Project Cars #128: conheça a história do Fusca Split Window 1952 de Jayme Costa

Jayme Costa 22 maio, 2014 166
Project Cars #128: conheça a história do Fusca Split Window 1952 de Jayme Costa

Meu nome é Jayme, tenho 21 anos e sou aluno de engenharia mecânica automobilística da FEI. Minha paixão por carros vem desde que me entendo por gente. Afinal, em uma família de gearheads (em maior ou menor grau) não se podia esperar outra coisa.

Project Cars são comuns na família. Sou um apaixonado por Volkswagen e Porsche, especificamente os com motor boxer refrigerados a ar. Esta paixão, inicialmente pelo Fusca, veio do meu avô materno que sempre me dizia que “o Volkswagen é o melhor carro do mundo”. O tempo passa, uma coisa puxa a outra e logo os Porsche começaram a dividir minha preferência com os Volks.

O projeto

Ainda bem pequeno, já louco pelos Fusquinhas em miniatura (especialmente um Fusca Split Window 1:18) decidi que queria um Fusca — mas tinha que ser um “Split” de verdade; nada daquelas adaptações com peças de fibra. Depois que passamos a ter um computador em casa, passei a pesquisar quase que diariamente em sites de venda por Fuscas alemães. Em paralelo, ficava horas em sites estrangeiros literalmente estudando os componentes, originalidade e demais características dos primeiros Fuscas alemães da década de 1950.

No principio eu queria um Fusca 1952 Split Window “Brezel”, que foi fabricado até setembro daquele ano com os famosos “gela saco”, que estivesse funcionando (mas para ser restaurado), e se possível matching numbers, ou seja, com motor, câmbio e demais componentes originais. Pouco exigente para um moleque de uns 10 anos, né?

128.03

O “gela saco” é essa pequena abertura atrás do para lama dianteiro para circulação de ar no interior do carro. Esse modelo de Fusca ainda não tinha quebra-vento, que foi o substituto do “gela saco”. 

Foi em uma dessas buscas, quando eu tinha 13 anos, que achei um carro anunciado no Sul que preenchia quase todos os requisitos. O carro estava rodando, mas precisando de restauração, com boa originalidade, só que a mecânica havia sido alterada. Mesmo assim gostei do carro, fiz as contas e dava pra comprar. Na época eu tinha uma conta poupança que meus pais abriram quando eu nasci.

A ideia era comprar um carro quando eu fizesse 18, mas como o dinheiro era meu, meus pais disseram que eu podia comprar o Split, desde que não reclamasse por não ganhar outro carro aos 18 para andar no dia a dia. Maravilha, estava autorizado!

Agendamos a viagem e fui com meu pai ver o carro. Vistoria feita, voltamos e eu fiquei louco pra fechar negócio. Era setembro e percebi que meus pais estavam me enrolando para não comprar o carro. Sabia que meu pai não era muito favorável, mas não consegui entender porque aquilo estava acontecendo. Na manhã do dia 25 de dezembro daquele ano eu descobri o porquê. Este Fusca estava parado na porta de casa e a chave na minha mão:

128.04

Meu presente de Natal de 2006.

Sabendo que eu queria um Fusca, meu pai havia comprado um Fusca Itamar um ano antes. O carro ficou na oficina do meu tio por um ano para garantir que ele estivesse em perfeito estado quando eu o recebesse no dia de Natal. Eu não suspeitava de nada, foi uma surpresa e tanto! Afinal, que pais em sã consciência dão um carro para um garoto que havia acabado de fazer 14 anos? Mas o tempo mostrou (eu espero) que foi uma decisão acertada. Com isso pensei que havia acabado a brincadeira do Split. Que nada! Três meses depois, mesmo com o Itamar na garagem, o guincho da transportadora estava entregando o Split aqui em casa!

128.01

Uma das primeiras fotos que eu tirei do Split.

Logo neste primeiro ano, não consegui ficar sem explorar o Split. Queria colocar a mão na massa e entender e ver na prática como eram aqueles componentes que eu tanto havia estudado. As curiosas “bananinhas” de seta perdi as contas de quantas vezes desmontei e montei. Legal também era desmontar algumas peças e descobrir alguma marcação original ou plaqueta quase perdida embaixo da forração, um verdadeiro trabalho de arqueologia automotiva.

Mas o mais legal nesses anos todos foi que este hobby me fez conhecer alguns novos amigos, mas principalmente me aproximou da minha própria família. Meus tios passaram a me ajudar com frequência no carro (lembra que os Project Cars são comuns na família?) e ficamos muito mais próximos. Acabei descobrindo que a paixão pelos refrigerados a ar não é exclusividade minha na família e que tinha acesso a um verdadeiro expert da mecânica Volkswagen, com quem aprendi e aprendo muito até hoje.

Outro tio (o que cuidou do meu Itamar por um ano antes de eu ganhá-lo) me ajudou muito no começo da vida como proprietário de veículo automotor e compartilhou algumas dicas do universo da funilaria e pintura. Meu pai, apesar de gostar de carros (bem) mais velozes, acabou tendo que participar da dança, afinal, alguém tinha que fazer a força bruta para soltar algumas porcas e parafusos mais emperrados. Nem mesmo minha mãe escapou da tarefa de ajudante em algumas ocasiões. Curioso como as coisas acontecem, não?

Como descobri o Flatout

Aliás, a forma como descobri o Flatout também é bastante curiosa e vale mencionar. Ao contrário do que era de se esperar, não foi o mundo aircooled que me fez conhecer e frequentar o Flatout. Descobri o site por intermédio de alguns amigos que me mandaram o link do Project Cars #91, um Polo Gti. Vocês devem estar se perguntando por que me mandaram esse e não o de um Fusca. Acontece que meu carro de uso diário é um Polo GTI. Gostei do site e achei bacana a história de documentar a evolução dos carros no Flatout. Já vinha com uma ideia de documentar a restauração do Split de alguma forma, mas as inscrições já estavam encerradas havia algum tempo. Quando as novas vagas foram abertas, fiz a inscrição e para minha surpresa aqui estou!

128.05

O painel simétrico do Fusca Split “Brezel”, conhecido por ter dois porta luvas que vinham originalmente sem tampa. No meu caso, o carro veio com tampas nos dois porta luvas que eram acessório de época.

Desde que comprei o Split, tenho dedicado a totalidade dos meus recursos financeiros para compra de peças para a restauração do Fusca. Como os componentes são raros e caros além da verba ser curta, isto tem demandado muito tempo (quase sete anos até agora). O objetivo é começar a restauração da carroceria ainda este ano uma vez que já tenho a maior parte das peças para isto.

Reconheço que sou um “purista” e prefiro carros originais, apesar de saber reconhecer as boas modificações. Meu objetivo sempre foi de restaurar o Split para deixá-lo o mais original possível, mas como quero um carro que possa ser usado para ir e até mesmo viajar para eventos (nada de guincho), duas alterações reversíveis estão previstas, respeitando o que existia na década de 1950 e começo dos 1960.

Mas isso fica para um próximo post quando entrarei em detalhes no que será feito no carro e quais os meus planos para ele. Abraço e até a próxima!

Por Jayme Costa, Project Cars #128

0pcdisclaimer2

  • Adam Lewis Charger

    Lindo!

  • Raphael Medeiros

    Uma jóia dessa deve ser preservada por meio de restauração. Parabéns pelos dois carros.

  • XRS250

    Legal esse Fusca. me lembro o modelo do GT4.(Fusca 1100) e que motor é esse Fusca? se for 1100 então ele está muito original

  • Matheus Utzig

    Um Itamar em estado de zero com 14 anos? Pô, que inveja! rsrsrr quanto ao Split, é sem comentários. Um sócio do clube dos fuscas comprou um, está totalmente original e realmente, o carro “causa” quando chega nos eventos. Segue uma foto com o nosso 67 tigrão e o Split 53 que citei acima. Abração aí e parabéns pelo carro!

    • Rodrigo Passos

      Cara, parabéns pela jóia rara.

    • HighwayStar_84

      Caramba! Além da Vemaguete ainda tem um Fuquinha nesse estado?

      Parabéns mesmo!!!

      • Matheus Utzig

        Sim! Bah, esse era do meu vô… esse carrega bastante sentimento. E tenho certeza que o vw fusca é um dos carros mais resistentes já fabricados. Nos anos 80/90 esse carro não viu asfalto, só estrada de chão, andando quase todos os dias nas colônias. Hoje os parachoques são ainda os originais de fábrica, nunca recromados, sem uma marca de corrosão por dentro, estofamentos com leves esfolados (no banco traseiro quase ninguém sentava), dentre outros detalhes que, pra mim, impressionam.

  • Elder Júnio

    Vou juntar meus bagulhos e vou embora… O cara tem um Polo GTI e um Split Window…. Pego meu banquinho e saio de fininho….
    Parabéns, excelente gosto….

    • Allracing 77

      Fica tranquilo Elder, eu tbm teria morrido se soubesse que alguém da minha idade quando tinha 18 anos ganhou 3 carros (felizmente não havia internet em 1990… Entao não sofri tanto…). Mas quer saber, o mundo da voltas, a corrida é longa, e no final é só contra você mesmo….

      • Fábio Brito

        (em voz de Pedro Bial) Filtro Solar

        • Allracing 77

          Eu não sabia que o Bial tinha gravado, mas procurei agora e achei a versão dele… Ele muda uma coisa outra, mas em qqr língua é o tipo de coisa que não custa nada ouvir de novo de vz em quando…

      • Elder Júnio

        Parabéns, e vc tem sorte demaisssss….

  • Gabrownx

    Muito bonito… Mês passado quase ganho um Fusca azul 85 com 75kkm rodados e ainda com placa amarela (Sim, foi quase um achado de celeiro, sintam inveja! hahahahahahhhahahahahahah).

  • Barba

    Com 18 anos ganhei parabens e um “agora vc pode ser preso” ^^

    • Thiago Santana

      “agora voce é um homenzinho”

      • Dieki

        “se fud#$%, acabou a mordomia”

        • Leonardo Brito

          “Parabéns, agora sai teu nome completo na página policial e não apenas as iniciais.”

    • CaioBoleta

      Eu ganhei uma viagem de ida pro centro da cidade para tirar a minha carteira de trabalho…e ainda tive que voltar de ônibus :(

      • Allracing 77

        Eu já tinha carteira de trabalho há 2 anos… Nao lembro mais o que ganhei, se é que ganhei alguma coisa, mas provavelmente foi um cd… Pois é, faz tempo…

    • Hugo94

      Eu tbm recebi esse parabéns e “agora vc já pode beber,fumar ir pra cadeia”

  • GSB

    Sou tarado em pneus de faixa branca… lindos pneus, lindas rodas, lindo fusca!

  • Leonardo Brito

    Com 18 anos eu tinha um Semi-Fusca, qual seja, um buggy Jobby com motor 1600… saudades daquele motor zunindo pelas ruas.

    Primeira coisa que pensei quando vi o círculo vermelho nas fotos: “Opa, tem gela-saco”, mais um dos inúmeros nomes que os componentes e acessórios do Fusca ganharam ao longo dos anos (dentadura de baiano, puta-que-pariu, capelinha, nariz-de-papa e por aí vai.

    • André Avancini

      “Chapéu de napoleão”, “Cabeça de porco”, “Pé de coluna”, “Tetinha”, “Sorriso largo ou fino”, “Saco de bode”, “Flautinha”… por aí vai…

      • Leonardo Brito

        Essa do “sorriso” eu não conhecia… vivendo e aprendendo.

      • Marcos Amorim

        Tetinha, esse é um negócio feio. E falando em tetas, não se pode esquecer dos “Fafá”, provavelmente o apelido malicioso mais bonitinho que o Fusca já teve.

      • HighwayStar_84

        Tem o Nariz de Bruxa, o Olho de Sapo hahahahahaha!!!

        E tem o Fuka pelado dos anos 60 que era chamado de ‘Pé De Boi’ hahahahahahaha!!! Veja se isso é nome que se dá pra um carro!!!

        Comprar componentes só pelos apelidos deve ser engraçado hehehehehe!!!

        • Marcos Amorim

          Cornowagen também, com aquele teto solar minúsculo.

  • 14 anos, 2 fuscas? Caraca, hoje com 21 você anda de Polo GTI?

    Cara, eu te invejo e respeito ao mesmo tempo, hahaha, respeito pelo conhecimento e também maturidade que você teve de adquirir tão cedo e claro, por você ter um dos carros que eu mais respeito dentro do âmbito esportivo em nossa juventude, o GTI…

    Enfim, parabéns, quero ver seu fusquetinha e se possível, manda uma foto do seu GTI aqui nos comentários mesmos, só pra eu babar um pouco. hahaha.

    Abraço e boa sorte!!

  • marcos

    Acho que é um dos únicos,modelos de fusca que gosto.. Parabéns.. Pelo,projeto e pela ajuda da familia no projeto.

  • TwinSpark

    Pode parecer insensível um off-topic num post gracioso como esse, mas já que não tem fórum (ainda) lá vai:

    Vi para venda um Civic 2005 LX manual com um belo veludo e fiquei perdidamente apaixonado por ele. Mas antes de eu fechar o negócio preciso saber como é a convivência com esse carro numa cidade do interior, com valas nas ruas e mexânicos preconceituosos, questão de peças, defeitos crônicos, enfim

    • WillGD_R

      Bom, aqui tivemos um Civic 2003 (mesma geração), só que era automático (4 marchas). Aqui em Sampa o carro vai bem, so precisa ter um pouco de cuidado em valetas mas ainda da pra andar tranquilo. Tivemos ele por um ano e alguns meses (2012-2013) e o carro nunca deu problemas. A única coisa que ouvi falaram mal desse carro era o câmbio automático, que realmente deixava o carro lerdo e tinha manutenção cara, mas sendo manual acho que não tem nenhum problema. No mais era um carro bem confortável e espaçoso, só pecava no desempenho por conta do cambio automático

    • Devaneioss

      Abraça, ótimo carro, super confiável. Só tem que cuidar da procedência, tem muitos Civics com um belo histórico de manutenção em concessionárias Honda e oficinas especializadas, acho isso vital, pois se trata de um carro com 9 anos de uso. Mas ainda tem muitos Civics bem tratados e com ótima procedência. Ah e não se esqueça da pericia da 3º Visão, Super Visão e etc, custa 230 reais a completa, mas te deixa mais tranqüilo.

      • TwinSpark

        Quem bom ouvir isso, se aparecer uma oferta boa para o Fiat vou abraçar esse Honda. Essa perícia é feita da css? 86 mil km para esse Civic é pouco? Sei que não é um Marea de complicado, mas o fato de o motor ser “invertido” dificulta a troca de correia e a manutenção?

        • Devaneioss

          Qualquer mecânico com boa formação faz a troca da correia do Civic.
          Quanto a quilometragem você só vai ter certeza dela se tiver feito as revisões em concessionária ou se tiver todas as notinhas dos mecânicos ou histórico em uma oficina séria, que tem sistema de acompanhamento dos carros.
          Quanto ao que você tem que ver a mais no carro é a situação da embreagem, se está na altura boa e se não patina, juntas homocineticas se não estão estralando em rampas e curvas fechadas em baixa velocidade (tente testar em pequenas rotatórias, esquinas em subidas e demais situações onde força este componente).
          Leve em um autocenter e peça para erguer o carro e verificar as buchas da suspensão traseira (são muitas), Bieletas da dianteira e kits de amortecedor, isso estando em perfeito estado e com peças originai honda é essencial. Só troque as peças originais de suspensão por peças de 1ª linha americanas.

  • Gustavo Miranda

    Ahhh então o Gti prata é seu! Sempre vejo ele parado na facul! Parabéns pelo split, é o fusca mais legal.

  • TwinSpark

    Não tenho o menor apego a Fusca, mas esse aí ficou encantador com esses pneus, o split e a ausência de quebra-vento.

  • Hugo Capeto

    Cara gostei muito desse Itamar
    Gostei mais que do velhinho
    Queria ter um Itamar desses e dar uma apimentada no 1600 de carburação dupla

    Obs.:
    Conheço um moleque que ganhou um fusca do último ano antes dos Itamar (84 ou 85 ou 86 acho) 1600 do pai ao fazer 18, reformado por completo (o pai dele é dono de restaurante, fã de Volks – dono de Tiguan – e gastou R$ 25.000 pra reformar o fuque na oficina da concessionária VW)
    E o guri? Andou uns 2 meses mas não gostou, porque não chamava atenção das gatinhas… abandonou o fuque e “pegou” um Golf MK4,5 Sportline L.E., meteu rodas 20″ grafitadas e rebaixou… Agora está feliz
    E o fuque? À venda por 15.000

    • Matheus Utzig

      Fusca:

      Letra E) TEM NOJO: tem H-O-R-R-O-R a carros sem ar condicionado pois tem nojo de pele transpirando, molhando sua camisa rosa da lacoste. Só anda com amigos que tem honda civic 0km e fica tomando heineken no posto, e claro, não pode faltar aquela fotinho no instagram da ceva e no fundo os aros cromados.

      • HighwayStar_84

        Verdade!!!

        – Só anda com carro cheio de macho,
        – Adora ficar dando cantadas idiotas nas garotas da rua de dentro do carro,
        – Acha que toda mulher tá pagando pau pra eles por causa do carro que estão guiando,
        – Investem uma fortuna em som automotivo (módulos, subs, cornetas e o escambau)
        – Soca um som no último volume, tocando só hits do momento só pra juntar piriguetada dançando em volta do carro,
        – Bebem álcool pra daná, principalmente Heineken,
        – Quando arranjam um whisky é Red Label e coloca a garrafa no teto do carro com o rótulo virado pra rua pra fazer merchan da bebida,
        – Adoram ficar no posto de gasolina socando som alto e atrapalhando os frentistas com a algazarra,
        – Adoram correr pra caramba tanto na cidade quanto na rodovia e postam fotos do velocímetro quando tá a uns 140 por hora,
        – E nessa trupe há a sub-cultura de rebaixar o carro até a roda se esconder nos pára-lamas e colocar adesivos com uma hashtag e com os dizeres ‘Chora Boy’ ‘Fixa’ ‘Suave Na Nave’ ‘Até que o guincho nos separe’

        • lightness RS

          Concordo com tudo, mas na parte do posto não!! kjhahahaha

          meu tio tem posto e ele agradece pela gurizada ir beber no posto dele nos finais de semana, faz dinheiro, mesmo que boa parte da gurizada não compre a bebida lá, o posto cheio atrai ainda mais gente e termina dando dinheiro !!

          • HighwayStar_84

            Mas seu tio é patrão hahahaha!!! No caso dele é uma maravilha que só vendo ($$$)…eu tô falando é dos pobres frentistas que tem de trabalhar no meio da muvuca hehehehehe!!!

          • lightness RS

            trabalhou a vida inteira pesado, merece todo o pouco que tem!!!!

          • HighwayStar_84

            Gente como o seu tio eu dou valor!

            Temos um comércio também (mercado)! Quanto mais gente por lá melhor hehehehehe!!!

        • L3O07

          Sobre os 2 primeiros q citou mas sem ligação direta: lembro em 2006 eu fazia um curso de informática e voltava em um daqueles Fiesta verde de carona com mais 2 alunos do curso de carona tb, ai tinha umas (ou uma) mulher bonita no passeio, o q dirigia diminui a velocidade e na janela grita: QUER CARONA? QUER CARONA? e antes mesmo dela responder já acelera o carro e sai gritando: NÃO DOU, NÃO DOU! Ri d+ e nunca esqueci kkkkkkkkkkkkkkkkk

      • PortnoyLima

        Testes de Macho RULEZ!!! UAHSuAHSu

    • Leonardo Brito

      Honestamente?
      Melhor vender o carro pra alguém que realmente goste do que forçar o moleque a ficar com algo que ele não curte… tá nítido que o pai comprou o carro pensando nele e não no gosto do filho.

      E sendo mais honesto ainda, raros são os moleques nessa faixa etária que querem um carro assim… molecada quer saber mesmo é de “sair bem na foto”, ter um carro chamativo e tal e coisa… eu com 18 anos tinha um buggy mas meu sonho mesmo era ter ganho um Opala… e hoje, 23 anos depois, me dobro de saudade daquele carro e daquela época.

      • Hugo Capeto

        Sim, vc tem razão
        Bonito o brinquedo
        Sonho de adolescente

      • Marcos Amorim

        Isso me lembrou quando meus amigos tiveram a ideia de chegar na formatura do terceiro ano em um buggy. Todo mundo de terno saindo do carrinho e entregando as chaves para o manobrista.
        Infelizmente a ideia não se concretizou.

    • Roberto Eduardo Santonini Ceco

      Cadê o anúncio desse Itamar??
      Cadê? ??

  • MARO

    Parabéns pelo carro, muito simpático.

  • Leandro Pimenta

    lindo carro! Mas fale mais das modificações! Se não, não parece um project, apenas uma restauração…

    • Neto Neto

      Mas o project cars é divido em categorias como restauração, preparação e etc. O fato de não haver modificações ou preparações, não descaracteriza o projeto.

      • Guest

        então…é verdade…MAS o conceito de “project” não seria toda a história por trás de uma idéia original, talvez única? Restaurar tem um zilhão de dificuldades e experiências, mas é basicamente ir atrás de peças (ou de fabricá-las) conforme a fábrica especificou anos atrás. Cadê o “projeto”?

    • lucasfs

      O project cars inclui restauração, afinal, quando se restaura, obviamente se traça um projeto. Se vc observar, tem algumas variáveis de project cars, ou focado em performance, ou restauração, ou modernização, ou modificação estrutural… abs

      • Leandro Pimenta

        entendo o seu ponto, mas será que traçar uma estratégia, uma sequencia de tarefas, uma relação de peças originais a procurar, etc, seria de fato um “project”? Na minha modesta opinião restauração é um hobby e montar um project car é outro hobby, pois um é baseado em trazer o carro às suas características originais enquanto o outro é para tornar seu carro algo único (ou quase). Ou não? Sei lá….

    • Dieki

      Restaurar é um puta de um projeto. Só quem fez uma sabe o trabalho que dá. Achar aquela pecinha de acabamento nojenta que numa preparação vc manda pras cucuias…

      • Leandro Pimenta

        concordo; estou na minha 2a restauração! É duro, mas não me parece tanto um project a menos que tenha alguma modificaçãozinha…

        • Maycon Tavares

          Um projeto envolve traçar metas, resultados, ter começo, meio e mesmo que demore um fim. Não deixa de ser um project só porque ele vai restaurar, por mais que seja uma “receita pronta” é um projeto, e não deve ser desconsiderado como se não fosse só porque ele vai restaurar e não vai modificar nada!

          • Dieki

            é… sendo bem estreito tá meio implícito que o PC é uma modificação… uma melhoria.

          • Leandro Pimenta

            acho que vc definiu bem….a questão da “receita pronta” é que na minha cabeça não caracterizava as restaurações como projects…não estava falando que não era, mas eu não via dessa forma…embora tecnicamente é isso aí: projeto tem começo, meio e fim, com escopo definido. A restauração preenche os requisitos.

          • Maycon Tavares

            É isso aí! Quando disse “receita pronta” não é que vai ser sempre a mesma coisa, mas sim as dificuldades encontradas em cada restauração! Por isso merece ainda mais ser caracterizado como um Project, você mesmo disse que está na 2a restauração, então sabe bem as particularidades e dificuldades de restauração!

  • Adlei Brex

    Cara, eu te invejo. E não é inveja boa!!! Daquelas de querer voltar no tempo e quebrar seus 2 bracinhos no dia que vc ganhou o Itamar. As pernas eu deixaria pro dia que recebeu o Split.

    • PortnoyLima

      Quanta maldade cara! Para com isso!! huAhsuAHsuHAs

      Deixa o menino (rico) ser feliz poxa… 😛

      • Adlei Brex

        Pode ser feliz engessado, não ligo.

    • lightness RS

      eita porra
      kkkkkkkkkkkkkkkkkk

    • Jayme Costa

      Adlei, felizmente o “Doc Brown” e seu DeLorean “Máquina do Tempo” só existem no mundo fictício, no mundo real colhemos o que plantamos. Fui abençoado por Deus e espero que Ele possa te libertar dos seus maus sentimentos para que você também possa ser abençoado um dia.

      • Adlei Brex

        Eu sei, cara… Tô no aguardo dessa bênção. Infelizmente a máquina divina funciona nos moldes da máquina pública (Veloster mode on). Por hora, sucesso com seu projeto!!! Tenho 3 aqui em casa e Deus sabe como trato deles, huhuahuahua… Abraço!

        • almerindes

          Hahahaha, eu sei que é zuera sua, mas é bobagem qualquer pessoa sentir inveja, só lembrar que lá atrás o pai ou avô dele foi quem ralou pra caraleo pro filho poder se dar bem na vida. Meu pai se matou, hoje consigo me matar estudando, espero fazer com meu filho isso que os pais dele fizeram por ele.

  • PortnoyLima

    E eu com 18 ganhei só um tapa nas costas e *mais* um boleto pra pagar. :/

    Mas, sem invejas aqui, meus parabéns pelo projeto! É sempre bom saber que um carro icônico está nas mãos de alguém que sabe o que faz!

  • Adilson Pedro Scheid

    eu “ri litros” com a história do “gela saco”! kkkkkkkkkkk tb estou pra fazer um Fusca (bem mais novo, 75) mas o meu vai ser Hood.

    • Guilherme Rocha David

      Por favor, não fode com a lataria de propósito… isso é não gostar de Fusca!

      • Adilson Pedro Scheid

        Fique tranquilo que não vou foder, ao contrário, estou fazendo todo o chassis dele novo, caixas de ar, caixa de step, saia traseira, tudo 0km (mecânica tb toda original e zerada) e a carroceria não tem massa, só vou deixar a pintura como está (judiada pelo tempo, mas sem podres), possivelmente ele vai ser repintado por completo, mas mais no futuro.

      • Adilson Pedro Scheid

        neste estilo:

      • lightness RS

        KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

        olha cara, até tem malucos que fodem a lataria, mas…….. dá pra fazer tudo isso só fudendo a pintura cara, e deixar o carro lindo demais, e a maioria só deixa as marcas do tempo que já existiam

        e outra, enferrujar um para-lama de fusca, com o problema? custa 80 reais um novo q vai ficar melhor que o que tinha kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    • Pomarola

      HOOD?! Não sabe nem o que é Rat Look e quer fazer um “Hood”? Sai da internet e vai se informar piá, “Hood”, ou HoodRide foi um grupo falido que existiu na década passada que se encerrou por causa de trambiques do seu fundador que passou a perna num monte de gente que comprou produtos com a marca dele. Piá de prédio é osso!

      • Adilson Pedro Scheid

        Quem vc pensa que é pra chamar os outros de “piá de prédio”? chegou hoje por aqui e quer sentar na janelinha? eu nem sei que merda de história é essa que você está falando ai (conto da carochinha deve ser), eu estava falando de um estilo de personalização que vou TENTAR fazer no meu Fusca vélinho. Não sei diferenciar os estilos direito mas estou correndo atrás pra saber, mas como BABACAS como você fica dificil a gente tentar alguma coisa né amigo? Ao invés de ajudar já chega na voadora criticando! por que você não vai caçar o que fazer? acho que o “PDP” aqui é você amigo!

    • Gabriel de Oliveira

      Vale sempre lembrar: a filosofia dos Rat prega “levantar” um carro detonado e acabado, e bota-lo para rodar; mas alguns acham que significa depredar um bom carro, rodando em forma, e torna-lo um verdadeiro rato velho de lata enferrujada.

      Não estou fazendo julgamentos. Apenas informando. Boa sorte.

      • Adilson Pedro Scheid

        Exato Gabriel, meu carro hoje não anda, está detonado (acabado mesmo, mas não estruturalmente, sim o chassis, é um legitimo “carro dos flinstones”, não tem assoalho), é um carro com a pintura gasta pelo tempo, porém original. Não há muitos podres (alguns em partes normais de Fusca que serão reparados), Meu objetivo é deixa-lo com a parte mecânica e elétrica impecáveis, mas com aparência toda como está, envelhecida, o carro rebaixado com rodas Porsche ou Originais com alguma tala mais larga, assim como na foto que postei. Tudo que será feito vai ser facilmente convertido posteriormente, pro carro poder ser restaurado com pouco investimento (só uma repintura completa).

    • Jayme Costa

      Adilson, como você gostou, vou tentar incluir mais algumas informações do “gela saco” no próximo post, OK? Boa sorte com o seu projeto!

  • Rodrigo Sublime

    vai voltar o 1.200 6V nele né… Putz nunca esqueço o verde musgo com detalhes branco que meu Pai teve… mais ele tbm era muito mais fã de velocidade… e acabou vendendo rapidinho…

  • André Avancini

    Haters gonna hate com certeza, mas… Fusca é Fusca.

  • AlanFSi

    Eu me achava com meu 66, com um split desse eu seria o ‘rei do camarote’ KKK nem que fosse só comigo mesmo hahaha. belo carro belo projeto espero poder acompanhar até o fim a evolução do mesmo :)

    • Nicolas Pancheski

      mano os project cars nao tem fim…

  • Bill

    Sensacional!! Parabéns pelo projeto irmão!!

  • dasc94

    Aquele Polo GTI prata que tem FEI é teu? hahahha daora

    • Jayme Costa

      É o meu sim!

      • Paulinhowey

        Sempre vejo ele lá! Hahahaa pelo menos alguém sabe comprar carro naquela faculdade! Parabéns pelo projeto cara, o branquinho ainda existe??
        ps: Boas provas a todos os feianos 😉

        • Giovane Cipriano

          Vejo sempre também, e vejo que temos muitos Feianos aqui!

          • almerindes

            Com um curso de mec.aut que traz gente do Brasil inteiro pra estudar nela, não me surpreende o curso todo estar por aqui, dá gosto andar pelo estacionamento hahaha.

          • Paulinhowey

            Tinha que marcar um encontro dos feianos do flatout!

        • Giovane Cipriano

          Ah … detalhe … tem um Santa Matilde branco lá também! Vi estacionado ontem e hoje perto do J, lado do campo!

          • Jayme Costa

            Eu vi esse Santa Matilde também, muito bonito. Parabéns ao proprietário. Aliás, não é difícil ver um carro legal no estacionamento da FEI…

      • PedroTelles

        Cara, moro no RJ e estou realmente interessado em fazer prova pra FEI, pro mesmo curso que você faz.
        Acha que vale a pena ?

        • Jayme Costa

          Pedro, como qualquer feiano sou suspeito para falar, mas vou tentar passar os fatos, OK? Escolhi a FEI porque é a única faculdade que tem o curso de Mecânica Automobilística mais consagrado. Afinal, o curso tem origem nos anos 60. Mas não se engane, é um curso de engenharia, portanto é difícil e requer muito estudo e dedicação. O curso tem 5 anos de duraçao (isso se você não repetir algum semestre..) e apenas o último ano que tem as matérias da ênfase como carrocerias, suspensões, freios etc. Os 4 primeiros anos são iguais da engenharia mecânica plena. Conheço pessoas de outros estados (inclusive RJ) que estudam na FEI. Espero poder ter ajudado. Qualquer coisa, é só perguntar!

          • PedroTelles

            Faço petróleo e gás e tenho pai engenheiro mecânico, meio que já estou “acostumado” com o meio rs.
            Tava querendo fazer mecânica mesmo, e já que sou apaixonado por carros e afins me interessei muito pelo FEI, mesmo sendo em outro estado.

    • Julien Avril

      Deu até saudades da FEI… kkkkkk

  • Leonardo Fournier

    Parabéns e sorte na restauração..

    • Jayme Costa

      Obrigado!

  • guushk

    Cara…
    21 anos (minha idade, praticamente, faço 21 daqui 5 meses), e tem um Fusca Split, um Itamar e ainda um Polo GTI com daily driver? ‘-‘ (ou teve algum detalhe que deixei passar ou que não ficou claro?)

    Enquanto isso, eu na briga pra fazer meu pai cumprir o “vou te comprar um Fusca pra tu fuçar!” que ele me diz desde o ano passado… haha

    • Matheus Utzig

      Cara, to na mesma! AUHUSHUAS só que no meu caso eu tava de olho numa Brasa. Pena que não tem espaço lá em casa e meu pai sempre fala: “Gasta dinheiro com tua faculdade guri, não com essas coisas!” eu fico p. da cara…

      • Nicolas Pancheski

        vc tem 21 anos e mora ainda casa dos pais ‘-‘

        • EuMeSmObYmYsElF

          e daí?

          • Douglas Duarte da Silva

            Morei com meus pais até os 27…não vejo nada demais nisso e olha que eu nem sou tão familia assim…Hj moro a 1 casa deles e quase não vou lá… Ae eles vem aqui…meus pais, irmãos…

          • EuMeSmObYmYsElF

            tenho 21 e só não to morando com meus pais agora porque eles estão fora do país… mas contando os dias pra ir morar com eles de novo… Outubro, adeus Brasil…

          • Douglas Duarte da Silva

            Tenso mas ou eu casava ou ela ia embora…mas se fosse solteiro ainda moraria lá de boa…caso me separasse eu já não sei

        • Maycon Tavares

          e dai!? (2)

          tenho 22 e moro com meus pais “ainda”

        • Vitor Silva Marques

          Eu tenho 23 e não vejo problema nenhum

        • Marcos Amorim

          Eu só saio da casa dos meus pais se casar. Depois de ficar um tempo trabalhando viajando por aí e ver a tristeza na cara da minha mãe toda vez que eu ia embora, percebi que morar sozinho seria apenas uma despesa de inflar ego e contribuiria para deixar minha família triste.

          • lightness RS

            matou a pau, essa encerra o assunto hahahaahahaha

            pior que não há nada pior que ver a cara dos seus pais quando tu diz q vai sair de casa, eles expressam felicidade, mas sentem muito!! fiz isso aos 23, e caralho, foi horrível, ainda mais que eu sou o filho mais novo, era o único que restava em casa…

            agr eles não tem mais filhos em casa, substituiram por 7 cachorros. 5 a mais que tinha quando sai AUSHAUSHUAS

          • Lucas Timm

            Eu não moro mais com minha mãe. Saí de casa com 23, mas por que eu decidi voltar pro RS e ela optou (na época) continuar em Goiás (morei lá vários anos e nunca me adaptei). Quando ela vinha me visitar, ou eu ia pra lá, a alegria era bem grande. É bom aquela coisa de ser visita na casa da mãe. :)

            Agora ela tá pra voltar pro RS também, vou voltar a morar com ela. Aí só pretendo sair quando casar.

          • Nicolas Pancheski

            vc deu um tiro na minha cabeça.

            vc recebeu a medalha de matou a pau(acabou com o assunto)

          • Leonardo Brito

            Zerou a intenet agora, Marcos.

        • Diego Souza

          brasileiro n tem essa cultura de sair de casa p morar sozinho, todos amigos q tenho sairam de casa após terem casado.
          eu com 27 moro com minha mãe ainda

          • Nicolas Pancheski

            na verdade ha pais que acham que apartir dos 20 xo de casa!
            no meu caso é o mais provavel pois a russia brasileira é sempre uma icognita

        • lightness RS

          morei até os 23, problem?

          serviu pra juntar uma boa grana, e não havia necessidade de sair de casa, pra que eu ia sair de casa pra comprar (ou pior, alugar) outro apartamento na mesma cidade??? botar dinheiro FORA.. E tinha a privacidade q queria em casa, espaço pras carangas (e de bônus cuidar das do coroa), comida boa e sobrava dinheiro kkkkkkkkkkkk

          1 ano dps q me formei, q já tinha um emprego decente e uma grana juntada, ai já comprei direto um ape pra mim !!!! ao inves de ficar 5 anos pagando aluguel pros outros.

          se precisasse tinha ficado mais alguns anos em casa pra juntar mais grana, NO PROBLEMS

          • Nicolas Pancheski

            23 nao tem problema.. mas conheço gente que ta no ninho com quase 30 anos lol.

        • HighwayStar_84

          Eu tenho 29 e moro com os pais…não há problema nenhum nisso!

          O único problema seria se tú morasse na casa dos pais e fosse um vagabundo…

          • Nicolas Pancheski

            o duro q minha mae que eu trabalhe quando completar 16.

          • HighwayStar_84

            Tú tem 15 anos? Bom, na verdade eu trabalho desde os 8 anos hehehehehe!!!!

            Olha…trabalhar de começo é complicado, mas depois que pega o jeito se acostuma…recebe salário, faz colegas no serviço, se torna uma pessoa mais responsável.

            Se trabalhar já tá achando complicado, sair de casa é muito mais difícil…tem de fazer tudo por conta, se virar mesmo e se não conseguir se sustentar pode passar fome e até perder o teto.

            Eu moro com meus pais, mas sei fazer tudo sozinho: fazer comida, lavar roupa, limpar a casa…

          • Lucas Timm

            Eu comecei a trabalhar com 16. Questão de necessidade familiar. Hoje tenho uma situação financeira confortável (cacete, acabei de perceber que foi há 10 anos atrás), e na boa: Meus filhos vão começar a trabalhar com essa idade também. Foi a melhor coisa que me aconteceu.

          • Nicolas Pancheski

            e o mesmo motivo que eu vou trabalhar pelo mesmo motivo que vc a situaçao financeira… lol mas tem tempo va que recupere quem sabe em 2 anos….

        • Gerônimo Alcântara

          E eu poh… 23 anos ja casei, descasei, e nas idas e vindas com o porta malas do opala cheio de coisas eu via a tristeza de minha mãe… Agora estou a fazer uma reforma na casa dela. Ela reclama pq gasto muuuuuita grana no opala e tal, mas ela tbm vê minha alegria quando ligo a chave e o cheiro de alcool sobe nas manhãs…
          Dificil eu sair daqui agora…….. E ela da maioor valor a mim em casa, disse que foi besteira eu sair.
          “mãe vc só tem uma, aproveite!”

          • Nicolas Pancheski

            concordo mass pq descasou(saparou) foi por causa do opala…

          • Gerônimo Alcântara

            Entre um dos motivos sim! rsrsrsrsrsrsr
            vale mais a pena procurar outra mulher do que ter que procurar um opala bom a preço razoavel.! “hahaha ironic mode (on)”

  • Jwoll

    essa traseura, parece uma cara com bigode, tipo like a sir!

  • Jonata de Borba

    Muito bonito, tem fuscas que eu gosto, gosto muito, não tem como negar. Mas mesmo assim não é um carro que eu teria para min. Mas este seu split mesmo sem restauração parece em ótimo estado. Na oficina de funilaria da qual é feita a restauração do meu Voyage 89 tem um fusca split 53 que chegou lá recentemente, em um estado bem ruim. Boa sorte na restauração!

  • EuMeSmObYmYsElF

    único Fusca que eu realmente gostaria de ter… um Split Window…

  • aNDRÉ

    Isso sim é carro

  • gutoohenrique

    Vc é usuário do FFB?

    • Jayme Costa

      Amigo, sou registrado mas nunca escrevi nada…

  • Thiago Moreno

    ME-LI-OR project car até agora

    • Jayme Costa

      Obrigado Thiago, mas temos vários ótimos projetos no site. A variedade é muito grande o que é muito bom para quem acompanha (e eu me incluo nessa). Fico feliz que você tenha gostado! Abraço.

  • GabrielF100

    Meu pai tá de olho num fusquinha, se eu mostrar esse teu, ele vai à loucura! hahahah

  • Pé de Pano

    Essa janela bipartida do fusca é quase que lei, o charme máximo do simpático carrinho Alemão, ta show seu projeto! Abraços.

  • Marcos Amorim

    Lembro a vez que encontrei na internet um Split 1100 ainda dos anos 40, que possuía freios acionados por cabos de aço. Sempre quis saber se tinha mais algum desses por aqui mas nunca descobri.
    Sobre as alterações reversíveis, chuto uns faróis sealed beam e pneus mais largos.

    E isso dos faróis me lembrou meu pai falando do seu antigo 1200 1964: parecia um vagalume, tinha que trocar pelos sealed beam se quisesse usar os faróis.

    • Jayme Costa

      Marcos, sei de 3 fuscas 1949 no Brasil que tem freios acionados por cabo. Um deles tive o prazer de ver ao vivo. O que você viu pode ser um que apareceu no mercadolivre uns 10 anos atrás e logo foi vendido. Hoje este carro está restaurado e pertence a um colecionador de Salvador/Bahia. Um dos seus chutes está certo, o outro não…

      • Marcos Amorim

        Não lembro onde vi, mas era um vermelho que pelo jeito já havia sido pintado. Fico feliz que ele não é o único, já que sempre fico receoso do dono vendê-lo para um colecionador de outro país, como aconteceu com a Kombi há alguns anos.

  • Paulo Penna

    Muito bonito! Quando ví o título minha espinha gelou de medo de aluem pegar um Split e colocar motor de subaro, bancos recaro, faróis do gol bola…. que alívio!!!
    Parabens!

    • Grandma Driver
      • Matheus Fontana

        Cara, que asfalto é esse? Esse fusca tá a 1 dedo do chão!!! Se fosse aqui no RS já tinha arrancado o assoalho nos primeiros 15s do vídeo! hehehe

    • Jayme Costa

      Pode ficar sussegado! As únicas duas modficações serão 100% reversíveis, OK?

  • Fagner Moura

    Acho um charme só esses Fuscas, o design é bem mais acertado e detalhado que os atuais. Não sou muito fã de VW, mas se fosse pra ter seria um Fusca 69 ou 73…

  • lightness RS

    Parabéns pelos carros cara, compartilho desse seu amor pelos VW (e o grupo em geral)!!! Embora eu goste de qualquer máquina de quase da mesma maneira!

    Seu Split tá lindão, queria ter tido sua sorte quando pirralho hahaha Esse é um daqueles carros que se eu ver na rua vou ficar babando 30 minutos PELO MENOS, mas já que só vemos Split em encontros…..

    Boa sorte com o projeto, não demora, fiquei curioso AUSHUASHUHAS

  • Paulinhowey

    Pra não faltar, chupamaua!

    • E que a Mauá não se esqueça
      Que seu boneco não tem cabeça!

      Poropopó popopopó… POROPOPÓ POPOPOPÓ hehehehe saudades da FEI

  • Caramba, que bela garagem!

    Fui FEIANO (Mauá, aquele abraço!), me formei em Ciência em 2011. Meu fusca é um 61 monocromático, estamos agora baixando o motor pra ver o estado dele. Depois, é correr atrás dos detalhes estéticos que estão faltando.

    Boa sorte com o projeto, aguardando ansiosamente pelos próximos capítulos!

    • Jayme Costa

      Monocromático é um ícone dos anos 60! Parabéns! Os detalhes são um pouco mais difíceis de achar mas basta ter paciência que as coisas aparecem. Ah, uma vez Feiano, sempre feiano, mesmo depois de formado!

  • Adilson Pedro Scheid

    Jayme desculpa ai os comentários abaixo! Seu carro é LINDO e eu NUNCA teria coragem de pegar um Split ou algo raro assim pra deixar o tempo estragar! sorte na restauração e queremos ver esse carro reluzindo de novo pelas ruas do nosso brasilzão a fora! O brasileiro ainda não tem “ferrugem nas veias” e é bom ter exemplos de pessoas como você, que pegam um carro “relativamente” comum e quer deixar o mais original possivel, uma reliquia mesmo! siga em frente com a restauração que estamos todos aqui acompanhando o seu e todos os outros Project Cars ansiosos pelos posts! Afinal, somos todos Gearheads / Petrolheads! Sucesso!

    • Jayme Costa

      Adilson, muito obrigado pelas palavras. Concordo que aqui somos todos loucos por carros e é isso que importa. Sempre gostei de acompanhar o projeto de outras pessoas e por isso quis retribuir compartilhando o meu. Grande Abraço.

  • Alisson Bona

    Em nenhum outro project cars, tive tanta inveja do projeto. parabéns!

  • Giovane Cipriano

    Hum … Então você é o dono do GTI Prata que vejo frequentemente na FEI?
    Você é do Diurno ou Noturno Cara?
    Parabéns, belo brinquedo esse split … show!
    #ChupaMAUA

    • Rodrigo Padula

      #VamoFEI

    • Pedro Henrique

      Eu também sempre fiquei curioso para saber quem seria o dono daquele raro e bonito Polo GTI prata, que vejo diversas vezes na FEI!
      Muito lindo esse Split cara, parabéns pelo carro! Espero vê-lo mais vezes aqui no Flatout. Começei a frequentar faz pouco tempo esse site, e aprendo muito com ele!

  • Diogo Petters Ferrari
    • Kyz_08

      Esse tá lindo, mas poderia ser melhor. Eu acho que uma cor que não é a favor dos Fuscas mais antigos é o preto.
      Esconde tanto as linhas dele, sendo que as linhas e curvas deles são tão belas.

  • Kenji555

    Nossa, eu nem sabia que existiam Fuscas desse modelo no Brasil! Oo
    Esse aí merecia uma placa preta até

    • Jayme Costa

      Os primeiros Fuscas vendidos oficialmente no Brasil são de 1950 e vieram montados da Alemanha. No ano seguinte começou a produção em CKD, ou seja, o carro vinha desmontado e era montado no Brasil. Quem sabe consigo chegar na placa preta algum dia…

  • Thyago Szoke

    Meeeu Deus! Um Split, um Itamar e um Polo GTI? Cara, você tem uma garagem que sonho ter!!! Parabéns!!!

    • Lucas Lira Oliveira

      Sem falar do Santana né?! rsrs…

  • Kyz_08

    Desculpa perguntar, com todo o respeito, mas o que tem pra restaurar no seu Fusca, irmão?
    Ele tá lindo demais. Meus parabéns.

    • Jayme Costa

      Muito Obrigado! Infelizmente ele sofreu um pouco nesses quase 64 anos de existência e merece uma restauração. Alguns detalhes e a cor não são mais originais…