FlatOut!
Image default
Zero a 300

Renault Logan em versão Stepway, Mercedes-AMG GT R terá versão roadster, Hyundai i30 ganha pacote de 316 cv e mais!

Este é o Zero a 300, nossa rica mistura das principais notícias automotivas (ou não) do Brasil e de todo o mundo, caro car lover. Assim, você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere com a gente!

 

Renault Logan ganha versão Stepway na Rússia

21214853-stepway-city-version

Embora pareçam endêmicos do Brasil, os modelos “aventureiros urbanos” também pegaram na Europa, onde a Volkswagen vende um CrossPolo, a Audi vende o Allroad e a Volvo oferece, desde o fim dos anos 1990, o XC70 e, mais recentemente, o S60 e o V60 Cross Country (ou XC, a sigla originada desse termo). Agora quem entrou na onda foi a Renault. Só que em vez de oferecer uma perua ou um hatchback, quem ganhou a versão aventureira foi o… Logan!?

loganstepway

Sim: o sedã compacto ganhou o mesmo tratamento estético/funcional do Stepway, com suspensão elevada, plásticos protetores nos arcos dos para-lamas, para-choques mais robustos e um falso skid-plate na dianteira. O modelo russo, contudo, é pouco mais equipado que o Stepway brasileiro, oferecendo partida à distância, desembaçador dos retrovisores e sistema multimídia compatível com Android e Apple CarPlay.

Quanto aos motores, ele tem um 1.6 de 113 cv que pode ser combinado ao câmbio manual ou automático, ambos de seis marchas. Ainda há uma versão diesel, de 1,5 litro e 90 cv, combinada ao câmbio de cinco marchas. Diferentemente do Volvo S60 XC e do Audi Allroad, o Sandero tem tração somente nas rodas dianteiras com o CrossPolo.

 

Mercedes-AMG GT R Roadster flagrado em testes

f5b83bd3-mercedes-amg-gt-r-roadster-spy-4

Enquanto o AMG GT Black Series não chega, a Mercedes está preparando um lançamento relativamente surpreendente: a versão conversível do GT R. O modelo foi flagrado durante testes em Nürburgring, e exibe o mesmo visual agressivo do irmão com teto fechado — a grade Panamericana no para-choques com tomadas de ar agressivas, um difusor duplo e uma asa ajustável na traseira e um sistema de freios aperfeiçoado em relação ao usado pelo GT C — atualmente a versão mais potente do GT descapotável.

O que não aparece nas fotos, mas estará na ficha técnica é a aerodinâmica ativa, a suspensão mais rígida, o sistema de esterçamento das rodas traseiras e o diferencial de deslizamento limitado, bem como os componentes de baixo peso na suspensão e pneus de alta performance.

ef7b1994-mercedes-amg-gt-r-roadster-spy-7-768x483

O motor, como no cupê, será o V8 biturbo de quatro litros, com 585 cv e 71,2 kgfm, que trabalhará combinado ao câmbio de embreagem dupla de sete marchas. Junto da tração traseira eles levarão o roadster aos 100 km/h em cerca de 3,5 segundos como o cupê, porém a velocidade máxima deverá ser sutilmente inferior aos 318 km/h.

 

McLaren assina com Carlos Sainz Jr.

c7kzfahp6ln1v30fm61gse02x

Com o anúncio da saída de Alonso da Fórmula 1, a McLaren ficou com um assento vago e agitou a dança das cadeiras da categoria para 2019. A vaga da equipe britânica, contudo, durou pouco: nesta última quinta-feira a McLaren anunciou a contratação de Carlos Sainz Jr. para 2019.

O piloto de 23 anos, que atualmente defende a Renault em sua quarta temporada na Fórmula 1, estava com o futuro indefinido na categoria depois que Daniel Ricciardo foi anunciado pela equipe francesa ao lado de Nico Hülkenberg. A saída de Alonso, contudo, abriu as portas da McLaren para o jovem espanhol que, coincidentemente, segue a mesma trajetória do veterano espanhol. Alonso entrou na F1 pela Minardi, que foi comprada pela Red Bull e transformada na Toro Rosso — primeira equipe de Sainz Jr.. Em seguida, ambos passaram pela Renault e dali foram para a McLaren.

A história de Sainz, contudo, se diferencia pela condição das equipes durante sua passagem. Enquanto Alonso entrou em uma Renault vencedora, Sainz Jr. pegou uma Renault em reestruturação, e segue para uma McLaren mediana, já sem vitórias há cinco temporadas.

Ainda não se sabe quem será o companheiro de Sainz Jr., uma vez que os rumores que circulam na imprensa europeia dizem que Stoffel Vandoorne deixará a equipe em 2019.

 

Promoção da Pirelli levará cliente para a final da F1

unnamed

A Pirelli lançou nesta última quinta-feira (16) a promoção “Pirelli Me Leva – Abu Dhabi e Ferrari World”. Na compra de dois pneus o cliente concorre a uma viagem para acompanhar o Grande Prêmio de Abu Dhabi da Fórmula 1 — a última etapa do mundial — e também o Ferrari World, que fica localizado ao lado do circuito de Yas Marina.

Ao adquirir os pneus, o consumidor irá ganhar um número da sorte para correr à viagem. Ao todo, dez ganhadores poderão desfrutar de um fim de semana nos Emirados Árabes Unidos, vendo de perto a grande decisão da temporada 2018 da Fórmula 1 e aproveitando todas as atrações do parque de diversões da Ferrari.

Para concorrer, após adquirir dois pneus de, no mínimo, 14 polegadas, o cliente deve acessar o site www.pirellimeleva.com.br e cadastrar o seu número da sorte recebido. Quanto mais pneus comprar, mais chances o cliente terá de ganhar. A promoção vai até 30 de setembro e vale para todo o Brasil.

 

Hyundai i30N ganha preparação alemã com 320 cv

hyundai-i30-n-by-racechip2

Apesar da má reputação do Veloster no Brasil, os esportivos da Hyundai estão, aos poucos, tornando-se mais atraentes. Primeiro com a linha N, que transformou o i30 e o Veloster em verdadeiros hot hatches com motores turbo de 275 cv e câmbio manual de seis marchas — dois projetos capitaneados por Albert Biermann, o homem responsável pelos BMW M da década passada.

Agora, como era de se esperar, os Hyundai N começaram a cair nas graças dos preparadores independentes, que levam os modelos coreanos a um novo patamar de desempenho. É o caso do i30 N da preparadora alemã RaceChip, que decidiu dar uma dose extra de pimenta ao hatch.

Com uma mera reprogramação da ECU do motor, a preparadora levou a potência do 2.0 turbo de 275 cv aos 313 cv, e o torque de 35,9 kgfm para impressionantes 50,6 kgfm. E se você achar pouco, ainda é possível instalar um novo downpipe HJS para levar a potência aos 316 cv e o torque a 53,3 kgfm. Além dos 41 cv extras, o pacote ainda inclui rodas OZ Racing Leggera HLT, molas Eibach que rebaixam a suspensão em 15 mm e um novo kit de barras estabilizadoras também da Eibach.

O kit, por ora, está disponível apenas na Europa e para o i30N, mas a RaceChip já confirmou que os mesmos upgrades serão aplicados ao Veloster N nos EUA.

Matérias relacionadas

Confira os 17 novos modelos que a Volkswagen irá lançar no Brasil e no mundo até 2020

Leonardo Contesini

Veloster Turbo em testes no Brasil, Golf ganha versão mais barata, Corolla com fila de espera e mais!

Leonardo Contesini

Já imaginou como é um simulador de corridas de R$ 4 milhões?

Dalmo Hernandes