Project Cars #120: como transformar um Citroën C4 hatch comum em um VTS apimentado

Luiz Filipe Vasconcelos 18 julho, 2014 91
Project Cars #120: como transformar um Citroën C4 hatch comum em um VTS apimentado

Olá, petrolheads e leitores entusiastas do FlatOut! Meu nome é Luiz Filipe, tenho 21 anos, sou estudante de Engenharia de Produção e apesar de ser aficionado por carros desde pequeno (uma paixão herdada do pai), não tenho nenhuma experiência prévia no mundo das preparações. Mas é claro que, quando se corre sangue de alta octanagem em suas veias, tudo tem um começo, mesmo que de maneira não muito convencional: “preparar” um Citroën C4.

Você pode estar pensando “Ah, mas isso não é tão fora do comum, pois o C4 VTR encanta muitos por aí com seu design ousado e um tanto esportivo…”, o que é verdade. Contudo meu carro tem duas portas a mais que o VTR: sou proprietário de um hatch, também chamado de “C4 bolinha”, “C4 de titia”, “C4 bunda redonda”, e entre outros apelidos dados pelos colegas do C4Clube.

Confesso que no princípio eu queria mesmo o VTR, afinal ele era mais arrojado, diferente de tudo que eu via na rua, e alguns anos antes meu pai havia tido um, preto, com faróis direcionais “bi-xenon”, que eu achava iradíssimo! Mas diante da dificuldade em encontrar um por aqui com os ditos faróis por um valor interessante e quilometragem baixa, acabei optando mesmo por um Hatch zero quilômetro, na versão 2.0 Exclusive Sport manual – aliás, nunca saquei qual é a desse “Sport” no nome a partir dos 10/11.

Em meados de 2010 eram relativamente poucos os carros brancos aqui por Vitória/ES (a não ser frotista ou taxi), e como desde o VTR de meu pai eu havia visto fotos da versão branca na Europa, ficando apaixonado, optei pelo C4 branco, que não estava disponível a pronta entrega, e que segundo a Citroën foi o primeiro dessa cor aqui (verdade ou não, realmente demorou algum tempo até eu passar por outro na rua).

Foto 2

Foram-se então uns três ou quatro meses até receber o carro, e durante esse tempo aconteceu o 26º Salão do Automóvel de São Paulo, que me espantou pela grande quantidade de carros brancos em diversos estandes, como no da BMW e até mesmo os C4 “Yin Yang” no estande da Citroën. Mal sabendo que lá fora isso já era tendência (ingenuidade minha, afinal os organizadores do Salão são mais que antenados), pensei “Vai virar moda em pouco tempo”.

Dito e feito, mas pouco me importou, já que eu estava feliz da vida curtindo o carro, com os faróis direcionais de xênon, sensores de estacionamento traseiros e dianteiros, controle de estabilidade e tração, ar digital bi-zone, retrovisor interno eletrocrômico, e também aquele painel de nave espacial com velocímetro e conta-giros digital, que acende em vermelho ao chegar ao corte de giro. Um sonho realizado.

Foto 3

Além de tudo isso, para mim (que fique bem claro o “mim”) as rodas foram a cereja do bolo — o modelo de 16 polegadas do… Aircross! Não, você não leu errado: ele usa rodas do Aircross! Me desculpe se alguém se empolgou e esperou por rodas 17” de C4 VTS ou 18” estilo C5…

Brincadeiras à parte, tanto as Resolfens quanto as Atacamas não cabiam no meu orçamento, e eu havia gostado demais da combinação do preto/diamantado com o carro branco, que ainda não era muito corriqueira na época – diferente de hoje em dia, em que praticamente todos os modelos das mais diversas marcas vêm com rodas diamantadas.

É claro que se fossem uma ou duas polegadas maiores seriam mais interessantes, contudo o fato de ter 16 polegadas implicou em não ter que gastar muito com pneus. As rodas do Allcross permanecem até hoje, embora agora esteja sonhando com as de 18 polegadas do DS5.

Foto 4

Entretanto, apesar de estar super satisfeito com o carro, conforme o tempo foi passando, eu comecei a observar atentamente outras versões da família C4 não só aqui no Brasil como em outros lugares do mundo, o que me deu certa vontade de modificar o carro, seguindo um tipo de “padrão de fábrica” – que mais tarde descobri ser chamado por alguns de “OEM+”. E o fórum do C4Clube.com, onde fiz vários e bons amigos, fomentou demais essa vontade, afinal, diversos loucos entusiastas trocando ideias continuamente não poderia resultar em algo diferente.

Foto 5

Depois de algumas modificações sutis, como colocar volante de couro e retrovisores rebatíveis eletricamente, que eram de série apenas na versão automática e não na manual, a vontade de mexer no carro só aumentou, e assim surgiu a ideia: por que não criar uma versão “VTS” do Hatch? Não no sentido de soldar as portas traseiras (because racecar!), mas no que se diz respeito ao feeling do carro, e é claro, ao nível de equipamentos embarcados e acabamento que um  C4 VTS “puro-sangue europeu”, topão de linha tem, e o meu franco-argentino não tem.

Foto 6

A partir daí, o leque de mods possíveis se tornou grande, sendo algumas ideias já concretizadas, como o para-choque de VTR, acabamentos internos, sistema NaviDrive RT6 (esse merece mais destaque a frente, até então acreditava-se na comunidade do C4 não ser possível), luzes de ré dos dois lados (nunca curti a ré “caolha”), lanternas novas; e outras ideias ainda a ser executadas, como abertura interna do tanque, bancos elétricos de C5, sistema de monitoramento de pressão dos pneus, freios de C4 Picasso.

Foto 7

Por último, mas não menos importante, a preparação aspro do motor EW10A aliada a um câmbio manual de 6 marchas de Pug 306 GTI-6. Só que tudo isso é assunto para o próximo post! Um grande abraço e até lá!

Por Luiz Filipe Vasconcelos, Project Cars #120

0pcdisclaimer2

  • Thiago Santana

    Carro lindo pra baralho !!

  • Esse promete o C4 com motor de 180CV do VTS esse promete aliás aproveito e deixo o meu artigo sobre essa plataforma, obrigado:

    http://falando-sobre-carros.blogspot.com.br/2014/03/plataforma-pf2-da-psa-peugeot-307308408.html
    E parabéns pelo C4 está bonito e a história está junto com os Peugeot já que são a mesma base.

  • Fernando Rigon Vicentini

    Tenho um desses 2010 Exclusive, mas tá original e não pretendo mexer.. carro compartilhado com a familia é brabo!

    Tirando isso, é um baita carro!

  • Anderson Rezende

    Falando em C4, é verdade que vieram só 5 VTSs pro Brasil? E que um já deu PT?
    E quais são as diferenças dele pro VTR?

    • Paulo Viper

      Rapidamente, não tenho certeza se 5 ou 4. eu conheço apenas 2 um prata e um “rouge”, a difereça mais gritante esta no motor com coletores de aluminio e alterações de injeção e rotação, elevando a potencia pra 180 pocotós. A central multimidia original é um pouco diferente e possui um acabemento mais “caprichado” apesar do VTR ser muito bem acabado. o gritante mesmo é o motor, que ganha quase 40 cavalos a mais.

    • Luiz Filipe Vasconcelos

      Pela Citroën vieram só cinco mesmo, sendo dois pratas, dois pretos e um rouge (vinho). Por muito tempo houve essa lenda que um dos pratas havia dado PT mas a galera do C4Clube conseguiu desmascarar ao descobrir que todos ainda rodam por aí.

      Diferença do VTR para o VTS é que os VTS já vieram todos com roda 17″ (modelo Resolfen), aerofólio, sistema de monitoramento de pressão dos pneus, sensor de estacionamento também na dianteira, retrovisores rebatíveis eletricamente com espelhos anti-reflexo (aqueles azuis), sensor de mudança de faixa involuntária, alarme perimétrico e volumétrico, faróis direcionais “bi-xenon”, acabamentos internos em aço escovado, borrachões laterais na cor do carro, ponteira no escapamento ao invés do cano virado para baixo, freios dianteiros de 302mm, e não menos importante, o motor EW10J4S ao invés do EW10A. O câmbio é de 5 marchas também, mas tem relações um pouco mais longas.

    • Lucas dos Santos

      Tempos atrás, havia um VTS na oficina do ADG:

      http://www.youtube.com/watch?v=ZznXUXVQcPs

  • Rodrigo Padula

    um EW pra assustar XU? será?
    cenas do próximo capítulo…

    • A própria PSA preparou o EW especialmente nesse modelo aí e ficou mais forte que o XU preparado.

  • Matheus Barroso

    as rodas ficaram mesmo muito bonitas nesse carro

  • Rafa2810

    Dica: NÃO. TROQUE. AS. RODAS ficaram perfeitas, esportivas sem ser exageradas! Lindo carro!

    • Guest

      Eu discordo. Ficaram desproporcionais, pq a caixa de roda do carro é grande. Um 17″ ficaria perfeito, na minha opinião.

      • sheldonDS3

        As resolfen *-*

        • Luiz Fernando Lopes Oliveira

          Meu (ex) carroooo!

          • sheldonDS3

            Peguei no forum do c4c…. eaheuaheuae tenho cadastro lá….

    • Raphael Zanetti

      Rodo em SP e o meu Elantra está com as 17 originais. Que saudade que eu tenho do meu Audi com os aros 15… bem menos tudo: menos gasto com reforma de roda, menos gasto com troca de pneu, menos barulho, menos pancada de buraco espírita…. mas menos boniteza também rs

      • GabrielF100

        Eu ando com as 13 polegadas de ferro originais do fiesta. Ô conforto! 170 Dilmas cada pneu novo e se tiver que reformar alguma roda é só jogar fora e comprar outra pelo preço de “uma Coca e dois pastel”.

    • Léo Borgmann Forbrig

      Não concordo, umas orbitais cairiam melhor…

      • Ruffles

        Um swap para um APzaum Tresquilimei e ia ficar show!

  • lsussumu

    Quando vi a primeira foto lembrei do C4C ahahahahah

    • Pedro Bonatti

      Pensei a mesma coisa, só pela roda

  • Sandro

    Pensa em uma pessoa que tem odeio do C4 e ama o C4.
    Esse C4 hatch é lindo, apesar de ter nojo do Pallas. (Odeio o Pallas)
    kkkkkkkkkkkkkkkkk
    Dificil ver outro capixaba por aqui.
    Sucesso cara! Quero só ver o final da hstoria.

  • Yelssek

    Só digo uma coisa: Aspirador de ppks (by Dieki).

    Lindo carro…

    • Dieki

      meme?

      hahahahaha

      Mas pra isso costuma funcionar bem. O interior impressiona.

  • Saulo

    Li alguns comentários e fui só eu quem não gostou do conjunto das rodas? Eu achei muito pequeno. Antes que venham falando bobagem, acho que um aro 17″ ficaria ideal, não mais que isso.

  • Lucas Ap

    C4 corcunda, anota mais um apelido ai kkkk Brincadeiras a parte, muito bonito o carro, a frente do c4 e os farois sempre me agradaram, parece que te fala “deixa comigo”

  • Leonardo Mendes

    A primeira coisa que vi quando abri o link foram as rodas do Aircross… melhor coisa que você fez no carro, casaram muito bem com a cor da carroceria… e sem intenção de ofender, mas as Atacama e as Resolfen são muito feias (diga-se de passagem, esse é um mal compartilhado com a Peugeot, difícil encontrar alguma roda original que tenha um desenho inspirado)

    O parachoque do VTR foi a cereja desse bolo. O carro tá ótimo, parabéns.

    • sheldonDS3

      Eu acho as resolfen e atacama lindas!

      A roda 17″ do lounge também é uma ótima opção!

  • Marcio Meireles

    Opa, mais um capixaba por aqui. Parabéns pelo PC!

  • Luiz Fernando Lopes Oliveira

    Rodas de AlyCross não xara! Falta umas 20 cromadas pra ser DiCurrida!

    Lindao o carro, e é um projeto de gente chata, muito bem elaborado!

    Parabéns e boa sorte!

  • Francisco Meireles

    Parabéns Filipe, arrumei um RT6 contigo lá no clube do DS, hahaha! Abraço!

    • Luiz Filipe Vasconcelos

      Valeu Francisco!!! :)

      E aí já instalou?

      • Francisco Meireles

        Cara, ainda não. Colocarei assim que a grana aparecer, hehehe..

  • L. Sparn

    Belissimo carro! Quem sabe mais pra frente mando trocar a cor do meu VTR preto por branco. As rodas são lindas, e combinaram bem com o carro! Pretendo colocar as 17″ do DS3 brancas, no meu VTR. Vou tirar algumas dicas desse projetinho aee..
    E boa sorte ai com o seu C4.

  • laguiar

    Gosto muito do C4… sempre achei um dos mais bonitos e completos carros da categoria dele… mas sempre sofreu com o preconceito dos carros franceses e fama de ter manutenção cara e falta de peças.
    Vi o novo C4 no Chile e ficou bem bonito também, é a mesma frente do Lounge.
    Acompanhando esse PC!

  • Caio Henrique

    Meu Escort, os Fords em geral, tem uma furação meio incomum e na hora de trocar de rodas cogitei seriamente em pegar essas rodas do AirCross. As do DS3 também são fodas

  • Caio Henrique

    Meu Escort, os Fords em geral, tem uma furação meio incomum e na hora de trocar de rodas cogitei seriamente em pegar essas rodas do AirCross. As do DS3 também são fodas

    • Rodrigo Ribeiro Anele

      O offset da ford não é igual!

  • GSB

    Acho esse C4 tão bonito quanto o VTR, babava na época de lançamento, e ainda babo…

  • Muito legal. Não tenho muito contato com Citröens, mas acho a história da marca muito legal.
    Um tio acabou de comprar um C4, não vejo a hora de pegar pra dar umas voltas, rs.

  • Alfista

    Acho muito bonito o C4 hatch, saiu uma versão competition que ficou bacana.

  • Bruno PR

    Belo carro, eu queria comprar um C4 VTR como primeiro carro, mas meu velho não parece muito de acordo com a ideia.

    • rafaeru82 .

      Aposto que é a fama ruim de manutenção cara…. A verdade é que não é tão caro assim. Mas siga o manual de revisões com cuidado, e atenção com carros de quilometragem curiosamente baixa: citroens e peugeots são fáceis demais de adulterar o velocímetro (Ari dos relógios, um abraço! Kkkkkk). Vale a compra, se o carro estiver integro.

      • Bruno PR

        Nem é por isso, é que ele tem um C4 Pallas, e viu o carro dele perder praticamente 10mil reais do valor em menos de 2 anos, então apesar de gostar do carro, duvido que ele compraria um VTR pra mim :/

        • Bugstein Stein

          Duvido que o c4 vtr desvalorize muito mais, o que tinha para perde ja se perdeu entao agora é o normal da idade do carro, e realmente é um baita carro chama muita atenção, muito acima da categoria.

          • pablo

            Também acho, chegou no preço base, não cai muito mais.

          • Bruno PR

            Quem sabe, mas outro problema é o seguro, motor 2.0 de carro importado na mão de um moleque de 18 anos deve ser um absurdo de caro.

          • Luiz Fernando Lopes Oliveira

            Já tive C4 VTR por 2 anos bruno, e faço parte do “grupo de risco”. Paguei 3k no meu primeiro ano de seguro pra ele, dentro do padrão que já pagava (2,4k em um corsa 2009). Na renovação, por ir para um endereço de uma cidade pouca coisa menor, meu seguro despencou para 1800 reais. Então não é tão caro assim. Lógico que há seguradoras que não se interessam, como a cotação de 15.000,00 da porto seguro, mas esas nós desconsideramos! No mais, é um carro que, se vc tiver dinheiro pra manter (vamos lembrar que os 30k são valores de hoje, mas que zero ele custava 80k), é um baita carro

        • Dieki

          10 mil só? Jovem, ele tá bem equivocado quanto a desvalorização de carros.O normal é perder cerca de 20% do valor ao colocar bunda no banco do motorista. Um C4 Pallas top de linha devia beirar os 75 mil, tira 20% e lá se foram 15 mil Reais de cara no primeiro ano. Isso é normal e esperado. Só Corolla e Hilux perdem menos que isso. E quanto mais caro, mais perde, obviamente, a mesma conta vale pra um C3, por exemplo, 50 mil novo, 40 com um ano de uso. Até porque, se o preço do usado for tão próximo do zero, ninguém compraria carro usado. Pesquisa o mercado de semi-novos e você vai ver que é assim que o mercado responde.

    • Makey Arozi

      Amigo… 10 mil em dois anos? Meu pai tem um Fusion, é um carro que vendeu muito mais que Citroen C4, de uma marca muito mais conceituada, e nem por isso deixou de desvalorizar como um carro qualquer. Quatro anos de uso fizeram o carro perder quase 50% do valor 😉 De 100 mil reais para 60 mil. Se não quiser um carro que desvalorize vai de popular, só ali pra se salvar, ou carros extremamente amados pelos brasileiros como o Civic ou o Golf por exemplo 😉

      • Bruno PR

        Amigão, um carro de 40mil pular pra 30mil em menos de dois anos são praticamente 25% de desvalorização, meu pai gostou muito do carro, inclusive diz que compraria outro, mas a perda de valor do Citroen foi muito acentuada, e querendo ou não, quando se vai trocar de carro você precisa de uma liquidez pra trocar por um carro de padrão semelhante, enquanto um Pallas 2008 está valendo 30mil um Lounge 0km está custando 80mil, nem 50% de entrada o modelo anterior consegue cobrir.

  • Caio

    Ahhhh man, a ré caolha dá um charminho…

    A luz de neblina foi pra onde?

    • Luiz Filipe Vasconcelos

      Por enquanto tá sem, mas como ando mais na cidade, praticamente não faz falta alguma. Na verdade, desde que fiz essa modificação (ano retrasado), só apareceram duas situações que elas realmente precisariam ter sido utilizadas. De qualquer maneira somando essas duas situações não deu nem 1h de direção.

      MAS, como odeio coisas incompletas, minha idéia é trocar o bocal original das luzes de ré para um de dois pólos, colocando uma lâmpada de LED switchback branca e vermelha. Assim ligo o fio da ré em um pólo e o da neblina em outro, tendo as duas funções em uma só lente (ok, não será possível utilizá-las ao mesmo tempo, mas é um detalhe meio insignificante, né?).

      • Luiz

        Caramba, e eu achando que eu era sistematicamente minimalista.. Hahahahaha

  • Parodi

    Donos de C4 e demais proprietários de produtos PSA, poderiam desmitificar ou confirmar de uma vez esse lance da manutenção.
    C4 é um baita carro, mas da medo pela fama.

    • jpcasella

      Realmente as manutenções é mais cara, até pq não se encontram simples peças no mercado paralelo, como por exemplo o silencioso traseiro. Vendi o meu C4 2012 por não aceitar que o silencioso traseiro custava a bagatela de mais de R$1.000,00 e só encontrado na concessionaria.
      No demais sinto muita falta do meu C4, o carro era fantástico e tinha muitos itens que só se encontravam em carros de R$100.000,00.

      • Parodi

        Mas ai levou quanto tempo (km) pro silencioso da problema?

        • jpcasella

          40.000Km, mas o problema não é o tempo em que levou mas sim o valor da peça, sendo que qualquer outro carro do mesmo seguimento o preço da mesma chega a ser 1/3 do seu preço. Cara é um silencioso traseiro normal, não tem nada de especial que justifique o seu valor de mais de R$1.000,00

    • pablo

      Meu tio tem um c4 pallas e fala só coisas boas do carro, a manutenção é pouca coisa mais cara, o carro tem 3 anos e 68 mil km e até agora está muito feliz com ele.

    • Filipe Machado

      Um ponto crítico é o famoso (e infame) cambio automático AL4 que sempre dá m…. e que uma caixa 0km custa horrores na concessionária

      • Parodi

        E esse câmbio faz o carro ficar beberrão de mais, pelo que me disseram.

    • Makey Arozi

      É um carro fantástico. As revisões são tabeladas (não tão baratas, nem tão caras). As peças por si só podem lhe surpreender pelo preço, mas até agora não tive que trocar nada caro fora das revisões, sem surpresas 😉 Eu rodo em solo lunar aqui em Santa Catarina e o carro não reclama, muito confiável diga-se de passagem, e é uma bala (se considerar o 2.0 aspirado), lembrando que tenho um hatch manual, são pouco mais de 1200 kg e 21kgfm de torque, puxa bem pra caramba. Nunca alegaram falta de peças em estoque nas concessionárias, o mais que tive que esperar foi uma semana, até que uma peça veio de uma outra concessionária, algo que considero aceitável já que o carro é importado, e as peças “extraordinárias” tem tendência de faltar nesses casos.

      • Parodi

        Realmente o carro anda muito bem, já tive o prazer de ficar 1 semana com um, completasso, câmbio manual, faróis direcionais, ar bizone, banco de couro… não lembro a versão que era, mas era incrível os acessórios.
        Esse lance de não encontrar peças no mercado paralelo (boas) são um problema mesmo.
        Vlw o depoimento.

  • Bruno Reis

    Project Cars… Não importa o carro, o importante é se divertir com o que se tem

  • Felipe Luiz Do Nascimento

    Meu amigo teve um c4 e picou o carro duas vezes. Em nenhuma das duas o airbag foi acionado. O carro foi tirado zero km.

    • Picou? E mandou tudo pro ferro velho??? kkkkk

    • Marcelo Garcia

      Para o sistema de airbag acionar não basta apenas bater o carro, uma série de fatores são levados em conta, redução brusca de velocidade,informação do sensor de desaceleração,sensores de impacto etc..

  • GEDAY SIQUEIRA

    Sinceramente, quando vi essas rodas na foto já matei de cara que eram rodas do AirCross e fiquei me perguntando o que elas estavam fazendo alí, que tipo de louco colocaria essa rodas “até então” feias em um C4. Porém, quando continuei a ver as fotos do carro, fui de um desdém completo para uma paixão quase platônica, elas casaram perfeitamente com o carro, e sua mistura de Branco puro e alguns detalhes de preto cheios de esmero.
    Não vou dizer que o C4 seja um carro bom com relação as peças, com relação a revenda, que eu não teria optado por algum outro jogo de rodas ou outros poréns.. mas o seu meu grande, está um modelo de muito bom gosto, Parabéns pelo carro.

    • Elton Cesar Malfatti

      Cara tive exatamente a mesma sensação que voce sobre as rodas!! Hahahaha

  • Marco

    Gosto desse carro. Acho bem legal. E parabéns por não colocar rodas gigantes, embora você more numa cidade que nem parece pertencer ao nosso país. É bem pavimentada, sem valetas e buracos.

    Aliás, meio off: estive em Vitória faz uns meses. Gostei muito. Cidade bem limpa, organizada, e muitas, mas muitas mulheres lindas nas ruas…

  • Romulo Giuberti

    Luiz Filipe, você por acaso estuda produção é na UFES? Ou faz alguma outra coisa por lá?

    Se sim, acho que é o seu carro que eu via várias vezes estacionado próximo ao centro de línguas, e que por sinal sempre admirei. Está muito bonito! Meus parabéns!

    Troquei recentemente minha Saveiro e fiquei muito em duvida entre um I30 e um C4, ambos 2.0 e manuais. Mas acabei ficando com o I30 por ter encontrado uma raridade, que se Deus quiser também tentarei transforma-lo num project car! haha

    Abraços

    • Luiz Filipe Vasconcelos

      Valeu Rômulo!

      Era meu carro mesmo, estava cursando francês no Centro de Línguas e ele sempre ficava estacionado por ali.

      Parabéns pelo i30, também é um carrão, e boa sorte com o project, você vai viciar nas mods!

      • Rômulo Giuberti

        Valeu, Luiz!
        Qualquer dia a gente se cruza aí pelas ruas! hehe
        Abraço

  • Guest

    Onde vc vai conseguir a transmissão do Pug GTi? Que eu saiba, ele é raríssimo em terras tupiniquins… Só vi um uma vez na rua e eu nem dirigia ainda…

    • Luiz Filipe Vasconcelos

      Eu já consegui! A transmissão do GTI-6 veio importada da Europa.

      Mas devo mexer nessa parte apenas quando tiver algum avanço na preparação do motor!

      • Guest

        Ah tá! Vai ficar show! Ta lindo seu carro, parabens!

      • Marcos Fortes

        aproveitando a deixa do seu comentário (foi mal XP) mas eu queria saber se foi dificil importar a caixa do pug… temos um 106 em casa que bem que poderia receber um powertrain novo. abraços e Viva la france! (temos um c3 tb)

        • Luiz Filipe Vasconcelos

          Então, na verdade comprei de uma pessoa que havia importado. Mas não me parece tão difícil, mas é custoso. Lá fora elas não são tão caras, mas o frete para cá é caro e é taxado na certa…

  • Rodrigo Sublime

    Particularmente acho que o C4 tem muita lata lateral por este motivo rodas 16 dão a impressão de pequenas no carro… eu julgaria uma 18″ um tuning mais certo pra este carro… mas boa sorte… 😉

    • Luiz Filipe Vasconcelos

      Então, como eu falei no artigo, eu também acho que 17″ e principalmente 18″ sejam os aros ideais para o C4, mas mantenho as 16″ por enquanto mais por motivo de economia!

  • uhull mais um PC de Vitória!
    Enfim estamos aparecendo kkkkkkkkk
    Parabéns pelo C4 já o ví na UFES também, particularmente gostei muito das rodas do aircross nele.
    abraço e sucesso!

    • Luiz Filipe Vasconcelos

      Obrigado Bruno!

      É bom ver que também tem capixabas por aqui!!! :)

  • Marcelo Garcia

    Espirito Santo marcando presença no FlatOut!
    Já vi esse carro rodando por vix,realmente é muito lindo,dizem que o mecânico que te ajuda nessas modificações é muito bom!!!hahahahah

    • Luiz Filipe Vasconcelos

      Po o cara é fera mesmo, manja pra caramba, só que também é modesto! Hahahahahaha

      Valeu man, abraço!

  • Lindo seu Carro Luiz!
    Também tenho um C4, mas mais humilde…rs, GLX 1.6…
    Onde conseguiu essas lanternas traseiras de LED e o lente de da luz de ré do lado do motorista? Acho um absurdo essa “economia” que muitas montadoras fazem ao deixar apenas uma luz de ré, ainda mais num carro desse porte.