A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Achados meio perdidos

Que tal este Chevrolet Corvette C4 com câmbio manual que está à venda no Brasil?

Você nem precisa ser especialista em procurar carros à venda na Internet para encontrar carros americanos à venda no Brasil. A oferta é relativamente ampla — ainda mais agora, que até os exemplares mais obscuros dos anos 1980 podem entrar no Brasil. O Chevrolet Corvette que você vê na foto acima é um exemplo: fabricado em 1985, ele desembarcou recentemente no Brasil. No entanto, ele tem algo que a esmagadora maioria dos Corvette (e dos carros americanos em geral) que estão por aqui não tem: um pedal de embreagem.

Sim, amigos: o que temos aqui é um Chevrolet Corvette C4 que, com 30 anos recém-completados, conseguiu seu passaporte para o Brasil e trouxe consigo um desejável conjunto mecânico: motor V8 de 350 pol³ (5,7 litros) e câmbio manual. E é claro que ele está à venda!

corvette-1985-212801-MLB20409525604_092015-F

Lançada em 1984, a geração C4 foi a quarta do Corvette. O modelo anterior foi descontinuado em 1982 e, falando a verdade, já havia passado da hora — o Corvette C3 estava no mercado havia 14 anos, desde 1968, e já não era exatamente a última palavra em design ou desempenho. A Chevrolet  planejava lançar seu sucessor em 1983, mas alguns problemas de construção acabaram limitando a produção a 43 protótipos, dos quais 42 foram destruídos. Sendo assim, não existem no mercado exemplares do Corvette fabricados em 1983.

A quarta geração  do ‘Vette marcou uma grande mudança em relação ao anterior — as linhas sinuosas, quase sensuais, dos três primeiros modelos deram lugar a formas retilíneas por dentro e por fora. A estrutura também era completamente nova, mais leve e resistente, bem como o sistema de suspensão, que ficou mais firme e focado na dirigibilidade em detrimento do conforto ao rodar (algo que, para a maioria dos entusiastas, está longe de ser um defeito em um esportivo).

corvette-1985-467801-MLB20409526540_092015-F

O motor, por outro lado, foi o mesmo V8 SBC (Small Block Chevy) de 5,7 litros do Corvette C3 no primeiro ano — o L83, com injeção de combustível e 208 cv e 40 mkgf de torque. A partir de 1985, o motor passou a ser o L98, que trazia o mesmo deslocamento mas, com um novo sistema de injeção, entregava 233 cv e 45,6 mkgf de torque.

É este o caso do Achado Meio Perdido de hoje. De acordo com seu proprietário, Chico Suarez, o Corvette foi importado dos EUA e está no Brasil há cerca de oito meses. Apesar do número relativamente alto marcado no hodômetro (101.250 km), o carro definitivamente está, aparentemente, impecável.

corvette-1985-386801-MLB20409524458_092015-F

corvette-1985-650801-MLB20409525886_092015-F

A carroceria com pintura em dois tons de cinza tem alguns riscos e merece um bom polimento, mas não tem retoques nem danos maiores. O interior, por sua vez, parece o de um carro novo, incluindo o painel digital — que foi criticado na época e substituído por um layout mais convencional em 1990. No entanto, hoje em dia os carros equipados com ele são mais procurados pelos colecionadores por causa do fator nostálgico.

corvette-1985-333801-MLB20409531669_092015-F

Este Corvette é equipado com o pacote de suspensão opcional Z51, que incluía uma barra estabilizadora mais grossa na dianteira e uma adicional na traseira, amortecedores Bilstein, molas mais duras direção com relação mais direta e todos os reforços estruturais usados no modelo conversível. Detalhe: o pacote Z51 estava disponível nos carros equipados com câmbio manual — no caso deste carro, manual de quatro marchas com overdrive nas três últimas, a fim de reduzir o consumo de combustível na estrada.

corvette-1985-701801-MLB20409521726_092015-F

Assim que desembarcou no Brasil o carro passou por uma extensa revisão mecânica e elétrica. Chico garante que o Corvette está apto a ir rodando de Porto Alegre/RS a qualquer lugar do País e diz que todos os recursos do interior (vidros elétricos, travas elétricas, abertura remota do porta-malas, controle de cruzeiro, computador de bordo e bancos ajustáveis) estão funcionando perfeitamente.

O dono também diz que um dos únicos detalhes a resolver no carro é o revestimento do fundo do porta-malas, que precisa ser substituído — ele diz que a peça acompanha o carro e, se o novo proprietário assim quiser, pode entregá-lo já com o serviço feito.

corvette-1985-978801-MLB20409524330_092015-F

O preço não é exatamente uma pechincha: R$ 110 mil. Por outro lado, não foge do valor que se costuma pedir por um Corvette antigo no Brasil. Considerando o câmbio manual, no entanto, pode ser um negócio interessante para quem busca um bom exemplar do clássico americano. Se você curtiu, pode entrar em contato com Chico pelo celular (51) 9215 6737.

[ Mercado Livre ]


“Achados Meio Perdidos” é o quadro do FlatOut! na qual selecionamos e comentamos anúncios de carros interessantes ao público gearhead, como veículos antigos, preparados, exclusivos e excêntricos. Não se trata de uma reportagem aprofundada e não nos responsabilizamos pelas informações publicadas nos anúncios – todos os detalhes devem ser apurados com o anunciante.

 

Matérias relacionadas

Este Saab 900 Turbo é único no Brasil e pode ir para a sua garagem

Dalmo Hernandes

Este Mitsubishi Eclipse GSX Turbo tem 500 cv nas rodas e está à venda. Vai encarar?

Dalmo Hernandes

Que tal levar para casa este Ford Escort XR3 bonito e bem cuidado – e por um preço bacana?

Dalmo Hernandes