FlatOut!
Image default
Projetos Gringos

Red Bull Erzbergrodeo: o enduro de motos mais insano do planeta

Competitors - Action

Imagine uma corrida com 500 participantes, dos quais só 30 conseguem chegar ao final. E eles levam quatro horas para percorrer apenas 30 km. É o Erzbergrodeo, que de rodeio não tem nada — trata-se, simplesmente, do enduro de motos mais insano e difícil que existe.

O Erzbergrodeo acontece desde 1995 nas minas de ferro da montanha de Steirische Erzberg, na Áustria. Desde o século 16, mais de 230 milhões de toneladas de aço foram extraídas da montanha, conhecida como Gigante de Ferro, e o resultado é um solo rochoso, cheio de crateras, elevações e muita lama — o local perfeito para uma prova extrema praticamente impossível de ser terminada.

Ben Hemingway - Action

São quatro dias de evento, nos quais a montanha recebe cerca de 2.500 motociclistas de todas as partes do mundo, todos com experiência em várias modalidades de off road. Na primeira etapa, o Iron Road Prologue, 1.500 motos disputam pelas melhores posições em uma estrada de terra que vai até o local de partida do enduro. Os primeiros 500 colocados se classificam para a subida da montanha de fato — o Red Bull Hare Scramble.

O Erzbergrodeo é fruto da mente do austríaco Karl Katoch, que um dia, decidiu que seria uma boa ideia “chamar os melhores pilotos de moto do mundo e dar a eles uma tarefa impossível de cumprir”. Não é impossível, mas chega muito perto disso.

erzbergrodeo2014 (12)

O percurso muda ano após ano, mas a essência é sempre a mesma: uma trilha de 20 a 30 km cheia de obstáculos como buracos, rampas íngremes, rochas e lama que é tão desafiadora que a média dos que chegam ao final é de 5%. Em muitos trechos, os fiscais de prova e até mesmo os espectadores precisam ajudar os competidores a seguir em frente.

É evidente que os melhores são mesmo os melhores: os que terminam a prova conseguem fazê-la, em média, em duas horas, e enfrentam subidas e descidas íngremes, florestas, lagos e passagens rochosas. A maioria, porém, passa todas as quatro horas lutando contra as pedras nos primeiros quilômetros.

Em 20 anos de história, apenas 10 nomes diferentes venceram a prova — e só 5 deles repetiram o feito mais de uma vez. O caso é que a experiência conta muito — quem vence uma vez, tem boas chances de vencer de novo e se tornar o Rei da Montanha.

Iron Karl — como o idealizador do Erzbergrodeo é conhecido criou não apenas  o enduro mais difícil do mundo — também acabou criando uma maneira de aquecer a economia da região, que não é muito forte. Nestes 20 anos, a corrida cresceu muito e se tornou uma fonte de renda extra para comerciantes das cidades vizinhas, além de um dos principais destinos turísticos da Áustria.

Para se ter uma ideia da importância do evento, a Red Bull deu muita atenção à cobertura do Erzbergrodeo de 2014 — uma seção no site oficial trouxe vários vídeos dedicados a contar a história do enduro, com foco em seus personagens mais importantes e em toda a cultura envolvida — transmitindo, inclusive, o Hare Scramble ao vivo pela internet.

Jonny Walker - Portrait

Na edição de 2014, que marcou os 20 anos do Erzbergrodeo, 31 pilotos chegaram ao topo da montanha. O vencedor foi o britânico Jonny Walker, pela segunda vez (sua primeira foi em 2012). Você pode assistir à prova na íntegra aqui. Abaixo, um vídeo com os melhores momentos:

Matérias relacionadas

Eurobeat: a história da música eletrônica que embala Initial D

Dalmo Hernandes

Shockwave: o caminhão a jato mais rápido do mundo é tão assustador quanto incrível

Dalmo Hernandes

Irreconhecível: sim, o Porsche 911 Spyder Bertone é um 911 de verdade

Dalmo Hernandes