A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Pergunta do dia

Quais são os carros mais legais que você pode comprar com R$ 50-60 mil?

Você está com a grana no bolso para comprar um carro mas não sabe qual? Não se preocupe, a gente te ajuda! Estamos no meio de uma série de guias de compra para carros em diversas faixas de preço, feita com a ajuda dos leitores, e queremos saber: quais são os carros mais legais que se pode comprar gastando entre R$ 50 mil e R$ 60 mil?

Honestamente, por esta grana só não compra um carro de tração traseira, um motorzinho bacana e câmbio manual quem não quiser. Nossa sugestão é a prova disso: o BMW 130i da geração passada, que já custa entre R$ 55 mil e R$ 60 mil.

bmw_130i_5-door_4

A gente já falou dele por aqui: o Série 1 foi o modelo de entrada lançado pela BMW em 2004, sucedendo o hatchback Série 3 Compact. No Brasil, ele chegou no início de 2005, primeiro na versão 120i, com motor 2.0 16v de 150 cv (aliás, uma boa opção na faixa dos R$ 50 mil, como mostramos na lista passada).

No ano seguinte, veio o 130i. Para os entusiastas, ele tinha o motor “certo”: um seis-em-linha de três litros com quatro válvulas por cilindro, comando duplo variável nas válvulas de admissão e escape, 265 cv e 32,1 mkgf de torque. A única opção de câmbio era manual, de seis marchas. Precisa mais?

bmw_130i_5-door_8

Three pedals, baby!

O conjunto era suficiente para levar o 130i até os 100 km/h em 6,3 segundos, com máxima limitada eletronicamente a 250 km/h. Além disso, a suspensão independente nas quatro rodas (com sistema multilink de alumínio na traseira, compartilhada com o Série 3 E90), dinâmica precisa e afiada — e ainda havia os auxílios eletrônicos, como controles de tração e estabilidade e bloqueio eletrônico de diferencial.

autowp.ru_bmw_130i_5-door_1

Visualmente, o 130i se destacava pelo visual mais agressivo, com tomadas de ar maiores e rodas de desenho exclusivo. E ele também tem mais equipamentos que as versões de quatro cilindros — ajustes elétricos dos bancos, som com disqueteira e entrada USB (que ainda não era algo tão comum na época) e iDrive, o sistema da BMW que reunia computador de bordo, GPS e multimídia. O acabamento do interior também era mais caprichado do que o dos outros modelos.

Se for para fazer uma observação importante a respeito do 130i, que seja sobre o consumo de combustível: naturalmente, o seis-em-linha aspirado bebe mais que os quatro-cilindros: dados de fábrica apontam 15,2 km/l na estrada e 7,4 km/l na cidade, enquanto o modelo com menos cilindros faz mais de 17 km/l na estrada e 9,6 km/l na cidade. Mas este não é exatamente o tipo de preocupação de quem compra um carro como este…

bmw_130i_5-door_3

Ah, e se você não fizer questão de trocar as próprias marchas o tempo todo, a partir de 2007 a BMW passou a oferecer uma caixa automática de seis marchas com borboletas atrás do volante — uma boa opção para quem quer conforto, especialmente em viagens.

Quer saber como é a manutenção de rotina do 130i? Bem, ninguém melhor que a Vanessa Elisa e seu Project Car #110 para contar, por experiência própria e cheia de detalhes.

Pois bem, é esta nossa sugestão. Mas esta é uma série feita por vocês, então diz aí: qual é o carro mais bacana que se pode comprar com algo entre R$ 50 mil e R$ 60 mil?

 

Matérias relacionadas

Qual é seu game de corrida favorito da era 32-64 bits?

Dalmo Hernandes

Quais são os carros mais legais que você pode comprar com R$ 10-15 mil?

Dalmo Hernandes

Qual é o carro britânico mais emblemático de todos os tempos?

Dalmo Hernandes