FlatOut!
Image default
Project Cars Project Cars #255

Project Cars #255: a pintura e reconstrução do motor do meu Fiat Uno Turbo

Fala galera, tudo bem? Voltamos para a terceira parte do Project Cars #255 (caso você não tenha visto as duas primeiras, elas estão aqui e aqui).  No último episódio, terminamos quando o carro embarcou para a oficina, então vamos continuar a novela…

Na oficina

No mesmo dia em que saiu para a oficina, o mecânico já me enviou uma foto do carro, no seu novo habitat e já combinamos que durante a semana seria passado o que deveria ser comprado para os reparos. Já estávamos no início da segunda semana do mês de maio/2015. Havia me decidido, vou arrumar o que tiver de ser arrumado, não tenho dinheiro, mas tenho cartão de crédito.

1

Pausa Dramática: Estava escrevendo este post e lembrei de um comentário onde foi tocado no assunto sobre a real noção que nós, proprietários dos PCs, passamos aos leitores, então acho que vale a pena eu passar o pouco do meu conhecimento sobre isto. Um projeto do porte em que o meu tomou não é nada fácil, tem que lidar com dinheiro (e muito), pessoas (mecânicos, guinchos, lojas…) e emoção. Nem sempre as coisas saem do jeito que você quer e no tempo desejado e certamente terá dor de cabeças. Então minha dica, pense quatro vezes antes de entrar de cabeça em um projeto desse. Não me arrependo do meu projeto, mas muita gente que eu conheço que “respiram” carros, já falaram que teria desistido no meu lugar só pelo stress.

Voltando ao assunto, no meio da semana seguinte, o mecânico conseguiu desmontar e mandou algumas fotos, não de mais grave além do que já havíamos constatado. Seria necessário a retífica do bloco e cabeçote.

Com estas informações na mão foi para as pesquisas, decidi que o primeiro upgrade seria a troca dos pistões. Originalmente ele conta com pistões 80,5mm então busquei um novo com a medida um pouco maior 81,5mm e forjado da marca IAPEL.

 

Vamos às compras

No final do mês, foram completadas algumas informações como exemplo as medidas das bronzinas (0,25), possibilitando a compra de todas as peças necessárias para colocar para andar.

Iniciei as buscas e compras, ao todo consumiu próximo de 40 dias para compra das todas as peças, não foi fácil achar algumas peças, mas consegui reunir as principais para o fechamento do motor e algumas peças que quis trocar a mais do necessário, pois aproveitaria que estava desmontando mesmo…. Exemplo, reservatório de agua, radiador, cabo de acelerador, bomba de direção hidráulica (apesar de estar funcionando, estava vazando). Enfim comprei um monte de peças novas e sempre buscando as melhores marcas.

 

Hora da limpeza

Tinha sempre um item que martelava em minha cabeça, o estado do cofre do motor. Sempre que eu me lembrava ou olhava me deixava muito descontente, estava fazendo tudo no motor e o cofre ficaria feio mesmo? Para quem não se lembra, olha como ele estava, com partes pintadas de preto, sujo, desbotado, arranhado…enfim

2

Não!

Entrei em contato com o mecânico e solicite que procurasse alguém e pintasse o cofre, com a cor original ( Fiat 95/96 poliéster vermelho alpine). Então iniciou-se a desmonta completa do cofre para a pintura.

Após o desmonte, fiquei mais impressionado, o quanto estava descuidado da aparência.

Duas fotos com o cofre sujo e mais duas com o cofre já lavado:

No dia da pintura coincidiu de eu estar presente, ajudei a empapelar e acompanhei a pintura e o resultado final foi interessante, já não tínhamos mais a parte pintada de preto, que acabava com o visual do motor.

3 4

Isto era em 20/06, fiz uma base de um mês para se montar tudo e acreditava que próximo ao final do mês 07 estaríamos com o projeto concluído/ carro andando.

 

Novo Integrante na Família

Estava empolgado com o projeto e evolução. Acabei contaminando o meu irmão. 😀

Apesar de muitos acharem que eu comprei outro Uno Turbo, na realidade o meu irmão comprou um Uno Turbo preto. Este é um 1996 completo, porém sem teto solar, e com alguns upgrades, como turbina maior rodando com 1,3 bar, conversão para álcool com bicos retrabalhados, injeção ajustada, bobinas de maior performance, embreagem de cerâmica, freios dianteiros e traseiros de Marea, rodas 15. Enfim, fino trato.

UT BLACK

E logico que não poderia faltar uma voltinha com ele no PC, isso só faz a minha vontade de terminar o meu logo.

 

Evoluindo

Duas semanas depois da pintura, resolvi colocar a mão na massa e montar pequenas coisas, para dar uma agilizada na montagem.

5

Todos os sábados eu ia até o mecânico para ver como estava evoluindo, muitos destes sábados eu não via a evolução desejada ou até mesmo nenhuma evolução, por este motivo comecei a ficar cobrando mais o mecânico. Fora que a minha ida até o mecânico era bem cansativa, levava em média 1h20 para chegar lá e o mesmo tempo para voltar, já estava cansando, fora o custo destas “viagens”, mas eu tinha de acompanhar a montagem.

Duas semanas mais tarde, ficou pronto o Bloco e começou a montagem da parte de baixo.

Chegamos no início de agosto, meu planejamento de que o carro ficaria pronto no final do mês foi por agua a baixo. Durante a última semana do mês fiquei cobrando e houve uma pequena evolução, o bloco e o câmbio haviam sidos pintados e foram colocados no lugar junto com outros itens. Aproveitei para levar para o mecânico a nova junta de aço, que foi feita na espessura que foi solicitada pelo mecânico.

 

Nova Chamada Project Cars

Neste meio tempo, foi lançado uma nova chamada de Project Cars, estava contente com a evolução, pois o motor já estava no lugar e a nova expectativa de até final de agosto terminar tudo estava longe de ser impossível, resolvi me inscrever ainda mais que me enquadrava em um dos requisitos da chamada (“…80% do projeto concluído. “) e então fui convocado para o #255. A pressão se tornou ainda maior, tinha de terminar para mostrar o resultado final para a galera! A parte mais puxada da montagem já havia passado, agora era detalhes e colocar ele para funcionar.

 

Novos rumos

Continuei indo todos sábados até lá e cobrando o mecânico para a conclusão, mas passaram quase dois meses novamente, a nova meta de longe havia estourado. As evoluções eram pequenas e precisavam de muita atenção ainda.

Não tive muita escolha após alguns problemas pessoais somados a insatisfação com os serviços, não tive escolhe e tive de ter um novo gasto e colocar para andar de imediato… só se for em cima de uma plataforma.

6

E a plaquinha de vende-se continua…

Agora temos novos rumos! Irei por conta finalizar o projeto e colocar para andar, será que consigo sozinho? Aguardem no próximo post!

Por Jean Victor Rocha, Project Cars #255

0pcdisclaimer2

Matérias relacionadas

Project Cars #42: a história do Ford Ka Duratec 2.0 de Adriano Krempel

Leonardo Contesini

Project Cars #290: as primeiras modificações da minha Ford Ranger V6

Leonardo Contesini

Project Cars #181: começando a preparar minha Harley Davidson para pegar a estrada

Leonardo Contesini