 

A ECU terá três modos de condução, o chamado RS Drive — Normal, Sport e Race. Não há detalhes sobre cada modo, mas sabe-se que eles alteram os parâmetros de resposta do acelerador, peso e progressividade da direção elétrica, e atuação dos controles de tração e estabilidade. É um recurso análogo ao sistema DNA do Punto T-Jet, que altera respostas do acelerador e direção de acordo com os modos Dinâmico, Normal e Autonomia.

Unknown-1

O chassi também recebeu atenção especial da Renaultsport: a suspensão é 25 mm mais baixa, os freios usam discos nas quatro rodas, barras estabilizadoras mais grossas e eixo traseiro mais rídigo — além, é claro, das rodas de 16 polegadas com pneus 205/45 Continental Contisportcontact 3. As rodas de 17 polegadas vistas nos vídeos e imagens promocionais são um opcional de R$ 1.000 — que, apostamos, será bem vendido — e usam os mesmos pneus 205/45.

11885096_893801350700455_3697592204635174369_n

Com exceção das rodas de 17 polegadas e de algumas opções de cores, o Sandero RS não terá opcionais. Ele virá equipado de série com tudo o que já foi mencionado mais acima (controles de tração e estabilidade, sistema RS Drive) além de central multimídia com comandos de voz.

2044_sandero-rs_2-p vermelho_frente_cidade.jpg.ximg.l_12_m.smart

 

Matérias relacionadas

WAT? Um Mustang fastback com motor V8 Hemi e a cara do Plymouth Superbird?

Dalmo Hernandes

20 anos do Mercedes Classe A: a história do Baby-Benz

Leonardo Contesini

“Riding shotgun”: estes malucos usaram um Porsche 911 Targa como alvo móvel!

Dalmo Hernandes