A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Project Cars Project Cars #80

Project Cars #80: a despedida do meu Subaru Impreza GL AWD

Fala, moçada! Alguns meses se passaram desde o último post e nesse pequeno intervalo de tempo muita coisa aconteceu com o carro — e também com a minha vida pessoal. Por isso, este será o post de finalização do projeto e de despedida do Project Cars #80.

Depois de três meses com o carro parado com problemas no arrefecimento, finalmente o novo radiador juntamente com algumas outras peças chegaram e aproveitei o momento para dar uma geral em alguns outros detalhes.

pecas

 

Geral no sistema de arrefecimento

Esse problema com o arrefecimento começou faz tempo e foi premeditado. Quando comprei o carro ele estava rodando 100% com água e resolvi usar o liquido de arrefecimento. Ciente dos problemas que isso poderia causar, já fui pensando na comprar do novo radiador. Pra quem não sabe, quando vc roda muito tempo com água todo o sistema de arrefecimento enferruja e o que mais sofre com isso é o radiador. Quando começa a usar o aditivo essa ferrugem vai se soltando e dependendo do nível de corrosão pode aparecer vazamentos, que foi meu caso.

Como já esperava por este problema, fiz um planejamento e fui comprando todas as peças necessárias para a substituição de todo o sistema de arrefecimento. Mangueiras, tubos, orings e finalmente o radiador. Como todo bom gearhead, simplesmente trocar o radiador por um novo não iria me satisfazer. Inventei a moda de comprar um de alumínio com o dobro da capacidade do original! Já que vai fazer, faça direito!

O novo radiador de alumínio tem duas vezes a espessura do original!

radiador

O espertão aqui só não se atentou ao pequeno detalhe que um radiador duas maior não entraria tão facilmente no cofre. Por causa do tamanho, não consegui usar as ventoinhas originais e tive que adaptar as famosas ventoinhas slim. Comprei 2 vetoinhas de 12″ no Mercado Livre e as duas juntas custaram R$ 220 já com o frete. Com as ventoinhas na mão, já podia pensar em como fazer o suporte.

radiador2

 

Para poupar de cortar o chicote do carro, para a troca do conector, preferir sacrificar os motores originais e pequei os conectores deles.

radiador1

Depois de tudo instalado rodei alguns dias para certificar que não tinha nenhum vazamento para então colocar o aditivo. Para encher todo o sistema com o radiador original era necessário menos de cinco litros. Com o novo radiador a capacidade subiu para exatos seis litros. Aproveitando a deixa, troquei o sensor de óleo que já estava vazando há algum tempo e sujando todo o motor.

motor

 

Dica: Problema no Arrefecimento

Os Subaru são famosos por problemas de super aquecimentos, porém na maiorias das vezes esses problemas são causados por pequenas falhas no sistema. Uma das principais é a existência de dois o-rings que ligam um tubo de água às duas metades do bloco. Esse tubo fica embaixo do coletor de admissão. Para ter acesso você vai precisar remover o coletor de admissão inteiro. Os o-rings medem 33.7×3.5 mm e é possível achá-los nas autorizadas por um preço justo. Pra quem vai importar eles custam menos de US$ 2.

tubo

Olha o estado dos meus o-rings; eles estavam desmanchando de tão velhos e ressecados.

motor2

 

Dica: Vazamento de óleo entre motor e a caixa

Outra dica legal é ficar atento à vedação do motor na hora de trocar a embreagem. No bloco, logo atrás do volante do motor há uma tampa que veda o óleo do motor. Essa tampa nos modelos mais antigos é de plástico e com o tempo ressecam e trincam causando vazamento de óleo entre o motor e a caixa.

Quando troquei minha embreagem não sabia dessa dica e esse problema acabou passando despercebido. Providenciei a compra da capa dos modelos mais novos, que é exatamento igual porém de metal, evitando este problema. Além da capa você vai precisar dos parafusos de fixação que são diferentes. Segue a lista de peças necessária:

11831AA210: Capa de metal (1x)

800406150: Parafusos (1x)

800406140: Parafusos (5x)

806786040: Retentor do volante (1x)

051906402: Travas dos eixos (2x)

É possível reaproveitar essas travas, mas se conseguir encontrar troque-as pois são bem baratas e evitam dores de cabeça futuras.

O problema agora é remover a caixa novamente para eliminar o vazamento. Recomendo fazer isso junto com uma troca de embreagem para economizar na mão de obra. Neste link você encontra um tutorial gringo muito bem explicado sobre como proceder a troca.

 

Nova cor no coletor de Admissão

Aproveitei que o coletor estava fora para pintá-lo de azul. A tinta utiliza é a VHT Whinkle. Essa é aquela famosa tinta que fica com uma textura após a secagem.

cofre

coletor

Com essas últimas modificações a Parte 1 do projeto está finalizada. A parte mecânica e suspensão foram totalmente revisados deixando o carro preparado para o próximo passo que seria o aumento de cavalaria com a instalação de um kit turbo e redimensionamento do sistema de freio.

A Despedida

Pra ficar eternizado na memória, o meu amigo e fotografo Rodrigo Lagoa me presenteou com um incrível ensaio fotográfico utilizando uma técnica chamada rigshot. Sim o carro está indo embora.

rig1

Conforme comentei com algumas pessoas nos comentários do post anterior, estava de mudança para o Canadá e este é o motivo principal da venda do carro. Acreditem, ter que vender o carro é um grande sacrifício para mim. Foram anos de dedicação, milhares de reais investidos e um incontável número de horas para ele chegar onde está hoje. Tem meu sangue nesse carro, literalmente! Para saber mais sobre como ele será vendido acesse o site www.rifadosubaru.com.

 

Canadá e o mundo JDM

Já faz algumas semanas que estou em Vancouver e claroe e o primeiro dia que sai na rua foi um choque. Super carros de tudo que é tipo e marca passando por todos os lados! Consegui ver várias beldades nas ruas e até tirei fotos de alguns.

canada3

Até agora os carros mais legais que vi na rua foi um AE86 panda (branco e preto) e um Subaru BRZ com uma asa gigante, rodas extremamente largas e um body kit de deixar qualquer um de queixo caído!

Fazendo algumas buscas na internet achei uma loja especializada em JDM que oferecia carros a partir de 5.000 dólares canadenses (R$ 12.000). A loja não era tão longe de onde eu moro e resolvi passar lá pra dar uma olhada. A 500m de distância da loja eu não estava acreditando no que meus olhos estavam vendo. Parecia uma miragem. Enfim… vejam o vídeo e tirem suas próprias conclusões:

A loja se chama Velocity Cars e fica em Vancouver. No site deles é possível conferir o preço de todos os carros. Sim, os preço são reais e com 6.000 (o dólar canadense custa R$ 2,40)  já é possível pegar um carro bacana. Se estiver disposto a gastar um pouco mais, com mais ou menos 12.000 dólares é possível sair de lá com um Supra, Skyline, RX7, Lancer Evolution ou Subaru STI.

Uma dica para os que têm medo ou receio de arriscar uma aventura dessa: não fique com medo e corra atrás dos seus sonhos e objetivos. Tudo no começa é difícil e custoso, vc vai sofrer e terá que batalhar muito, mas no final, sempre vai valer a pena!

Aqui me despeço de vocês e espero que num futuro próximo eu consiga voltar com um projeto ainda mais desafiador do que esse! Até breve.

Por Tiago Máximo, Project Cars #80

0pcdisclaimer2

Matérias relacionadas

Um Opala 1978 all stock como primeiro carro – conheça a história do Project Cars #160

Leonardo Contesini

Project Cars #238: o Chevette Hatch Turbo ganha uma nova pintura e novas rodas

Leonardo Contesini

Um raríssimo Alfa Romeo 155 V6 2.5 é o Project Cars #01! Acompanhe sua restauração

Juliano Barata