A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Zero a 300

A primeira foto e a suposta potência do Dodge Demon, Porsche poderá vender 911 com motor central, o novo crossover médio da Volkswagen e mais!

Este é o Zero a 300, nossa rica mistura das principais notícias automotivas do Brasil e de todo o mundo, caro car lover. Assim você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere com a gente!

 

Alguém vazou a primeira foto oficial e os dados de potência do Dodge Demon

2018 Dodge Challenger SRT Demon

O Dodge Demon será revelado somente no final da noite de amanhã (11), mas você sabe como é o roteiro dos lançamentos de hoje em dia. É claro que alguém ia vazar alguma imagem oficial antes da hora. Este aí em cima é o Dodge Challenger SRT Demon, com seus para-lamas alargados, pneus de arrancada e um V8 supercharger com níveis de potência jamais vistos em um V8 produzido em grande volume. Como nós sabemos? Bem, alguém também pode ter vazado os dados de potência do carro.

Até agora tudo o que sabíamos é que o Dodge Demon terá três níveis de potência. O quanto ele irá produzir em cada modo é algo que não conseguimos descobrir, apenas suspeitamos que ele terá 757 hp (767 cv) no modo normal, dado que o número 757 apareceu de forma recorrente nos teasers lançados desde fevereiro.

Mas agora a página LX & Beyond Nationals, dedicada aos modelos Dodge, parece ter aproveitado a quebra do embargo para revelar a suposta potência dos demais modos do Demon. Segundo eles, o muscle terá 815 hp (826 cv) no modo intermediário – algo sugerido pela Dodge nos teasers do Performance Pages e “Multiplication”. Já o drag mode, segundo a página, permitirá que o V8 produza nada menos que 1.023 hp (1.037 cv), contudo, como já vimos neste post, para produzir esta potência máxima ele precisará estar abastecido com gasolina de competição com octanagem superior a 100 e também equipado com a ECU extra, que acompanha a caixa de maldades para a pista — que, aliás, poderá ser um opcional de US$ 3.000, segundo a LX & Nationals.

Os dados revelados pela página são plausíveis. Mas se eles são realmente os números oficiais é algo que saberemos apenas amanhã à noite.

 

McLaren irá “imprimir” peças nos boxes durante os treinos dos fins de semana de corrida

PA2091857.0036

Em mais uma temporada sem grandes pretensões, a McLaren decidiu experimentar novas técnicas e táticas para tentar obter algum avanço na pista. A equipe britânica firmou uma parceria com uma empresa especializada em impressões 3D para imprimir peças e componentes nos boxes, durante os treinos para os Grandes Prêmios. A ideia faz sentido: ganhar tempo para avaliar um novo setup do carro.

Segundo o site Engadget, a tecnologia de impressão 3D poderá fornecer quase que imediatamente linhas hidráulicas reforçadas com fibra de carbon e até mesmo flaps para as asas. Atualmente a implementação de novos componentes leva o período decorrido entre os Grandes Prêmios, mas com a tecnologia 3D a equipe pode antecipar a implementação, permitindo que um componente “impresso” na sexta-feira possa ser usado no domingo, o que “seria um fator fundamental para tornar o MCL32 mais competitivo”, segundo a McLaren.

 

Volkswagen T-Roc é flagrado em testes quase sem disfarces

vw-t-roc-1

 

Depois de confirmar o nome de seu novo SUV crossover médio-compacto, a Volkswagen parece já estar em um estágio avançado de desenvolvimento do T-Roc. O modelo é baseado na plataforma MQB, e irá ocupar o lugar da primeira geração do Tiguan — que, por sua vez, cresceu e subiu um patamar na linha da Volkswagen em sua segunda e atual geração.

vw-t-roc-5

A versão de produção carrega muitos detalhes do conceito T-ROC, de 2014, como a silhueta afilada dos faróis, os para-lamas salientes, a larga coluna C e as lanternas traseiras retilíneas — no modelo flagrado pelo CarPix elas estão cobertas com um disfarce a la Chery Cielo, mas com algum esforço você conseguirá enxergar as verdadeiras linhas por baixo do adesivo.

2018-vw-t-roc

O T-Roc deverá ser lançado no final deste ano, no Salão de Frankfurt, e será equipado com motores 1.0 TSI de três cilindros, 1.5 TSI de quatro cilindros e um par de motores a diesel de 1,6 e dois litros — todos com câmbio DSG.

O modelo também será vendido nos EUA no final de 2018, e deverá chegar ao Brasil como substituto da atual geração do Tiguan (que já está entre nós desde 2007, tendo recebido um facelift em 2011, há distantes seis anos).

 

Porsche irá vender 911 de motor central-traseiro através de seu programa de competição

38194ab2-3f1e-4d19-9f43-3ab416e9cba9_teaser_original_720x1_5

Até agora somente os pilotos da Porsche conhecem o comportamento dinâmico de um 911 de motor central-traseiro, pois o modelo lançado em novembro permaneceu restrito à equipe de fábrica. Mas a história está prestes a mudar: segundo o site Sportscar365, a marca poderá oferecer o modelo a equipes independentes em um futuro próximo.

O site entrevistou o chefe da divisão de competição da Porsche, Dr. Frank Walliser, que revelou que a venda do modelo está nos planos da marca: “Ainda não tomamos a decisão final, mas há muita gente pedindo esse carro. Um número surpreendentemente alto.”

A fabricante recebeu pedidos da Europa, EUA e da Ásia, e diante da demanda está trabalhando em um modelo de vendas que deverá ser aprovado (ou não) em “dois ou três meses”, segundo Walliser. “Saberemos logo depois de Le Mans”, completou o engenheiro.

 

Matérias relacionadas

Próximo Velozes e Furiosos terá mais carros por vontade de Paul Walker, Ford terá novos modelos RS, o novo esportivo Lexus V8 aspirado de 470 cv e mais!

Leonardo Contesini

Rali Dakar 2018: o guia para você não perder nem um minuto

Dalmo Hernandes

Honda Civic Si é flagrado na versão sedã, Hennessey VelociRaptor ganha potência de Ford GT, os carros mais vendidos em fevereiro e mais!

Leonardo Contesini