FlatOut!
Image default
Project Cars Project Cars #468

Project Cars #468: novas rodas, upgrades e um ano inteiro rodando com meu BMW 325i E36

Por Lucas Marcheti, Project Cars #468

Boa tarde leitor do FlatOut. Hoje estou aqui para continuar a história da minha BMW 325i E36. Se você ainda não leu as partes anteriores, sugiro que clique aqui!

Vamos lá! Terminei o ultimo post contando que ainda faltavam revisar alguns itens para que o carro pudesse cair na estrada e viajar em segurança. Esse foi o foco dos meses seguintes, pois eu estava louco pra fazer uma viagem com os amigos a bordo da minha BMW. Primeiro item trocado: bolachão do cardan. Esse item quando estoura, faz o carro vibrar a partir de certa velocidade. 

Próximo item revisado foi o bolachão da direção, fica na barra de direção e é muito perigoso quando ela estoura, perdendo completamente a direção do carro. 

Esquerda: peça nova. Direita: peça estourada.

Meu carro tinha uma roda traseira presa com apenas três parafusos, pois dois haviam quebrado dentro do cubo. Soldamos um parafuso e tiramos os restos quebrados, e montei parafusos novos na roda.

O ultimo item trocado foi a ventoinha elétrica, que no meu carro era de um Gol G5 (Bosch) e troquei por uma maior e mais potente, de 16” da marca SPAL. Essa ventoinha é muito forte, e tenho certeza que não terei problemas de aquecimento nos trackdays que pretendo participar.

Carro revisado, era hora de pegar a estrada. Viajei em comboio com o amigo Leandro Bealuka e sua belíssima M3 E36 na cor Daytona Violet. A primeira viagem com o carro é algo inesquecível, gostei demais do seu comportamento na estrada, muito estável, foi relativamente econômica (11km/L em 1.000 km rodados). Lá em Curitiba, participei de um encontro com os amigos do clube Bimmer Sul no Armazem Garage, um local muito bacana pra quem é entusiasta. Vou deixar algumas fotos da viagem:

Alguns contratempos aconteceram. Na ida, perdi um pisca na estrada (saiu voando e não tive o que fazer). Na volta, quase chegando em casa, cai em um buraco logo após um quebra-molas, estava devagar mas consegui rasgar um pneu e amassar uma roda. Fiquei p*** da vida, coloquei o estepe e continuei viagem com calma. Alguns kms depois, peguei outro buraco, onde vi um milha ZKW original quebrar e sair voando. Aquilo me deixou louco da vida, e chegando em casa vi outra roda torta.

Mandei as rodas reformarem, e decidi que iria troca-las. Eu já pensava em trocar de roda depois de algum tempo, mas o acontecido me fez procurar um jogo de rodas imediatamente. Com sorte, em questão de uma semana, olhando sites de classificados todos os dias, achei um jogo de rodas Style 68 a venda em São Paulo por um preço muito bom e abracei. As rodas são de uma BMW 330i E46 Motorsport. 

Ainda não é o jogo de roda dos meus sonhos, mas estou muito satisfeito com o resultado. Eu ainda quero conseguir um jogo de rodas modelo DS1 (original da M3 E36). Mas o preço das rodas originais BMW estão cada vez mais altos, então este sonho vai ficar para o futuro.

Rodas DS1, da M3 E36

Nesse meio tempo fiz alguns upgrades estéticos que, pra mim, mudaram completamente a cara do carro. Consegui o lip dianteiro que estava faltando no meu parachoque M, o difusor traseiro que é parecido com o M também, e o que mais me deixou contente foram os bancos Sport que saíram nas BMW com pacote Motorsport e na M3 Sedan. Também instalei uma barra anti-torção dianteira que ganhei do amigo Lele!

Aproveitei o bloco original dela, que não pode mais ser usado, e fiz um porta cervejas para colocar no salão de festas da minha casa (inspirado num outro Project Cars aqui do FlatOut!)

Enfim, utilizei o carro o ano todo, sendo meu único carro. Estou no final da faculdade, e estou usando o carro para fazer meu TCC. Em janeiro pretendo passar ele no dinamômetro e vou saber quanto de potência meu carro tem. Este carro tem muitos detalhes, não é uma bmw conservada a nível de colecionador, porém eu gosto muito dela e vou continuar usando como se deve! Porque o importante é o que importa.

Em fevereiro vou participar do meu primeiro trackday com ela, em Cascavel/PR. Até lá, vou trocar todas as buchas da traseira e algumas da dianteira que estão estouradas, coxins, etc. Espero poder trazer mais um post contando como foi meu primeiro track com ela e a sensação que esse carro incrível me passou. Até o próximo post! 

Matérias relacionadas

Project Cars #332: como construir uma réplica de F-Truck usando um Chevette

Leonardo Contesini

Project Cars #198: a montagem e o acabamento do meu Passat Pointer

Leonardo Contesini

Project Cars #27: criando um Fiat 147 Abarth Racing por conta própria

Leonardo Contesini