A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Zero a 300

PRF aplica 30 multas por hora por ultrapassagens irregulares, agente de trânsito é condenada a indenizar juiz parado em blitz, ESP obrigatório na Europa e mais!

Este é o Zero a 300, nossa rica mistura das principais notícias automotivas (ou não) do Brasil e de todo o mundo, caro car lover. Assim, você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere com a gente!

 

Polícia Rodoviária Federal aplica 30 multas por hora após endurecimento das leis por ultrapassagens irregulares

fdpultrapassando

Desde o último sábado, a punição para motoristas que fizerem ultrapassagens proibidas ficou mais pesada. A multa para quem ultrapassa pela contramão em faixa contínua subiu de R$ 191,54 para R$ 957,70, enquanto a multa para os espertos do acostamento foi de R$ 127,69 para os mesmos R$ 957,70.

Como é comum nesses casos de mudança de lei, a fiscalização se intensificou para garantir que esta não será mais uma lei que “não pegou” (ao menos nos primeiros meses). Depois de dois dias de operação a Polícia Rodoviária Federal divulgou o balanço das multas aplicadas neste primeiro fim de semana das novas regras. Foram nada menos que 1.439 infrações — ou 30 por hora durante 48 horas —, sendo 1.190 ultrapassagens pela contramão e 145 ultrapassagens pelo acostamento em todo o Brasil.

Além destes dois tipos de infração, a nova lei também aumente a punição para quem forçar ultrapassagem, ultrapassar sobre pontes, ultrapassar veículos parados pela contramão e ultrapassar em intersecções. Foram 43 casos de ultrapassagens forçadas, que agora é punido com multa de R$ 1.915 e ainda pode suspender o direito de dirigir, 28 por ultrapassagem em pontes, 12 de veículos parados pela contramão e quatro me interseções. Nessas últimas a multa também é de R$ 957,70.

 

Agente de trânsito é obrigada a indenizar juiz parado em blitz

Lei-Seca1

Uma agente de trânsito do Detran do Rio de Janeiro foi condenada pela justiça a indenizar um juiz em R$ 5.000. O motivo? Em 2011 a agente trabalhava em uma Operação Lei Seca no Leblon, na zona sul do Rio de Janeiro, quando parou o juiz em uma blitz. O juiz João Carlos de Souza Correia conduzia um Land Rover sem placas e sem documentos, e sem portar sua CNH. O magistrado passou pelo teste de alcoolemia, mas como o carro estava sem placas após o prazo limite para o emplacamento ele deveria ser levado para o depósito.

Na ocasião o juiz solicitou para que o carro fosse levado a uma delegacia, o que foi negado pela agente. Diante da negativa o juiz deu voz de prisão à agente por desacato. A agente fez uma representação por abuso de autoridade, mas nesta semana ela foi condenada a indenizar o juiz em R$ 5.000 por danos morais. Na sentença, o desembargador responsável afirmou que que a servidora ofendeu o juiz, “mesmo ciente da relevância da função pública por ele desempenhada” ao dizer que ele “é juiz, mas não Deus”.

A agente por sua vez afirmou que, diante das irregularidades, alertou o juiz da proibição de continuar com o carro e da necessidade de apreensão do veículo. O magistrado se identificou como juiz e lhe deu voz de prisão, determinando que ela fosse conduzida à delegacia mais próxima. A sentença ainda afirma que o fato de o juiz se identificar como tal, não caracteriza a chamada “carteirada”.  Leia mais detalhes no Estadão.

 

Controle de estabilidade será obrigatório para carros de passeio na Europa

A União Europeia anunciou que o controle eletrônico de estabilidade será um equipamento obrigatório para carros de passeio e veículos comerciais leves vendidos no continente. Até agora, 84% dos carros novos vendidos na Europa são equipados com programa eletrônico de estabilidade (ESP), uma tecnologia que já preveniu 190.000 acidentes e salvou mais de 6.000 vidas na Europa. A nova regra se aplica, por enquanto, somente a carros de passeio e comerciais leves de até 3,5 toneladas.

O ESP já é obrigatório nos EUA e no Canadá desde setembro de 2011 para todos os carros com peso bruto total de até 4,5 toneladas. O sistema também é obrigatório na Austrália e em Israel, enquanto o Japão, a Coreia do Sul, a Turquia e a Rússia têm planos para implementar a obrigatoriedade nos próximos anos. Para entender como funciona o ESP, veja nosso post técnico explicativo neste link.

 

Ford pode estar preparando Mustang GT350 para o próximo dia 17

A Ford parece ter algo bem importante para o Salão de Los Angeles deste ano, que começa em duas semanas. A marca lançou o primeiro de cinco teasers em vídeo sobre a história das versões de alto desempenho de seus carros, assim como imagens de seus carros de corrida.

A intenção óbvia aqui é mostrar um modelo especial que deverá ser revelado pela primeira vez no Salão americano. Podemos ver uma tampa de válvulas Powered by Ford, pedais de alumínio, pneus esportivos, uma saída de escape grande, grade tipo colmeia e um jogo de rodas de alto desempenho. A dianteira parece com aquela vista nas imagens publicadas pelo site Mustangg6g.com em agosto, que mostravam o suposto GT350, o que nos leva a crer que este é o novo modelo que a Ford vem preparando.

 

Matérias relacionadas

Este cara gastou R$ 20.000 para ter um Tesla Model S 100% funcional. Mas como?

Dalmo Hernandes

Os detalhes do próximo Golf GTI, Hellcat dobra a produção, track days pelo Brasil, série especial do Mitsubishi L200 e mais!

Leonardo Contesini

9.000 rpm e 500 cv no mais novo aircooled flat-6 da… Williams!?

Leonardo Contesini