A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
História

Quattro e RS: a história do lado mais brutal da Audi

Hoje em dia, quando você quer um super-Mercedes, você menciona as três letras de sua divisão esportiva: AMG. Se seu negócio forem os BMW, a pedida é um M-car. Mas se você é fiel ao grupo VAG ou um vemagueiro irremediável, seu negócio são os modelos S ou RS da Audi. Já vimos que os AMG surgiram do carro de corridas mais improvável de todos os tempos, um enorme Mercedes 300SEL 6.3 que colocou a preparadora no mapa e, mais tarde, acabou comprada pela Merc. O

Matérias relacionadas

Citroën Saxo VTS: o foguetinho de bolso francês que (infelizmente) não tivemos por aqui

Dalmo Hernandes

Dauer 962 LM: o “quase-Porsche” que venceu as 24 Horas de Le Mans em 1994

Dalmo Hernandes

Fiat 500 Topolino Quad Al: 112 litros, 48 cilindros e 12.000 cv no dragster mais insano do planeta

Dalmo Hernandes