A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Car Culture

Quais são as estradas com os maiores limites de velocidade do mundo?

Sim, são as autobahnen alemãs. Eu sei que você pensou nisso logo que leu o título, afinal elas são as mais famosas de todas as estradas sem limites de velocidade, ainda que sejam limitadas em muitos trechos. Antes que você pergunte, sim: existem outras estradas sem limites de velocidade espalhadas pelo mundo.

A Stuart Highway, na Austrália é uma delas (lembra que falamos sobre ela aqui?). As estradas e rodovias da Ilha de Man são outras — aliás, a ausência de limites por lá tem apoio maciço da população e também ajudou a originar o famoso Tourist Trophy.

FlatOut 2015-10-01 às 18.51.34

As rodovias da Ilha de Man

Se você quiser fazer uma aventura de carro e curtir altas velocidades, os destinos são esses. Mas saiba que todos eles são muito limitados em termos de distância: você não conseguirá ir muito longe com o pedal colado no metal — seja por extensão territorial (como na Ilha de Man, com seus modestos 572 km²) seja por imposição de limites em determinados trechos como na Alemanha e na Austrália, que adotam máximas de 80 a 130 km/h em partes de suas estradas “sem limites”. Claro, a diversão será garantida, mas se você quer andar rápido o tempo inteiro, desista da ideia de não ter limites (até por que seria muito perigoso e muito caro) e procure um país com limites de velocidade mais tolerantes. 140 km/h está bom para você?

World_Speed_Limits.svg

Pois é essa a velocidade máxima das autoestradas da Polônia e da Bulgária, os países com os limites mais altos do planeta (considerando aqueles que impõem limites, logicamente). Na verdade, nessas duas nações do leste europeu, você pode circular em qualquer rodovia duplicada a até 150 km/h, já que a tolerância é de 10 km/h. Nos Emirados Árabes Unidos o limite varia entre 120 km/h com tolerância de 20 km/h, somando 140 km/h. Algumas autoestradas têm limites de 140 km/h, mas ali não há tolerância alguma, então o resultado é o mesmo, na prática.

Rodovia E30, na Polônia

Depois há o limite de 130 km/h, adotado nas autoestradas da Croácia, Áustria, Bósnia e Herzegovina, República Tcheca, Dinamarca, França, Grécia, Hungria, Itália, Kosovo, Lituânia, Luxemburgo, Macedônia, Holanda, Romênia, Eslováquia, Eslovênia e Ucrânia, além de alguns estados dos EUA, Mongólia e Argentina — sim, a Argentina é um pequeno paraíso gearhead aqui pertinho, mas isso é tema para outro post.

Rodovia E20, na Dinamarca

Destes acima o país mais permissivo em relação à tolerância acima do limite é a Ucrânia, que não classifica como infração velocidades até 20 km/h acima dos 130 km/h, resultando em 150 km/h. Na Dinamarca a tolerância é 10%, ou seja: 143 km/h é o limite para não cometer uma infração. Na Croácia e na Romênia a tolerância é de 10 km/h, resultando em 140 km/h. Na Eslováquia e na Eslovênia a tolerância é 9 km/h —  a 140 km/h você está cometendo uma infração de trânsito. Na França e na Itália a tolerância é 5%, ou 136,5 km/h — na prática, a multa vem para quem for flagrado a 137 km/h ou mais. Na Holanda a tolerância é 3% — 135 km/h é o máximo legal. Nos demais países não há tolerância: o limite posto é o limite prático. Nos EUA o limite real é 129 km/h (80 mph) e a tolerância varia de acordo com o Estado (somente seis estados adotam o limite de 80 mph — Nevada, Wyoming, Dakota do Sul, Utah, Idaho e Montana), podendo ser zero ou até 16 km/h.

Em seguida vêm os países com limites de até 120 km/h, o mais comum em todo o mundo. O Brasil é um deles, mas as rodovias com esse limite de velocidade estão concentradas em sua maioria no estado de São Paulo, sendo os limites de 100 e 110 km/h mais comuns no restante do país.

Entre os mais de 50 países que adotam 120 km/h como velocidade máxima estão a Suécia, a Finlândia, o Canadá, o México, a Arábia Saudita, Portugal e Espanha, além de 22 estados dos EUA (75 mph). Nesse grupo os países mais tolerantes com o excesso são a Finlândia e o Brasil. O país de Kimi, Mika e Tommi permite que você ultrapasse o limite de velocidade em até 20 km/h. Acima disso, contudo, a punição é baseada na sua renda (!). No Brasil, a tolerância é 7%, o que resulta em velocidades de até 128 km/h e a penalidade varia de acordo com o excedente (até 20%, acima de 20% e acima de 50% do limite).

Foto: AP Photo/Statesman.com/Ricardo B. Brazziell

Além destes países, há alguns estados e rodovias com limites específicos e maiores que os limites gerais de seus países. Na Austrália, além da Stuart Highway, todas as rodovias do Território do Norte têm limites de 130 km/h, enquanto o restante do país restringe a velocidade a 110 km/h. Nos EUA a Texas State Highway tem limite de 85 mph (137 km/h).

 

Matérias relacionadas

Grid Girls: de onde veio a ideia de juntar garotas bonitas e carros de corrida?

Leonardo Contesini

O que significam os nomes dos carros? – parte 2: do Gol ao Prowler

Dalmo Hernandes

Seat restaura o primeiro carro do Rei Felipe da Espanha: um Ibiza 1986

Dalmo Hernandes