FlatOut!
Image default
Segredo

Próxima geração? Audi R8 turbo é flagrado em Nürburgring – e pode ter motor 5 cilindros!

Nürburgring Nordschleife é conhecido como inferno verde, mas na verdade é o paraíso dos gearheads e dos testadores de fábrica. O desafio de seus mais de 20 quilômetros, curvas de todo tipo e a variação topográfica de 300 metros (leia aqui um post sobre detalhes do autódromo) são o palco perfeito para as fabricantes desenvolverem seus esportivos – Nissan GT-R, Porsche 911 e BMW M3 que o digam. Por esta razão, ele também é o paraíso dos caçadores de segredos deste segmento. E o que os entusiastas do Bridge to Gantry flagraram pode ser uma mudança histórica de curso na história do Audi R8.

Em um primeiro momento, você vai reconhecer o ronco rouco e meio robótico: é a pulsação típica de um V10 – configuração de cilindros usada atualmente no R8 5.2, aspirado. Mas o ronco está abafado e acompanhado de um zunido de baixa frequência que não deixa margens para dúvidas: trata-se de um motor turbinado. Preste atenção especial aos 19 segundos, quando o piloto alivia o pedal do acelerador para fazer a tomada de curva. No momento do lift off, o zunido desaparece com a redução do empuxo do sistema de escape, que movimenta as turbinas.

Mas um V10 biturbo? Faria sentido a Audi voltar a investir numa configuração aposentada há quatro anos, quando deixou de equipar o Audi RS6, que atualmente usa um V8 biturbo? É possível, mas soa improvável.

A razão: pense no que têm acontecido nos motores da linha RS da marca. Todos perderam ao menos dois cilindros na passagem para suas gerações atuais, em uma filosofia de redução de cilindrada acompanhada de ganhos de torque, potência e de eficácia energética. O RS4 vai deixar o V8 aspirado para assumir um V6 biturbo, o RS6 largou o V10 biturbo para adotar um V8 biturbo, o TTRS e o RS3…

O TTRS e o RS3 usam um motor 2.5 de cinco cilindros em linha turbinado, gerando respectivamente 360 e 340 cv – configuração que pulsa de forma similar ao V10. Os roncos são quase gêmeos. Sim, 360 cv é pouca potência se compararmos aos 550 cv do atual R8 Plus V10. Mas a resposta para este gap está neste conceito aí embaixo.

Audi A3 clubsport quattro concept

O conceito A3 Clubsport Quattro foi apresentado pela Audi – adivinhem quando, ainda neste mês! – no tradicional festival de Wörthersee, na Áustria. Com outra turbina, comandos mais bravos e componentes redimensionados, o 2.5 TFSI aqui rende 525 cv e 61 mkgf de torque a 1,5 BAR de pressão.

Quanto mais você pensar a respeito, mais saborosa esta hipótese fica: o 2.5 TFSI é um motor transversal, o que faria um absurdo em termos de distribuição de peso e posicionamento de centro de gravidade em configuração central-traseira, como no R8. O bloco ficaria praticamente colado atrás do motorista. Com tanto peso a menos e espaço sobrando no cofre, abre-se a possibilidade de se usar sistemas híbridos generosos, potencializando a sua eficácia energética – tendência mais do que consolidada pela indústria. Seria um ótimo substituto para o modelo de entrada V8, manteria vivo o legado do Audi Quattro – e ainda não exclui a possibilidade de se usar motores maiores (como o V6 ou o V8, ambos biturbo) no topo de linha.

Tudo isso pode ser um devaneio – estamos trabalhando apenas com hipóteses e não há nenhum indício concreto. Pode ser um V10 biturbo, o que seria tão ou mais sensacional! Mas se o Audi R8 turbinado de cinco cilindros em linha for confirmado, você já sabe onde viu primeiro. Por enquanto, fique com o ronco do RS3 e confirme a semelhança sonora…

Matérias relacionadas

Flagra! Câmbio manual de seis marchas no VW Fox 1.6 16V

Leonardo Contesini

Flagra! Nissan Note está em testes no Brasil

Gustavo Henrique Ruffo

Próximo Nissan GT-R poderá ter 800 cv e KERS desenvolvido na Fórmula 1

Dalmo Hernandes