FlatOut!
Image default
Pergunta do dia

Quais são os carros mais legais que você pode comprar com R$ 25-30 mil?

Chegamos a mais um capítulo de uma das nossas séries de maior sucesso, o guia de compra para carros em diferentes faixas de preço — uma verdadeira mão na roda para quem tem um orçamento definido e quer um carro bacana. E tudo com a ajuda dos leitores!

Agora, chegamos à faixa dos R$ 25 mil a R$ 30 mil. Diz aí, que carro você compraria com esta grana?

Como o chute inicial é sempre nosso, lá vai: o Fiat 500. Ainda que faltem quase R$ 65 mil para o divertido 500 Abarth, com seu motor 1.4 turbo de 167 cv, mesmo o modelo naturalmente aspirado é um carrinho bem interessante: compacto, leve, bem acabado e equipado e de design ainda bastante atual, mesmo já completando sete anos de seu lançamento — sua reestilização, apresentada na Europa em julho de 2015, sequer chegou ao Brasil.

31

O Fiat 500 fabricado na Polônia começou a ser importado para cá assim que foi lançado, em 2009. Vinha em duas versões, Sport e Lounge, ambas equipadas com o mesmo 1.4 16v da família Fire — derivado do motor 8v usado por aqui em diversos modelos da Fiat, e a base para o motor do Punto T-Jet. Com comando duplo no cabeçote e 100 cv, o motorzinho não fazia feio ao mover os 930 kg do hatchback de quatro lugares: o 0-100 km/h vinha em 10,5 segundos, com máxima de 182 km/h.

Some a isto o comportamento dinâmico muito bem acertado graças ao entre-eixos curto e à suspensão bem calibrada, e o que você tem é um carro muito agradável para uso diário ou na pista, mesmo original de fábrica. Além disso, ele também é generoso na oferta de equipamentos: todo 500 polonês já vem de série com ar-concidionado, airbags frontais, laterais e cortinas, rádio com comandos no volante, freios ABS e trio elétrico. A versão Lounge ainda acrescenta teto fixo de vidro, ar-condicionado automático, detalhes cromados no exterior e revestimento interno exclusivo.

45 (1)

Por algo entre R$ 28 e R$ 30 mil, já dá para comprar um exemplar de qualquer uma das versões com menos de 50 mil km rodados — para nós, uma pechincha considerando os itens de série, o desempenho e a qualidade de acabamento superior a qualquer popular que se possa comprar por esta quantia.

13

Caso esteja difícil, pelo mesmo valor você também consegue encontrar um Fiat 500 Cult, que começou a ser importado do México em 2012. Ele não é tão potente — seu motor é o Fire 1.4 8v brasileiro, de 88 cv — e, por ser destinado também ao mercado americano, onde as normas de segurança são mais rígidas e exigem uma estrutura mais reforçada, é 130 kg mais pesado. Por outro lado, conta com o mesmo nível de equipamentos do Fiat 500 Sport polonês.

autowp.ru_fiat_500_cult_br-spec_7autowp.ru_fiat_500_cult_br-spec_1 autowp.ru_fiat_500_cult_br-spec_2

A nosso ver, o Fiat 500 importado da Polônia é a opção ideal, mas um Fiat 500 Cult mexicano também pode ser uma boa pedida para quem quer um carro para curtir sozinho ou a dois, bem equipado e acabado. E, claro, se você não se importar com o desenho um tanto “delicado” ou “fofinho” demais.

Enfim, esta é a nossa sugestão. O resto, você já sabe: vasculhe os sites de classificados, puxe na memória e deixe sua sugestão (ou logo várias delas, por que não?) nos comentários!

Matérias relacionadas

Qual é o SUV mais incrível já fabricado?

Dalmo Hernandes

Qual carro teve a evolução mais significativa de uma geração para a outra?

Dalmo Hernandes

Qual é o melhor presente de Natal para um entusiasta?

Dalmo Hernandes