A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Project Cars Project Cars #103

Project Cars #103: os resultados do Baja SAE Velociraptor nas pistas!

Olá, pessoal. Estamos de volta com a história do Baja Velociraptor. Nesse post final falaremos um pouco sobre o que aconteceu com o protótipo nas competições Regional Sul 2014 e Nacional 2015. Vamos nessa?

 

Competição regional

Em meados de novembro de 2014 partimos para a competição regional em Gravataí-RS no parque industrial da DANA. A competição recebeu 24 Universidades da região Sul do País, e serviria como um preparatório para a competição nacional. Na prova de apresentação de projeto a competição estava apertada, com várias equipes pontuando bem, nos forçando a arriscar mais nas provas dinâmicas.

A relação de transmissão bem curta mostrou-se uma excelente escolha na pista travada da competição regional, levando a bons resultados nas provas de aceleração, retomada e tração, e como o projeto de suspensão tinha característica sobresterçante o carro lidou bem com o espaço apertados das provas de manobrabilidade e suspension & traction. Ao fim das provas dinâmicas estávamos em 1º lugar com uma boa margem do segundo colocado, bastando administrar no enduro de resistência para levar o caneco pra casa.

Para as três horas de enduro, adotamos uma estratégia bem conservadora, sem forçar o sistema de suspensão e economizando combustível e pastilhas de freio, acontece que utilizamos pastilhas paralelas que custavam R$23,00 o par que duraram menos de uma hora e meia.

IMAGEM2

Colocamos um novo jogo de pastilhas e voltamos para a segunda parte do enduro. A pista molhada pela curva do dia anterior nos favoreceu por termos um carro pesado, fechando a competição em 1º lugar.

 

Resultados Baja Sul 2014 – 24 Equipes

2ºlugar – Apresentação de projeto
3ºlugar – Conforto
1ºlugar – Velocidade
1ºlugar – Retomada
1ºlugar – Manobrabilidade
1ºlugar – S&T
1ºlugar – Enduro
1ºlugar – Geral

IMAGEM3 IMAGEM4

 

 

Competição nacional

Em março de 2015 foi realizada a competição nacional no ECPA em Piracicaba – SP. A competição recebeu 73 Universidades, sendo que as 3 melhores universidades estariam classificadas para o Mundial em Maryland – EUA, o nosso objetivo era buscar essa classificação pois no ano de 2014 fomos a 4ª universidade e o gostinho do mundial não tinha passado.

Começamos a competição errando a mão no relatório de projeto e começamos bem mal ficando apenas em 33º, conseguimos nos recuperar um pouco na apresentação de projeto com um 14º lugar, mas com tantas equipes de alto nível precisaríamos andar num ritmo forte para buscar a classificação, então assim que começaram as provas dinâmicas decidimos arriscar tudo.

Fizemos uma boa prova de velocidade e aceleração, mas na hora de fazer o teste de tração o veículo que puxava as toras foi esquecido conectado … enfim, primeira capotagem realizada com sucesso.

IMAGEM5

Carro desvirado e bola pra frente

No Suspension & Traction tínhamos uma oportunidade para recuperar mais posições considerando-se a dificuldades da prova, de duas uma, acelerávamos com os dois pés e recuperávamos as posições ou acelerávamos com os dois pés e algo de errado iria acontecer. Pois bem, o carro entrou um pouco mais rápido do que devia num obstáculo e acabou levando alguns cones, é mais fácil explicar com fotos do que tentar contar a história…

IMAGEM6 IMAGEM7 IMAGEM8

No slalom nosso piloto mandou muito bem, mas a prova valia apenas dez pontos e não ajudou muito na recuperação…

Resumindo a história, na manhã de domingo estávamos na 11ª colocação geral, um ganho de 22 posições em relação ao início da competição, mas esse não era o objetivo, foi quando o piloto propôs tirar tudo do carro durante as 4 horas de enduro, normalmente nós poupamos o carro nas duas primeiras horas e forçamos depois, mas nós não podíamos nos dar esse luxo. Ninguém da equipe se opôs a proposta, largamos na 13ª posição, uma volta depois já estávamos em 5º, na terceira volta já estávamos em primeiro lugar, e na quarta volta nosso baja capotou… de novo.

IMAGEM9

Como não havia nenhuma falha estrutural o carro foi rapidamente autorizado a voltar, o ritmo foi forte durante as 3 horas e meia restantes fazendo apenas duas paradas para abastecimento. No fim do enduro terminamos em 2º lugar com 41 voltas, duas atrás da equipe vencedora (UFMG).

RESULTADOS BAJA NACIONAL 2015 – 73 EQUIPES

33ºlugar – Relatório de projeto
14ºlugar – Apresentação de projeto
17ºlugar – Conforto
3ºlugar – Aceleração
16ºlugar – Velocidade
10ºlugar – Tração
6ºlugar – Slalom
13ºlugar – Suspension & Traction
2ºlugar – Enduro
5ºlugar – Geral

Terminamos a competição em 5º lugar geral a apenas 6,45 pontos da vaga para o mundial de um total de 1000. Por enquanto, continuaremos a lutar por essa vaga e quando ela vier … bom aí fica para próxima.

IMAGEM10

 

Agradecimentos

Agradecemos a todos que acompanharam esse Project cars, ao espaço cedido pelo Flatout para expor o projeto, aos alunos que passaram noites em claro projetando, construindo e testando, aos professores e as empresas que acreditaram no projeto

Abraço

Por Matheus Rizzieri, Project Cars #103

0pcdisclaimer2

Uma mensagem do FlatOut!

Matheus, além de parabenizar pela conclusão do projeto, também temos que parabenizar a equipe pelos resultados obtidos e agradecer por compartilhar o conhecimento sobre a construção de um Baja SAE com nossos leitores. Parabéns mais uma vez e sucesso a todos na futura carreira!

Matérias relacionadas

Project Cars #451: as dificuldades na restauração do meu Audi 80 V6

Leonardo Contesini

Fusca Itamar “Maestro”: as novidades do Project Cars #86

Leonardo Contesini

Project Cars #64 – a história do Puma GTB S2 de Victor Giusti

Leonardo Contesini