A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Pergunta do dia

Qual é o carro japonês mais icônico de todos os tempos?

Não foram poucas as vezes em que exaltamos o quanto a cultura automotiva japonesa é única, diversificada e viciante. E isto inclui, obviamente, sua “fauna” automotiva que, sem sombra de dúvida, é uma das mais interessantes do mundo. Por isto, queremos saber: qual é o carro japonês mais icônico de todos os tempos?

Para nós, assim de bate-pronto, a resposta é clara: o Nissan Skyline GT-R, especialmente em sua geração R32, considerada a mais clássica de todas. E por uma boa razão.

Seguindo os passos de seus ancestrais da década de 1970, o GT-R R32 nasceu das pistas, utilizando uma versão amansada do motor RB26DETT que era usado no carro de corrida do Campeonato Japonês de Turismo, o JTCC. Em especificações de competição, o seis-em-linha biturbo de 2,6 litros entregava cerca de 430 cv.

Com isto, o Skyline R32 simplesmente dominou todas as corridas que participou, quebrando recorde atrás de recorde com Kazuyoshi Hoshino ao volante, ostentando a clássica pintura de corrida azul patrocinada pela Calsonic. Em 1990, ele venceu o Grande Prêmio de Macau com 30 segundos de vantagem e, no ano seguinte, ficou no lugar mais alto do pódio das 24 Horas de Spa-Francorchamps.

Com o sucesso no automobilismo, a Nissan estaria desperdiçando uma bela oportunidade se não lançasse uma versão de rua. E, por seu desempenho aterrador nas pistas, o esportivo Skyline GT-R R32 acabou ganhando o apelido de Godzilla – que, como todos sabem, foi herdado pelo já veterano (porém ainda em muito boa forma) Nissan GT-R atual. Só isto já o torna um ícone, na nossa humilde opinião.

nissan_skyline_gt-r_6

Mas tem mais: o motor RB26DETT, que estreou no GT-R R32, é uma das grandes obras da indústria automotiva. Com comando duplo no cabeçote, 24 válvulas, corpos de borboleta individuais e dois turbos operando a apenas 0,7 bar, ele é capaz de entregar 280 cv declarados a 6.800 rpm, enquanto o torque de 36 mkgf aparecia às 4.400 rpm — o bastante para conseguir levar o carro de 1.430 kg aos 100 km/h em 5,6 segundos. Hoje, é sabido que a potência real era de pouco mais de 300 cv. E tem mais: como típico caso de over-engineering japonês, o RB26DETT era projetado para entregar muito mais potência. Isto se traduz em um potencial enorme para preparação, e não é comum que alguns motores ultrapassem os 500 cv com modificações relativamente simples, como aumento na pressão dos turbos e reprogramação eletrônica.

A transmissão, com câmbio manual de seis velocidades e um sistema de tração integral computadorizado chamado ATTESA E-TS, que distribuía eletronicamente o torque entre os eixos, também era seu ponto forte, garantindo envolvimento na condução e estabilidade excepcional. Na verdade, era tão bom que o sistema de tração do Nissan GT-R atual uma evolução daquele encontrado no R32 – claro, com eletrônica atualizada, muito mais eficiência e acoplado a uma caixa de dupla embreagem.

nissan_skyline_gt-r_8

No departamento estético, ele também se sai muito bem. É um tanto datado, claro, com seus três volumes e proporções bastante contidas para os padrões modernos, mas seus aparatos aerodinâmicos, sua dianteira limpa, suas lanternas traseiras circulares e seu kit aerodinâmico relativamente discreto – além da bela interação entre o tamanho das rodas, as medidas dos pneus e a altura da suspensão – tornam seu visual nada menos que inesquecível.

nissan_skyline_81

E há, ainda, o fato de o GT-R R32 ser um legítimo representante do JDM, o Mercado Doméstico Japonês. Ele era feito exclusivamente para o Nihon e alguns países vizinhos, como Hong Kong, Austrália e Nova Zelândia, mas acabou indo parar em outros países por importação independente, e nem sempre dentro da lei – algo que, necessário dizer, repetiu-se nas outras gerações.

nissan_skyline_gt-r_4

Você já deve ter entendido o motivo para escolhermos o Skyline GT-R R32 como exemplo, não é? Mas é claro que as sugestões são suas! Então, diz aí: para você, qual é o carro japonês mais emblemático que já existiu?

Matérias relacionadas

Quais são os melhores games de corrida para smartphones atualmente?

Dalmo Hernandes

Que versão já fez você olhar para um carro “sem graça” com outros olhos?

Gustavo Henrique Ruffo

Quais são as contas no Instagram que todo entusiasta deve seguir?

Dalmo Hernandes