Edição diária: 17/06/2019
FlatOut!
Image default
Project Cars Project Cars #308

Project Cars #308: a preparação e a personalização do meu Subaru Impreza WRX hatchback

Olá, galera! Me chamo Gabriel Marcusso e vou contar a vocês, em detalhes, toda a historia do meu Project Car #308, um Subaru WRX Hatchback.

Como um aficionado por carros, a minha história com a Subaru vem de longa data. Me lembro da época do colegial, a qual perdi muito tempo das aulas olhando carros no Google e analisando os preços no Webmotors, o que sempre culminou em Subaru e em uma duvida: quando vou conseguir um deste?

E quem diria que após alguns anos, daquela época que parece ser tão distante, cá estou eu com o meu sonhado WRX. Neste meio tempo fui muito feliz com o meu antigo Ford Fiesta Titanium Powershift, porem o carro me desapontava em dois aspectos: seu câmbio e o motor aspirado. E foi graças a este descontentamento que eu busquei realizar aquele antigo desejo de possuir um Subaru Impreza.

FOTO 2

Chega de historinhas e vamos ao que interessa: após uma longa busca e uma “quase” compra, consegui escolher um carro que me passasse o mínimo de confiança, e desta escolha levou um mês para que finalmente eu fechasse negocio, até porque o carro estava no Rio de Janeiro. Aproveitando que meu pai mora em São Paulo, contratei uma prancha para levar o carro para lá, aonde ele permaneceu por mais uma semana para uma revisão geral.

FOTO 3 FOTO 4

 

Ansiedades a mil, aproveitei um feriado prolongado e fui buscar o carro. Chegando lá quase endoidei ao sentir os 270 hps e a tração 4×4 que a mesmo tempo que empurravam o carro pra frente, tracionavam fazendo com que o carro se quer pensasse em destracionar.

 

O projeto

Quando  comprei o carro, ele era apenas mais um WRX rodando pelo Brasil. De acessórios do antigo dono ele havia herdado apenas uma central multimídia Caska e um Cat Back Invidia Q300 Titanium, e foi deste ponto que comecei a trabalhar neste projeto, sempre com o pensamento que ele seria um carro de uso diário, e não de final de semana. Logo deveria ser algo usável em quaisquer das situações que eu poderia enfrentar.

Motor

Partindo deste pensamento, fui em busca de um “Stage 2+”, composto pela troca total do sistema do filtro de ar por um Intake da preparadora britânica Cosworth,  substituição da parte inicial do escapamento, incluindo o catalisador, por um downpipe da fabricante americana Invidia; alteração do uppipe OEM por um uppipe de inox da fabricante americana Perrin; e o remapeamento da central eletrônica, realizado via porta OBD2, pelo software Tactrix, feito pelos amigos da Atomic Motorsport, onde se alteraram todos os padrões da ECU em busca de uma melhor performance, incluído Launch Control e Powershift, sem abrir mão da segurança do motor e um consumo otimizado.

Com todas estas mudanças, estimamos que o carro esteja em torno dos 350 “cavalos felizes”, algo em torno de 270 a 280 cv nas rodas.

 

Visual e afins

Logo que peguei o carro percebi que os dias que ele passou no litoral tinham judiado a pintura. Assim mandei fazer uma lavagem completa e espelhamento do veículo. Fora isso, percebi que os dois parachoques precisavam de uma nova pintura, e isso foi feito.

FOTO 9 FOTO 10 FOTO 11

Aproveitando a deixa que o carro estava na pintura, coincidentemente achei na internet uma foto do interior do Subaru Impreza CS400, que é uma edição especial do Impreza feita pela Cosworth, assim decidi fazer igual, pintando todas as molduras internas de preto brilhante, dando um ar de requinte para aquela interna simples, padrão carros japoneses. O serviço foi realizado pelo pessoal da RR Pinturas, e o resultado me surpreendeu.

FOTO 12

Terminado todas as partes da pintura, era hora de um upgrade no som, e para isso escolhi o pessoal da Akustic Som, aonde foi instalado um Subwoofer DD Áudio de 10 polegadas com modulo amplificador Stetsom 1k6 EQ e todo o cabeamento blindado, o projeto foi pensado de maneira a não comprometer o porta-malas, visto que ele já não é muito grande. Preferimos uma caixa horizontal que fosse mais fina, chegando a este resultado.

FOTO 13

Foi instalado, também pelo pessoal da Atomic Motorsport, um Touch Dash Logger 3.2 da Pro Tune, para quem não sabe o que é: 

“O Dash Logger Pro Tune TDL 3.2 é a ferramenta ideal para o monitoramento e a aquisição de dados. Utilizando o conceito all-in-one em um equipamento de excelente custo beneficio, combina as funções de um painel (dash) configurável, data logger de alta capacidade e shift light com 9 leds. Todas as configurações podem ser feitas facilmente através de sua tela LCD colorida e sensível ao toque. Além disso, possui acelerômetro (sensor-G) de 3 eixos e comunicação CAN, que permite o envio de todos os dados do ECU para o TDL por apenas 2 fios”.

FOTO 14

Próximos upgrades

Estou em busca de um novo setup de rodas e pneus, provavelmente, as rodas terão 18 polegadas e com tala acima de 8,5, que sejam mais leves e resistentes, e os pneus 245/40. Posteriormente, novos freios Brembo, Wilwood ou AP Racing com seis pistões na dianteira e quatro pistões na traseira.

Com relação a suspensão, estou resistindo à ideia de instalar molas esportivas. O Impreza é um carro que raspa fácil o parachoque e o catback. Mas para frente estou pensando em instalar coilover KW ou H&R, mas tenho receio de quão usável o carro ficaria para o uso dia-dia.

 

Próximos capítulos

Nas próximas publicações teremos as novas rodas, que provavelmente até o começo de fevereiro já estarão no carro, vídeos e fotos novas, e detalhes mais a fundo de todo o projeto da preparação.

FOTO 15

Até a próxima!

Por Gabriel Marcusso, Project Cars #308

0pcdisclaimer2

Matérias relacionadas

Project Cars #348: começando a restaurar a Kombi “Food Truck”

Leonardo Contesini

Project Cars #477: minha Saveiro LS 1983 aircooled está pronta!

Leonardo Contesini

Project Cars #136: todos os detalhes do motor e da preparação do Mitsubishi Eclipse GST de Leandro Amorim

Leonardo Contesini