A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Project Cars Project Cars #166

Project Cars #166: a restauração do meu Dodge Magnum ficou pronta!

Fala aí mais uma vez, galera do Flatout! Dessa vez, infelizmente, venho escrever o último capítulo do Project Cars #166, o nosso grande Dojão. Por conta de uma inesperada mudança nos planos e cronograma do projeto acabei atrasando demais a publicação deste último texto, e o que antes era para ser apenas um texto de despedida virou uma nova etapa na restauração de nosso carro. Sem mais delongas, explicarei o que aconteceu.

Quando escrevi o segundo texto, o carro estava sendo preparado para fazer uma pequena funilaria na moldura do vidro traseiro. Como nada nesse carro dá pouco trabalho, isso não foi diferente. Foi necessário tirar os frisos cromados, o que por si só já é bem complicado, cortar a borracha velha e retirar o vidro traseiro, depois remover qualquer resquício de borracha ou cola da moldura e, por fim, fazer a tal funilaria.

P1070955

P1070954 P1070953

Tudo isso demandou entre uma e duas semanas, porém, o único funileiro que aceitou ir até nossa casa realizar o serviço demorou uns quatro meses para finalmente dar as caras. Não tínhamos pra onde correr: o carro já estava sem o vidro traseiro e em cima de cavaletes para não deixar os pneus quadrados, só nos restava aguardar. Enquanto o serviço não avançava importei borracha e grampos de frisos novos. Em duas semanas a encomenda chegou. Agora faltava “remendar” o carro para continuarmos o serviço.

2015-04-21 15.21.33 2015-04-21 15.22.05

Enquanto esperava o funileiro, meu pai resolveu aproveitar para dar mais serviço pro cara quando ele aparecesse, então começou a caçar pelo carro outros lugares que também precisariam de uma atenção, nada grave, mas que seria até melhor se fossem reparados de uma vez só. Ele encontrou mais quatro ou cinco pontos, nos pára-lamas traseiros, no dianteiro esquerdo, e um por trás do pára-choque traseiro, sendo necessário removê-lo.

O carro, que antes estava só sem o video traseiro agora estava sem tampa do porta-malas, sem para-choque traseiro, sem suporte do para-choque, se carpete da mala, enfim, do banco traseiro para trás está todo depenado. Vocês não fazem idéia do trabalho que foi para retirar todas as impurezas das chapas até deixá-las prontas. Quase 40 anos de sujeira, colas antigas ou massas protetoras como Brascoved.

Enfim, resolvemos por remover praticamente tudo, pois notamos que on havia primer ou Brascoved trincado, a umidade penetrava e começava a enferrujar a chapa por trás da proteção(!), fazendo com que pequenos problemas que poderiam ser resolvidos facilmente ficassem escondidos de nossa vista, só aparecendo quando já estavam bem mais complicados de resolver.

2015-03-20 07.52.30

Neste momento o carro se encontra com todas as soldas já feitas, sendo realizado agora um trabalho de acabamento nelas para ficarem parecendo mais originais, e também com 90% do porta-malas lixado até a chapa e coberto com produto anti-ferugem, no caso nós utilizamos o Confer, e eu até indico ele para quem precisa, pois é muito bom, protege bem, não sai com água e não impede de pintar sobre ele.

P1070965

 

Os próximos passos são pintar o interior do porta-malas com primer, pois a parte que fica atrás do para-choque já está com uma primeira mão de primer. Após isso, tentaremos pintar tudo em casa mesmo, se nosso velho compressor que não é ligado a quase 20 anos permitir. Depois de pintar, instalaremos a borracha nova, o vidro e os frisos, que serão polidos. Esperamos que dentro de um mês consigamos finalizar tudo, porém é difícil prever, pois muitas vezes aparecem contra-tempos que acabam atrasando nossos planos. Se tudo der certo, ele estará no próximo encontro de antigos aqui da região.

1511062_389688111195251_9124691682893366793_n

Bem pessoal, é isso. Foi muito bom compartilhar com vocês um pouco da história desse carro que é tão querido pra mim e pra minha família. Espero que tenham gostado de conhecê-lo também, e em breve  mandarei fotos dele em sua boa forma de sempre.  Abraço a todos que acompanharam e se identificaram com a luta que é manter um fora-de-linha como este, são com certeza muito mais momentos de suor e lágrimas do que os de felicidade, porém, é nestes breves momentos que vemos o quanto tudo valeu à pena, e como faríamos tudo de novo.

559524_100179693479429_501947495_n

Pode até ser um pouco de loucura, no entanto melhor essa loucura focada à uma rotina sem graça. Através dessa paixão eu fiz muitos amigos, conheci esse site com o qual eu me identifico demais e aqui também fiz outros amigos, e é disso que tudo isso se trata, paixão por carros, amizade, respeito, essas foram algumas das coisas que essa minha “loucura” trouxe pra mim. Pensem nisso, cultivem isso, e talvez um dia consigamos ter mais apoio por parte de governo e empresas para curtir nosso hobby com mais facilidade, mais estrutura e mais integração. Grande abraço a todos!

10408631_723425134378254_6725395874063449296_n

Por Rodolfo Schmidt, Project Cars #166

0pcdisclaimer2

 

 

Uma mensagem do FlatOut!

Rodolfo, além de ser um projeto bastante significativo — uma vez que o carro passado de pai para filho — ele também mostrou em detalhes como a restauração de um clássico nunca é tão simples como parece. Especialmente neste último post, quando tudo parecia pronto, mas a simples troca da borracha revelou a necessidade de um trabalho mais extenso. Além disso, é sempre bom ver um clássico desses voltando à sua glória original e sendo usado em momentos especiais. Parabéns pela conclusão!

 

Matérias relacionadas

Project Cars #370: usando um Subaru WRX STI no dia-a-dia

Leonardo Contesini

Project Cars #498: a história da Valdirene, minha Kombi 1965

Leonardo Contesini

Project Cars #427: pequenos reparos e o convívio com o Ford Ka XR

Leonardo Contesini
error: Direitos autorais reservados