A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Zero a 300

Renault Alpine já está a venda, os novos Mercedes E Coupé e Fiesta WRC, o novo vídeo de Ken Block e mais!

Este é o Zero a 300, nossa rica mistura das principais notícias automotivas do Brasil e de todo o mundo, caro car lover. Assim você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere com a gente!

 

Renault começa a vender o novo Alpine

Captura de Tela 2016-12-12 às 12.46.47

A Renault ainda nem apresentou a versão definitiva de produção do novo Alpine, mas já iniciou as vendas de seu novo esportivo na Europa e no Japão.

Ele será lançado inicialmente em uma edição especial batizada Alpine Première Édition, que terá 1.955 unidades numeradas — uma referência ao ano de fundação da marca por Jean Rédélé — e será entregue a partir do final de 2017.

Os interessados em adquirir um exemplar do renascido esportivo francês precisam acessar o site oficial da marca (www.alpinecars.com) e fazer um depósito de 2.000 euros que lhe dará o direito de escolher o número de seu Alpine Première Édition conforme a disponibilidade, além de uma das três cores disponíveis: Azul Alpine, Branco Solar e Preto Profundo. A marca ainda não divulgou o preço exato do modelo, mas adiantou que ele custará entre 55.000 e 60.000 euros na França.

Alpine_Moments_La-route_Bleue_1600x900-5

Também não foram divulgadas as especificações técnicas ou o pacote de equipamentos do esportivo, mas a Renault já adiantou que ele irá acelerar de zero a 100 km/h em 4,5 segundos — tempo suficiente para rivalizar com Audi TT e Porsche 718 Cayman.

 

Mercedes-Benz Classe E Coupe é revelado em catálogo

2018-mercedes-e-class-leaked-brochure

 

O novo Mercedes-Benz Classe E Coupé deveria ser apresentado somente na próxima quarta-feira (14) mas, só para variar, algumas fotos “vazaram” antes do lançamento e agora conhecemos o carro com dias de antecedência.

As imagens foram obtidas pelo site belga AutoTijd em um catálogo. Elas revelam as linhas definitivas do modelo e mostram o novo cupê nas versões Avantgarde e AMG. Quanto ao visual não há nada muito surpreendente: trata-se de uma cópia 125% do Classe C (ou 75% do Classe S), com dianteira ligeiramente mais esportiva que a do Classe E Sedã e a mesma traseira em queda acentuada dos seus irmãos de duas portas.

2018-mercedes-e-class-leaked-brochure (2)

Por dentro ele também terá o painel com quadro de instrumentos digital/virtualizado e uma tela central de 12,3 polegadas, sistema de áudio premium Burmester e visual semelhante ao do sedã, porém com novas saídas de ar circulares e bancos dianteiros exclusivos da versão — uma vez que são rebatíveis.

2018-mercedes-e-class-leaked-brochure (5)

O catálogo revela também os primeiros quatro modelos a serem lançados: E220d, E200, E300 e E400 4Matic. O primeiro usará um motor 2.0 turbodiesel de 194 cv, enquanto o E200 e o E300 usarão um motor 2.0 turbo a gasolina de 184 cv e 245 cv, respectivamente. O E400 usará um V6 3.0 biturbo de 332 cv. Todos são equipados com o câmbio automático de nove marchas da Mercedes, batizado 9G-Tronic.

Existe ainda a possibilidade de o cupê da Classe E ganhar uma versão AMG depois de 22 anos (as últimas foram a E36 e a E60 da plataforma W124, que saiu de linha ao final de 1995). Segundo as especulações da imprensa europeia, o modelo poderá ser batizado de E50 AMG, e será o primeiro esportivo da marca a usar o novo motor de seis cilindros em linha, apresentado no final de outubro com 410 cv.

 

M-Sport revela o novo Fiesta WRC

15418592_1310490218994027_8132667662983466639_o

O novo Ford Fiesta mal foi apresentado e já ganhou sua versão para o Mundial de Rali (WRC). Construído pela M-Sport (responsável pela operação de fábrica da Ford no WRC desde 1996), o novo Fiesta WRC é baseado no novo modelo, e usa o motor 1.6 EcoBoost em uma configuração de 380 cv e 45,8 mkgf combinado a um câmbio sequencial de seis marchas com embreagem multi-discos para controlar o acoplamento ao sistema de tração integral com diferencial central ativo.

15369173_1310490162327366_2284625375685757470_o

Além do conjunto mecânico readequado às novas regras, o Fiesta WRC também tem uma nova suspensão independente nas quatro rodas, com ajuste de compressão e retorno, novos discos de freio com ventilação otimizada e pinças de quatro pistões.

 

BBC lança vídeo de dez minutos com Ken Block na Inglaterra

Enquanto a próxima Gymkhana não vem, o piloto/drifter/showman/vendedor de tênis Ken Block, dá as caras em um vídeo inédito produzido pela BBC com recortes de edição de Top Gear.

Caso você não lembre, na desastrosa 23ª temporada do ex-programa automotivo favorito de todo o mundo Ken Block e Matt LeBlanc foram passear com os 850 cv do Mustang Hoonicorn pelas ruas da capital britânica — e até arranjaram um pequeno incidente diplomático no processo. Parte do passeio foi exibida no terceiro programa da temporada, mas restaram outros dez minutos de gravações inéditas, que foram compilados em um novo vídeo publicado pela BBC no final da semana passada. Isso é o que chamamos de bom uso do dinheiro público!

 

Baterias dos carros elétricos podem perder quase metade de sua capacidade antes do final da garantia

2017-chevrolet-boltev-032-e1473759867437

Toda bateria elétrica tem uma vida útil antes de começar a perder sua capacidade de armazenar energia ou simplesmente bater os polos e se mudar para o Céu das baterias. As baterias de notebooks modernos conseguem completar até 1.000 ciclos de recarga sem perder sua capacidade, enquanto uma bateria comum de carro não dura muito mais que dois descarregamentos completos. Em ambos os casos (e em todos os outros entre estes extremos), quanto mais você recarregar as baterias, menor será sua vida útil.

Imagine como são as baterias de um carro elétrico, que depende de recargas a cada 300, 400 ou 500 km. Se você roda 15.000 km por ano, estamos falando de ao menos 30 recargas completas na melhor das hipóteses. Fica claro que é apenas uma questão de tempo para que seu veículo elétrico comece a perder autonomia.

Captura de Tela 2016-12-12 às 11.59.33

É por isso que as fabricantes de carros elétricos alertam em seus manuais sobre a possibilidade da perda de capacidade das baterias, como mostra o site Electrek. A Chevrolet, por exemplo, diz no manual do Bolt que: “como todas as baterias, a quantidade de energia que a bateria de “propulsão” de alta voltagem pode armazenar irá reduzir com o tempo e a distância percorrida pelo carro”. Segundo o documento, a bateria pode perder entre 10% e 40% de sua capacidade apenas no período coberto pela garantia, que é oito anos ou 100.000 milhas (160.000 km).

Isso não significa que todo carro elétrico perde 40% de capacidade de suas baterias em oito anos ou 160.000 km, mas se a fabricante está alertando é porque ela sabe que isso é possível e, com isso, se exime da substituição das baterias no período coberto pela garantia — especialmente porque as baterias podem ser consideradas itens de desgaste natural, e sua vida útil depende do uso do carro.

 

A volta do Zero a 300

0300-010916

Não, você não clicou em um link antigo do FlatOut: o Zero a 300 está de volta a partir desta segunda-feira, 12 de dezembro de 2016. Como você deve ter percebido, fizemos uma curta experiência com uma nova seção chamada “The News” (hmm, onde foi que eu vi isso antes?) porém com os vários pedidos de leitores para o retorno do formato original, entre outros fatores, decidimos retomar o formato para a felicidade geral dos FlatOuters e também para concentrar nossos esforços naqueles posts especiais que você só encontra por aqui.

Matérias relacionadas

Cruze ganha cara nova, Corvette de motor central flagrado em vídeo, BMW M8 chega em junho e mais!

Leonardo Contesini

Porsche 804: a história do único carro de Fórmula 1 da marca de Stuttgart

Leonardo Contesini

Entidades negam aumento de álcool na gasolina, Ford Ka flagrado com câmbio automático e novo interior, Aston Martin prepara mais um hipercarro e mais!

Leonardo Contesini