FlatOut!
Image default
Project Cars Project Cars #114

Project Cars #114: o Toyota Celica ganha novos ajustes para encerrar a temporada 2017

E aí, Flatouters! Nessa décima parte do meu Project Cars, vou mostrar alguns pequenos upgrades e contar um pouco como foi a última etapa do Time Attack Paraguay 2017.

Bom, para começar fiz uma nova modificação na admissão. Troquei a que tinha colocado no último capítulo por um cold air intake (CAI) da AEM que comprei usado para tentar ganhar alguns poucos cavalos com o ar mais fresco.

1 2 3

Fiz um teste e com o filtro dentro do cofre e marcava 45 graus. Já com a nova admissão e o filtro na tomada de ar do para-choque, deu 21 graus — que era praticamente a temperatura ambiente daquele dia. Senti uma sutil diferença na reação do motor ao pisar o acelerador.

Também fiz a troca da polia do alternador por uma mais grande e mais leve da Monkey Wrench Racing, que acaba liberando de 1 a 2 cv, ja que é mais leve e gira mais lenta que a original.

Troquei as buchas originais da cremalheira por buchas de poliuretano da Energy Suspension que eram as únicas buchas que faltavam ser trocadas por poliuretano.

8

Tambem fabriquei uma nova barra para reforçar o chasis e melhorar nas curvas e assim como as que fabriquei anteriormente essa tambem é de aço inox.

9

 

Time Attack Paraguay 2017 – Terceira Etapa

10

Domingo, dia 22 de outubro, foi a terceira e última etapa do ano, que também teve uma cerimônia de homenagem ao piloto de rally Pancho Gorostiaga. Ele faleceu há pouco tempo e ganhou três vezes o Rally do Chaco.

Como sempre, às 10 da manhã foi dada a bandeira verde e já na primeira entrada fiz 1:01,360 — que foi 100 milésimos mais alto que meu melhor tempo na etapa anterior, 1:01,254. Senti que dava para baixar de boa esse tempo.

Na segunda entrada à pista acabei baixando o meu tempo para 1:00,453 e na terceira e ultima entrada a pista baixei para 1:00.122 que é 1,1 segundo mais rápido que na etapa anterior. Depois da terceira, como já não tinha mais carro para alcançar os carros da frente, que estavam a dois segundos de vantagem, e os que estavam atrás estavam tambem a dois segundos de mim, decidi não sair mais à pista e poupar o carro.

Acabei ficando fora do pódio nessa etapa, já que não consegui fazer tudo o que eu queria no carro, mas saí feliz por ter baixado mais de um segundo o tempo da etapa anterior sem ter feito praticamente nada no carro.

Video Onboard:

Pódio de todas as categorias:

Livre:

  1. Allan Aquino (Misubishi Lancer Evolution X) 51.504
  2. Miguel Lerreinagabe (Misubishi Lancer Evolution VIII) 52.852
  3. Nestor Acosta (Subaru Impreza STI) 53.106

Super Sports (Só teve três participantes nessa etapa):

  1. Wilfrido Samudio (Audi RS5) 56.697
  2. Victor Muñoz (BMW M4) 57.515
  3. Jorge Quiñonez (BMW M3) 1:01.595

AWD:

  1. Marcial Acosta (Misubishi Lancer Evolution IX) 56.883
  2. Luis Rios 57.874
  3. Dayan Rodriguez (Nissan Skyline GTR R32) 58.369

TS-B:

  1. Allan Aquino (Honda Civic Type R FK2) 57.029
  2. Ariel Aguero (Nissan 350z) 58.299
  3. Minjae Lee (Audi TT) 59.786

TS-A:

  1. Mauricio Barreto (Subaru BRZ) 56.601
  2. Kevin Aguilera (Honda Integra Type R DC5) 56.922
  3. Time Attack (Toyota Altezza) 58.680
  4. Airton Gaboardi (Toyota Celica GT) 1:00.122

Três melhores colocados do campeonato em cada categoria:

Livre:

  1. Miguel Larreinegabe (Misubishi Lancer Evolution VIII): 320 Pontos
  2. Allan Aquino (Misubishi Lancer Evolution X): 300 Pontos
  3. Nestor Acosta (Subaru Impreza STI): 200 Pontos

Super Sports:

  1. Wilfrido Sam (Audi RS5): 310 Pontos
  2. Victor Muñoz (BMW M4): 160 Pontos
  3. Jorge Quiñonez (BMW M3): 120 Pontos

AWD:

  1. Marcial Acosta (Misubishi Lancer Evolution IX): 280 Pontos
  2. Dayan Rodríguez (Nissan GTR R32): 210 Pontos
  3. Antonella Saez (Misubishi Lancer Evolution X): 140 Pontos

TS-B:

  1. Ariel Aguero (Nissan 350z) : 280 Pontos
  2. Christian Sist (BMW Z3 M): 200 Pontos
  3. Eduardo del Puerto (Toyota Celica Sports M Supercharger): 200 Pontos

TS-A:

  1. Kevin Aguilera (Honda Integra Type R DC5): 340 Pontos
  2. Mauricio Barreto (Subaru BRZ): 300 Pontos
  3. Airton Gaboardi (Toyota Celica): 180 Puntos

No dia seguinte ,depois do Time Attack recebi uma mensagem por Whatsapp. Eu deveria comparecer à entrega de prêmios dos campeões no Touring Club Paraguai. Meio sem saber por que fui chamado, cheguei ao clube fui surpreendido pela notícia de que ganhei o prêmio de piloto destaque do Time Attack 2017.

11 12

Vídeo da entrega de prêmios:

Bom pessoal esse capítulo foi bem curtinho, mas no próximo prometo bastantes novidades. Já estão a caminho a suspensão regulável BC Racing, cárter de aluminio Moroso, bloqueio de diferencial TRD, barras Cusco e Sustec, lip frontal Greddy e mais algumas coisas para seguir baixando os tempos na pista.

Deixo o vídeo oficial e várias fotos do evento a pedido do pessoal que segue o Project Cars.

Abraço e até o próximo capítulo!

 

 

Por Junior Gaboardi, Project Cars #114

0pcdisclaimer2

Matérias relacionadas

Project Cars #373: de volta às pistas com meu Renault Clio 1.6 16v

Leonardo Contesini

Renault Clio RS: os primeiros upgrades do Project Cars #301

Leonardo Contesini

Project Cars #266: começando o acerto do meu Fiat 500 Abarth para os track days

Leonardo Contesini