A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Zero a 300

Renault Arkana revelado, a nova limousine russa de Putin, Porsche perde recorde de Spa para Ferrari e mais!

Este é o Zero a 300, nossa rica mistura das principais notícias automotivas (ou não) do Brasil e de todo o mundo, caro car lover. Assim, você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere com a gente!

 

Renault apresenta o SUV-cupê Arkana, que será vendido no Brasil

825bbd2b-renault-arkana-concept-3

Nestes tempos de teasers, flagras, influenciadores digitais, vazamentos e até avaliação de protótipos, não era novidade que a Renault decidiu criar uma versão cupê do Captur. Especialmente depois que a fabricante francesa decidiu mostrar seu nome, Arkana, em um teaser que também revelava o design da traseira do carro.

7fed8e59-renault-arkana-concept-2

Agora chegou a hora de finalmente conhecê-lo por inteiro: modelo acaba de ser revelado no Salão de Moscou, ainda como um conceito (afinal, esse é o roteiro dos lançamentos hoje em dia), mas praticamente pronto para chegar às ruas. Na verdade, a maioria destes “conceitos” são baseados na versão de série, e não o contrário.

c382ec15-renault-arkana-concept-4

 

Apesar de ser considerado o “cupê do Captur”, ele ganhou o visual dos modelos europeus da Renault, com os faróis em forma de C e lanternas na horizontal unidas por uma faixa luminosa. A marca já confirmou que ele será vendido globalmente, porém com variações de acordo com o mercado — algo que já acontece com o Captur. Entre os mercados em que ele será oferecido está o Brasil, onde o Arkana deverá chegar em 2020, produzido por aqui mesmo, na fábrica de São José dos Pinhais/PR.

cb3711dd-renault-arkana-concept-1

A plataforma do modelo e suas opções de motorização ainda não foram confirmadas. Na Rússia ele será baseado na arquitetura modular CMF-B, e poderá ser equipado com motores 1.2 turbo e 1.6 turbo, com potência entre 100 cv e 180 cv. Por aqui, ele deverá ser o primeiro modelo produzido sobre a plataforma CMF-B, porém os motores deverão ser o atual 1.6 SCe e o futuro 2.0 SCe, que irá estrear na nova geração do Duster em 2019.

No Brasil ele será posicionado acima do Captur, concorrendo com o VW T-Cross, o Jeep Compass e o Peugeot 3008, e deve chegar em 2020.

 

Porsche Boxster Spider flagrado com motor flat-6

Já faz quase dois anos que a linha Boxster/Cayman foi atualizada pela Porsche com o nome 718 e com os motores turbo de quatro cilindros, mas até agora as versões de topo GT4 e Spyder ainda estão em testes e sem nenhuma confirmação da Porsche. Já vimos algumas fotos do Cayman GT4 e do Boxster Spyder e alguns rumores sobre suas especificações mecânicas — fala-se em uma versão amansada do 4.0 aspirado do 911 GT3. Agora, pela primeira vez vemos um vídeo do Spyder em ação em Nordschleife. E seu ronco parece mesmo produzido por um flat-6, o que corrobora os rumores da imprensa europeia.

Além da prova sonora de que o 718 Boxster Spyder está equipado com o flat-6 aspirado, também estamos levando em conta o fato de a Porsche ter justificado o uso de motores turbo de quatro cilindros no 718 pela falta de espaço para um flat-6 turbo. Isso praticamente elimina a possibilidade de a dupla GT4/Spyder ser equipada com o flat-6 3.0 dos Porsche 911 Carrera.

Por outro lado, o ronco desse motor em testes não nada agressivo como se espera do 4.0 do GT3, mas isso pode ser uma questão de redimensionamento dos coletores para o 718, mais compacto que o 991, somada ao “detuning” do motor, para render menos que os 520 cv do GT3.

Agora você ainda deve estar se perguntando quando é que ele será lançado. Bem… ainda não há confirmação, mas acredita-se que ele pode ser revelado ainda neste ano, durante o Salão de Frankfurt, que acontece entre os dias 20 e 27 de setembro.

 

Depois da CNH digital, agora é a vez do CRLV ser digitalizado

CRLVe-ebc-750x430

Depois de lançar a Carteira Nacional de Habilitação eletrônica (CNHe), o Ministério das Cidades apresentou a versão eletrônica do Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo, mais conhecido como CRLV ou “documento do carro”.

DENATRAN / CONTRAN MINISTÉRIO DAS CIDADES. Novos Documentos – CRV/CRLV e CNH. Rone Evaldo Barbosa. Coordenador Geral – CGIE/DENATRAN.

O CRLVe, com é chamado, por ora está disponível apenas no Distrito Federal, mas deverá ser adotado pelos demais Departamentos de Trânsito até 31 de dezembro deste ano, segundo a resolução do Contran. A versão eletrônica do CRLV terá as mesmas informações do documento impresso e um código QR para verificação de autenticidade.

Como a CNHe, o CRLVe será acessado pelo aplicativo Carteira Digital de Trânsito. O documento também poderá ser baixado em PDF com assinatura digital, que serve como cópia autenticada do CRLV.

 

Fórmula 1 recupera recorde em Spa-Francorchamps

15352940634208

Durou pouco o recorde do Porsche 919 Evo em Spa-Francorchaps. Como muitos de vocês (e nós mesmos) disseram, bastaria a Fórmula 1 voltar ao circuito para que isso acontecesse. E foi o que aconteceu: três pilotos da F1 superaram o recorde de 1:41,770 da Porsche com Neel Jani ao volante. E logo no Q2!

Os três pilotos foram Sebastian Vettel, Kimi Raikkonen e Lewis Hamilton, todos com 1:41,5. A diferença se fez nas casas centesimais: Vettel com 1:41,501, Kimi com 1:41,533 e Hamilton com 1:41,553. A pole position, contudo, foi disputada sobre pista molhada, e elevou os tempos para a casa dos 1:58. Na corrida — onde são calculados os tempos oficiais para fins de recorde — a volta mais rápida ficou em 1:46,286, marcada por Valteri Bottas.

 

Versões comerciais da limousine de Putin são apresentadas em Moscou

aurus_senat_1

Há alguns meses vimos que Vladimir Putin, o presidente-dono da Rússia, passou a usar suas novas limousines, desenvolvidas e produzidas em sua pátria-mãe (com alguma ajuda da Porsche para os motores). O projeto deu origem a uma nova marca russa de carros de luxo, a Aurus, que apresentou seus primeiros modelos — o Senat e o Senat Limousine — no Salão de Moscou.

Segundo a fabricante, a limousine oferece “um nível inigualável de proteção balística e explosiva”, e será usada como veículo oficial do governo russo. O carro foi desenvolvido pelo Instituto Central de Pesquisa Automobilística e Motores da Rússia, conhecido pela sigla NAMI, a pedido do próprio Putin, que achou importante e seguro que o país fabricasse seu próprios veículos presidenciais.

aurus_senat_1_4

O Senat Limousine usa um V8 de 4,4 litros desenvolvido em parceria com a Porsche, e tem um motor elétrico auxiliar. Juntos os dois motores produzem 600 cv e levam o carro de zero a 100 km/h em menos de 6 segundos. Haverá ainda uma versão V12 de 6,6 litros, com 850 cv. Em ambos a tração é integral.

aurus_senat_1_2

Se você achou o carro muito parecido com o Rolls-Royce, essa era a ideia: fazer um carro russo com o luxo e a opulência do britânico —  algo notado nas dimensões do carro: 5,63 metros de comprimento e entre-eixos de 3,30 metros — ou 1 metro mais longo na versão limousine. O interior também é focado nos passageiros do banco traseiro, que podem reclinar até 45 graus e têm almofadas exclusivas, bem como uma geladeira com taças de cristal e mesas retráteis.

aurus_senat_1_3

A Auris pretende fazer apenas 150 veículos em 2019 e 2020, mas terá uma nova fábrica com capacidade para produzir 5.000 exemplares a partir de 2021. É quando chegarão os novos modelos da marca: um SUV chamado Komendant e uma minivan chamada Arensal.

 


carrossel-boss1988-1140x448-1140x448

Matérias relacionadas

Um Fiat Uno Turbo conservado, uma Silverado dually com motor turbodiesel, um WRX hatch todo original e mais no GT40

Dalmo Hernandes

Como o capacete fechado começou a ser usado pelos pilotos de carros

Dalmo Hernandes

Como era o mundo quando o Volkswagen Fox foi lançado?

Dalmo Hernandes