Renovo Coupe: um Shelby Cobra Daytona de 500 cv e 138 mkgf é nosso tipo de carro elétrico

Dalmo Hernandes 17 agosto, 2014 123
Renovo Coupe: um Shelby Cobra Daytona de 500 cv e 138 mkgf é nosso tipo de carro elétrico

Ouvimos com certa frequência a afirmação de que os carros elétricos são o futuro, e a cada dia mais evidências surgem de que isto pode mesmo ser verdade. Agora, se for para viver em um mundo sem motores a combustão, que ele seja cheio de carros como o Renovo Coupe.

Renovo” não é um nome exatamente apelativo — ficaria mais apropriado a uma fabricante de computadores ou a uma grife de decoração, e só sabemos que se trata de um carro por causa do “Coupe”. Nomes à parte, antes de mais nada você precisa dar uma boa olhada no Renovo Coupe (o carro da foto acima, caso você não tenha se ligado).

Se estas formas estampadas de azul e branco lhe parecem familiares, é porque elas são exatamente iguais às do Shelby Cobra Daytona Coupe. Se você não sabe de que carro estamos falando, é bom dar uma pesquisada. Brincadeira! O FlatOut nunca te deixou na mão e não vai ser hoje que vamos começar, não é?

daytona

Este é o Shelby Cobra Coupe original, desenvolvido na década de 60 para vencer a Ferrari em Le Mans (leia a história completa neste post nosso). Pense nele como um “projeto paralelo” de Carroll Shelby, que estava envolvido no programa do GT40, mas conhecia o potencial do Shelby Cobra em corridas de endurance e pensou em, quem sabe, derrotar os italianos usando sua própria criação.

O problema é que o Cobra era um roadster muito bom de curvas, mas sua aerodinâmica não era muito favorável em retas. Isso era um problema por causa da longa reta Mulsanne do circuito de La Sarthe. Nela, as Ferrari chegavam a beliscar os 300 km/h, enquanto os Cobra apenas passavam dos 250 km/h — mesmo que o Cobra fosse melhor em curvas, a menor velocidade nas retas gerava uma desvantagem de 10 segundos que era impossível de superar.

daytona (2)

Shelby, então, encomendou ao designer Pete Brock uma nova carroceria. Brock desenhou um cupê de linhas fluidas, que se afunilavam em direção a traseira até chegar a um corte abrupto — a chamada traseira Kamm, cujo formato reduziu drasticamente o arrasto aerodinâmico do carro. Resultado: o Daytona Coupe, testado em vias públicas britânicas, chegou aos 297 km/h. Era o bastante para desafiar a Ferrari com reais chances de vencer.

Acontece que o Ford GT40, no qual Shelby também tinha participação (em determinado momento o GT40 usou o mesmo V8 de 4,7 litros do Cobra), foi o foco de Henry Ford, que bancou o projeto e abocanhou todo o pessoal da empresa texana para trabalhar nele. Sendo assim, o Cobra Daytona Coupe tornou-se um plano B e, depois de 1965, saiu de cena.

Mesmo não vencendo, o carro se tornou um ícone de Le Mans, e é por isso que estamos tão impressionados com o visual do Renovo Coupe.

renovo (9)

A carroceria é fornecida pela própria Shelby — a chamada CSX9000, lançada em 2009 como réplica oficial do Shelby Cobra Daytona Coupe. Pode ser feita de fibra de vidro ou alumínio, e traz o visual clássico do carro de corrida com ligeiras modificações aerodinâmicas, arcos de roda maiores e padrões modernos de acabamento e resistência. Perfeita para a proposta da Renovo, segundo o CEO Christopher Reiser. “Queríamos criar um veículo aspiracional que demonstrasse o desempenho, controle e empolgação que são possíveis com um veículo elétrico.” Em outras palavras, a ideia era provar que nem todo carro elétrico é chato.

Os dois motores de fluxo axial — que usam campos magnéticos mara girar rotores, que por sua vez giram os eixos — montados em posição central-traseira são capazes de dar ao Renovo Coupe uma potência equivalente a mais de 500 cv quando acelerados ao limite. Impressionante. Mas ainda mais incrível é o torque de 138 mkgf que surge quase instantaneamente, em apenas 37 milissegundos. Para se ter uma ideia, o Corvette Z06 — um dos carros americanos com mais torque — tem 87,8 mkgf. A transmissão é direta (como no Tesla Model S), e uma vez que você acelera, o Renovo Coupe vai de 0 a 100 km/h em apenas 3,4 segundos.

renovo (3)

A alimentação é feita por conta de baterias modulares de íon de lítio, com uma tecnologia não patenteada desenvolvida pela própria Renovo (cujo quadro de funcionários traz vários ex-funcionários da Tesla): várias baterias espalhadas por todo o carro ajudam a manter a distribuição de peso equilibrada. A empresa também garante que o trem-de-força corresponde a menos de 40% do peso total de 1.434 kg do Coupe. As baterias podem ser recarregadas em até 30 minutos em uma estação de recarga rápida.

renovo (6)

Para garantir que a performance do carro fosse a melhor possível, o desenvolvimento foi supervisionado pela Shelby e pelo próprio Pete Brock. E o lendário designer parece bastante confiante na Renovo.

Estas formas eram perfeitas há 50 anos, e a física não muda muito com o tempo. Mas o carro tem carroceria, chassis, suspensão e cabine atualizados. Quando a Renovo me abordou com a idela de incorporar meu trabalho nos projetos dele, fiquei muito animado. O produto finalizado definitivamente carrega o espírito do carro original em direção ao futuro“.

Bem, foi o próprio criador do carro quem disse. O interior ganhou um painel que mistura mostradores digitais e analógicos com visual clássico e traz um seletor para o KERS, que ativa ou desativa a recarga das baterias usando a energia das frenagens.

renovo (5)

O carro está em seus estágios finais de desenvolvimento e será produzido em uma série limitadíssima, com entregas previstas para 2015. O preço é salgado — US$ 529 mil, ou quase R$ 1,2 milhão. No entanto, seus números de desempenho fazem do Coupe um legítimo supercarro elétrico — do tipo que não ficaríamos nem um pouco envergonhados de ter em nossa garagem. O que você acha dele?

  • Lucio717

    Hm… Não, não consigo gostar desse carro nem a pau. Nada contra quem gosta, mas EU<<<<<<<<< não gosto nem um pouco

    • nicolas pancheski

      nem eu

    • Riashe

      Se for sobre o carro,Shelby Cobra Daytona concordo.

      • Lucio717

        Ele mesmo

  • Bruno Henrique Rodrigues

    HERESIA!

  • Igor

    http://static.comicvine.com/uploads/original/3/36845/1250176-haters_gonna_hate.jpg

    ” – Nunca o automóvel irá substituir o cavalo ”

    Frase dita em 1906

    • Fabio Pereira
    • Pé de Pano

      Automóvel no futuro será para lazer, assim como ainda tem gente que anda a cavalo, não deixará de existir quem ande de carro.

      • Igor

        Só será lazer se inventarem o tele-transporte.
        Carro já não é só meio de transporte faz uns 90 anos.
        O carro existirá, só método de impulsão que será muito mais eficiente.
        O que as pessoas reclamam é a ausência de ruído, mas isso na verdade é uma associação automática que fazemos e não algo que de fato signifique alguma coisa, barulho é sinal que o motor é grande e quanto mais barulho o motor faz mais o carro corre, então + barulho + desempenho.

        • Pé de Pano

          Corrigindo “a combustão”.

          Doge meu caro, acho que você devia ser um pouco mais sensível com os sentimento dos outros, acompanho os seus comentários e acho que você deveria compreender essa paixão que todos nós – que frequentamos este site -, tem com os carros e toda essa mística que os envolve. Por mais que você não goste e ache isso cafona (ou um atraso), vamos ter compaixão e um pouco mais de compreensão. Abçs.

          • Yelssek

            Pé de Pano, o cara gosta de carro de um jeito diferente, GOSTA DE CARRO COMO PRODUTO APENAS…não adianta tentar convencer, os que gostam de carros mesmo, como nós, que não ligam se o carro tem 10, 20 , 30, 40 anos, se é ou não a combustão, se tem ruído ou não… esses estão em extinção…

          • Marcos URS4

            Falou tudo.. Andar num liquidificador de 500 cv deve fazer uma vitamina da boa..ahhaahha

          • Igor

            O motor a combustão está num beco sem saída.
            O som pode fazer parte do carro mas não pode ser só o motivo pra gostarmos de carros.
            O motor a combustão irá morrer, o carro não, bem como a paixão diante dele.Entendo o saudosismo, mas outros saudosismo irão e virão.

          • LeandroL641

            Acho q vc errou de site, aqui não é o NA, lá é q os caras estão dispostos a abrir mão de tudo em troca de eficiência energética… e ESP, claro!
            O motor a combustão vai morrer sim, quando acabar o petróleo, e este dia vai ser lembrado como um dos dias mais tristes e obscuros da história da humanidade.

          • Igor

            Calma, o motor a combustão lá em meados dos anos 20 com enormes V12 e V16 gerando pouco mais de 150cv e veja o que temos hoje.
            É um caminho sem volta, acredito que nessa velocidade tecnológica não demorará mais que 20 anos para termos carros que rodem mais de 1000km sem precisar recarregar, que se recarregam em grande parte sozinhos em pouquissimo tempo que pesem 1/3 das baterias que temos hoje.
            Você gosta de máquina de escrever ? Não, como assim ? Há muitos editores, escritores, jornalistas … enfim, pessoas que precisam escrever que fazem questão de usar aquela Olivetti de bobina rubro-negra com pelomenos 40 anos de idade, mas lhe pergunto, quantas pessoas usam isso ? 0,001% ?
            Carro a combustão irá existir ? Sim, claro, até o fim dos tempos mas será pra aquela parcela da população que também faz questão de usar maquina de escrever, que usa caneta tinteiro, que ouve rádio AM.
            Será um dia muito chato mesmo, sedãns com 1000cv e 300kgfm de torque instantâneo na roda e pegada tão esportiva quanto um Pagani Zonda R já que será muito mais leve e com peso bem distribuído e centro de gravidade digno de um carro de Fórmula aonde você abastece em casa e só se lembra que o carro precisa de manutenção quando os pneus e pastilhas de freio estiverem gastas, de resto só rodar e rodar e rodar.
            Amo carros, amo de bi-cilindricos a W16 mas não vou cometer o mesmo erro que os donos de haras cometeram em dizer que o carro nunca será páreo pro cavalo.

          • Marcos URS4

            Quem gosta gosta.. Nao vai mudar um gosto pot uma necessidade… Carro para a maioria dos que estão aqui é paixão e não um simples meio de transporte…

          • Danilo Alarcon

            Não é necessidade, é o futuro não há como negar, porque você escova seus dentes? Antigamente não se fazia isso! Carro sem barulho não é carro? Antigamente homem de verdade não precisava se limpar..

            Vamos rever-atualizar seus conceitos amigo.

          • NoobForSpeed

            Carro sem ronco continuar um carro, um carro bem sem graça…

          • Danilo Alarcon

            Você está pegando a parte pelo todo, demonstrando não gostar de carros e sim dos barulhos dos mesmos!

          • NoobForSpeed

            Não senhor, vc que não sabe interpretar… todo o “pacote” é importante, um bom ronco é a cereja no topo do bolo… sem esse detalhe, as coisas ficam um pouco sem graça

          • Danilo Alarcon

            “Será um dia muito chato mesmo, sedãns com 1000cv e 300kgfm de torque instantâneo na roda e pegada tão esportiva quanto um Pagani Zonda R já que será muito mais leve e com peso bem distribuído e centro de gravidade digno de um carro de Fórmula aonde você abastece em casa e só se lembra que o carro precisa de manutenção quando os pneus e pastilhas de freio estiverem gastas, de resto só rodar e rodar e rodar.”
            Fechou a discussão.

          • Marcos URS4

            Mas ainda vai ter o álcool…hahaahha

          • Marcos URS4

            Falou tudo… Pra mim carro sem ronco, não é carro

          • Danilo Alarcon

            Coloque o som em um pendrive ligue o som e seja feliz!

  • Marcelo Romanini

    Boa tentativa usar o visual do daytona, mas o vídeo do Daytona original trabalhando na lenta e disparando o alarme da ferrari quando arranca mostra que jamais um carro elétrico terá espaço no meu coração.

    • Victor Schildknecht

      Posta o link pra gente ver também por favor 😀

      • Marcelo Romanini

        Tá na matéria la em cima hehe
        https://www.youtube.com/watch?v=buWIbGEd-lc#t=266

        • Nei Fidelis

          e pra acabar de impressionar é em Spa

        • Felipe Viegas

          No meu coração também nunca terá espaço para um carro elétrico… por melhor que seja

        • Victor Schildknecht

          Brigaduuuuu /m/

    • André#

      Caraca a Ferrari começou a chorar quando o Shelby passou ao lado.

      • Marcelo Romanini

        Tipo assim: “Vovô me falou que você é mau”, assusto a pobrezinha haha

    • Paulo Freire

      Ah… Não. A Ferrari já estava com o alarme disparando ANTES do Shelby sair.

  • Pé de Pano

    Choro é livre

  • Victor Schildknecht

    Tem que ver o tempo que dura essa carga. Pisando leve pode durar 400km, mas com os 500 cv ativados vai que dura 5 minutos :V Eu pessoalmente acho esse carro lindo, assim como as Ferrari 250 GTO, Lusso, SWB..

    • Riashe

      Depende muito,se o carro possuir um sistema que carrega a bateria com o carro rodando,ai ser quase uma bateria infinita.

      • DeenisV12

        O motor ia precisar de energia pra gerar energia, ou seja, a idéia do carro carregar a bateria quase 100% enquanto está rodando é impossível

        • Marcelo Toyofuku

          até porque não é possível aproveitar 100% da energia.

          • Riashe

            Eu expliquei acima sim é possível,este sistema é usado em alguns ônibus elétricos,etc sendo assim abateria dura 24 horas(No exemplo do ônibus)

          • Marcelo Toyofuku
          • Riashe

            Vou explicar ele funciona igual o rotor de uma usina hidrelétrica enquanto estiver rodando vai estar produzindo energia.

            Eu já vi este aparato em funcionamento mais foi numa bicicleta um pequeno não lembro o nome agora preso no quadro do bicicleta dele saia uma haste de metal na ponta da haste tinha uma pequena roda que fica paralela a roda da bicicleta e deste aparato sai um fio que é ligado a uma lanterna elétrica(Não é a pilha ou bateria) que fica na frente da bicicleta.

            Com a bicicleta em descanso não dava para ligar a lanterna,mais em movimento este pequeno aparato produzia energia e sendo assim era possível ligar a lanterna situada na frente da bicicleta.

            Eu poderia dar outro exemplo funcional mais este da bicicleta já esta bom,e boa noite.

          • Marcelo Toyofuku

            o que você está falando é um dínamo.

            Uma suposição: se temos um carro totalmente movido a eletricidade munido de baterias para serem utilizadas para realizar o funcionamento do carro e um dínamo para reaproveitar a energia gerada pelo movimento das rodas haveria perdas com o atrito e a inércia. Se estivéssemos num mundo perfeito em que não há perdas de atrito e um super dínamo que conseguisse converter 100% a energia sem nenhuma perda e que conseguisse repor a energia gasta na bateria aí sim conseguiriamos ter sua “energia infinita”.

          • Riashe

            100% não vai conseguir mesmo,isto é certo mais dependendo do tipo e de quantos o carro possuir +/- de 20 a 30% de energia vão conseguir produzir,Boa Tarde.

          • DeenisV12

            na verdade cara, os condutores nunca conduzem 100% da energia, só ai a energia é perdida, no caso você disse da bicicleta, é um Dynamo que transforma a energia mecânica da roda em elétrica, mas nunca que ia carregar o suficiente em um carro pra ele rodar o triplo por exemplo, porque precisaria de uma carga grande, e para ter uma carga grande teria que ser um sistema potente, que no caso roubaria força do próprio motor eletrico, gastando mais energia e etc

          • Riashe

            Por isto citei “Quase”.

            Neste exemplo do ônibus elétrico foram usados 2 ônibus elétricos:
            1:Original de fabrica.
            2: Com 5 dynamos do tamanho de uma lata de uma caixa de sapato.

            O primeiro ônibus conseguiu rodar exatas 4 horas até a bateria acabar.

            O ônibus com dynamo ficou rodando o teste todo passou as 4 horas e a bateria não estava nem na metade.

            Terminou o teste e o ônibus com Dynamo ainda tinha bateria.

            Obs; Os 2 ônibus são do mesmo modelo e saíram da garagem com a mesma porcentagem de carga de bateria.

            Resumindo sim é possível e com a tecnologia a cada dia fazendo produtos menores mais com a mesma % de força,etc,e por ae vai.

          • DeenisV12

            Sim, há vantagem com toda certeza de usar o dynamo, mas eu não sei se são duráveis e também não sei por que as empresas de carros elétricos não usam este sistema, algum motivo tem , obrigado por explicar

          • Riashe

            Não precisa agradecer,pelo que lembro a Toyota já teve um carro com este tecnologia,o porque das outras não usarem é que o motor a combustão esta ae ainda firme e forte.

            E pensar que a Volvo disse montar um carro elétrico ou hibrido custa apenas 1/4 do valor total gasto para montar um carro a combustão.

          • Gui Braga

            sim é possivel!!!

          • Marcelo Toyofuku
        • Riashe

          Não no caso,antigamente usavam em bicicletas não sei exatamente o que era mais ficava em uma das rodas da bicicleta com o equipamento gerava energia que dava para ligar no caso a lanterna da bicicleta e sobrava energia.

          E não,ele gerava energia tipo do nada apenas com o movimento da roda.

          Eu teclo isto pois vi ele funcionando.

          Este aparato no carro,apenas com o carro rodando ia gerar energia que no caso ia alimentar a bateria.

        • Riashe

          E complementando este aparato é usado,em alguns ônibus elétricos pelo mundo.

          No exemplo do ônibus a bateria que normalmente,duraria de 4 a 5 horas,dura 24 horas sem precisar como posso teclar parar o ônibus para carregar a bateria sendo assim não é impossível.

  • GabrielF100

    Meu cérebro acha esse carro incrível, mas meu coração ainda prefere o v8!

    • Lamborghinista

      Concordo, esse Renovo tá genial, mas o clássico V8 é insubstituível!

  • GSB
  • Bandit

    No futuro eu até compraria um carro elétrico mas só se fosse para andar na cidade onde só tem transito e nem se escuta barulho do motor agora um bólido desses com motor elétrico já é demais ! se no futuro esportivos forem assim eu arranco o motor elétrico e ponho um a combustão !

    • Ricardo Hartemink

      Ta estressado man ? ^^

    • nicolas pancheski

      ou coloca um som de carro com motor a combustao

    • Riashe

      Boa Tarde muitos fariam isto mais o problema é que que os motores a combustão já estariam extintos ou num museu.

  • epfrgthy

    Quando comecei a ver esso carro lindíssimo e com os números de 500 cv e 138 MKGF de torque, até fiquei arrepiado pensando que ia ter V8tão.
    Mas depois vi as palavras “carro elétrico” e desanimei.
    Dammit!!

    • Marcos URS4

      Mesmo pensamento, sofri ao ler elétrico….

  • Braulio Pinto

    Aí, tipo. Então a tão idolatrada Minhoquinha Texana viro um Poraquê ??? rsrsrsrsrs Que tosco, saca. Na boa, valeu.

    • Punisher

      E a churrasqueira de maranello já tem motorzinho elétrico tb, Sr. Bráulio, não se esqueça.

  • Alfista

    Prefiro um 500e

  • Diego Fernandes

    Que bela porcaria. E,fica bem pior quando você descobre que esse tal Renovo não passa dos 193 Km/h…

  • Yuri Libâneo Pires Silva

    Chamem do que quiserem.
    Mas um comercial desses com esses takes numa estrada com um carro com formas como essas, mostrando o asfalto… e esse silêncio (ou ronquinho esportivo de furadeira) quebra totalmente o clima.
    Acho que o futuro vai ser algo novo e não uma readaptação do carro. Assim como o carro apesar de ter origem na carruagens hj é algo diferente.
    Sobre o ronco é a mesma coisa, é como querer botar o som dos cascos em um carro a combustão.

  • ARAUJOAMS

    Lindo lindo lindo lindo lindo lindo lindo lindo… Uma merda uma merdaUma merda uma merda

  • Carlos Soriano

    Ficou lindão, até pq copiou uma lenda.
    Mas para ter um carro série limitada, por esse precinho, precisa ter um V8tão fazendo muito barulho.

  • joaoalbertoborelli .

    Eu teria !!

    • Fabio Vicente

      Eu também!!

  • Fernando Bento Chaves Santana

    Desculpe pessoal, mas tem coisa errada com essa matéria, pois Peter Brock morreu em 2006 em um acidente em um Superformance Coupé, a réplica do Cobra Daytona desenvolvida para a Sulafricana Superformance, projeto comprado posteriormente pela Shelby.

    http://en.m.wikipedia.org/wiki/Peter_Brock

    • Douglas Bueno Faustino

      Não sei se isso é verdade ou não mas, quero apenas deixa um aviso. Wikipedia nunca foi e nunca será uma fonte segura de informações.

      • Iuri Matias Mieras

        Bobagem. Prá isso que existem as referências em cada artigo da Wikipedia, para que você possa checar os fatos em outros recursos online ou mesmo em livros, artigos acadêmicos, notícias, etc.

        Fora que existem vários colaboradores no mundo todo dedicados a revisar cada artigo, etc.

        Esse papo de “nunca foi nem nunca será confiável” é besteira… no final das contas, se souber ler e pesquisar direito, é mais confiável que qualquer jornal ou revista tradicional ou que aquelas enciclopédias velhas do seu avô.

        • Flavio Cocati

          Assino embaixo!!

    • Lucas Cezere Vidal
    • Jonas Jorge

      Pete Brock está bem vivo. O que você comentou é o piloto Peter Brock. Segue o link do Wiki: http://en.wikipedia.org/wiki/Pete_Brock

    • Iuri Matias Mieras

      Não. Peter Brock (Brocky) != Peter (Pete) Brock… Um é um falecido piloto australiano, o outro é o designer o Shelby Daytona original e continua vivo, muito obrigado.

    • Fernando Bento Chaves Santana

      Verdade. vcs estão com razão. São pessoas diferentes. Mas não bastasse o nome semelhante o Peter Brock morreu pilotando justamente uma réplica do Daytona projetada por Pete Brock.

  • Saci d’ Patinete

    Não consigo gostar de carro elétrico, eu gosto de fumaça barulho, e buracos na camada de ozônio http://media-cache-ec0.pinimg.com/236x/e2/8b/1e/e28b1e4d38420db7928c41acbec60fa9.jpg

    • LeandroL641

      Se depender dessa caminhonete vc não vai ter o buraco, essa fumaça preta e sinistra do diesel é pesada demais pra subir até as camadas mais altas da atmosfera, vc consegue fazer um estrago maior simplesmente peidando.

    • Satai

      Já dirigiu um carro eletrico?

      • Saci d’ Patinete

        Só movidos por pilhas duracell.

    • Guilherme Depiné Ferrari
  • Pedro Henrique Ramos

    Hum…até gostei do fato de usarem essa carroceria pra fazer um carro novo, mesmo assim, você vai, liga o carro e não ouve nada, porque não tem um baita V8 berrante embaixo do motor, fora a velocidade final limitadíssima abaixo dos 200km/h pra um carro desse porte, eu sei que o futuro do automobilismo é ser elétrico, mas na minha opinião um motor desse num carro desse é heresia!

  • Breno Ribeiro

    Carros americanos tem que ser feitos no Texas, não no Vale do Silício.

    • Prezotti

      Detroit man, Detroit!

      • Breno Ribeiro

        Citei somente Texas por causa da carroceria do Renovo, mas você lembrou bem caro amigo!

  • WagnerSCS

    Teria um sem dor na consciência por escolher um elétrico ao invés de um bom L4/6 ou V6/8/10/12.

  • Chronosky

    Petrol Heads que corram para as colinas porque o futuro vem aí atropelando quem fica pelo caminho e ele vem de carro elétrico.

    • Punisher

      Quem vai nos atropelar será a conta da energia elétrica e os apagões por conta de milhões de carros elétricos ligados na tomada.

      • Chronosky

        problemas que podem ser contornados, agora o fim do petróleo e a poluição do meio ambiente por carros a gasolina não tem como ser contornados…

        • Punisher

          Gerar mais energia elétrica vai causar poluição do mesmo jeito. Basta ver o impacto causado por hidrelétricas, e todo o mimimi em torno da usina de Belo Monte. Isso porque as hidrelétricas são consideradas a forma mais “limpa” de gerar energia, à exceção das usinas nucleares.

          Como eu comentei mais acima, a saída seriam os carros a hidrogênio, mas suspeito que não investiram nessa tecnologia devido à “abundância” da matéria prima. Geração de energia elétrica é mais controlável pelo Estado.

          • Chronosky

            1- A geração de energia ainda tem oque evoluir, os paineis solares estão evoluindo, ainda estamos aperfeiçoando o reator de thorium e assim que este estiver pronto não haverá mais motivos para temer a energia nuclear.

            2- Sim hidrogênio é interessante mas também precisa de energia elétrica para ser separado do Oxigênio.

          • Igor

            O gasto do abastecimento de um carro elétrico para quem roda 20.000km por ano mal chegaria a 70 reais por mês a mais na conta de energia.

    • guest

      Queria ser um Etanol Head. Sério.

  • Eduardo Yamane

    Eu sou da turma que prefere um churras na brasa do que um de churrasqueira elétrica.

    • Flavio Cocati

      Pq vc mora aonde não há elétricos, se morasse, iria querer, vai por mim!
      Adoro carro que faz barulho, mas usar um elétrico que não gasta quase nada em comparação aos carros normais é muito convincente!

      • Brazooka

        @flaviococati:disqus, moras no Brasil?

        • Fabiano Do Prado

          tem o Prius no Brasil, mas o preço…..

          • Brazooka

            Além do quê, o Prius é híbrido. Não é totalmente elétrico.

        • Brazooka

          Descobri: moras no Japão (ou já mudou pra outro lugar, devido ao trabalho em mineradora)?
          😀

        • Flavio Cocati

          Não moro no Brasil a mais de 22 anos amigo!

      • Bob Fields

        Flavio – respeito a sua opiniao, mas moro na Europa e sinto pena quando vejo um cara de Tesla passando sem nenhum barulho e atras um 911 rugindo como se estivesse assustando o pobre carrinho eletrico…Como ja dizia Nietzsche ” Sem musica, a vida seria um erro.”

  • Chamonix_fan550S

    Muito bom… Na minha opinião Shelby Cobra Daytona Coupe é o carro mais lindo de todos os tempos, acabei de ver esperança nos carros elétricos.

  • Fabiano Do Prado

    Sou fã do original, se precisasse de upgrade seria com o motor do Mustang Cobra Jet.

  • Dieki

    O problema dos elétricos, que ninguém lembra é que se houver uso maciço de carros elétricos o custo por kWh vai aumentar consideravelmente, inclusive deverá ser tarifado “just like the gas”. O Governo vai dar um jeito de criar aberrações do tipo tomadas exclusivas para abastecimento, para poder extorquir mais do povo ou então aumentará o preço do kW para todo mundo. Além do mais, sobrecarregaria o nosso já ferrado sistema elétrico. É necessária uma adaptação de toda a rede para dar suporte a esse novo modal. Quem acha que o Governo vai abrir mão dos bilhões arrecadados com gasolina tá muito enganado…

    • Punisher

      Exatamente. Apesar dos relâmpagos em tempestades, energia elétrica não cai do céu. É preciso gerá-la de alguma forma, e já temos problemas com isso sem frotas de carros elétricos nas ruas.

      Por essas e outras que pergunto: cadê os carros movidos a hidrogênio, tão promissores a uns anos atrás? Cadê aquele Civic movido a hidrogênio que o James May testou?

      • DeenisV12

        talvez a estrutura para se ter abastecimendo de hidrogênio seja muito cara, bem mais do que a elétrica pronta (pronta porque o carro a hidrogênio na verdade é um elétrico, o hidrogênio é só um gerador)

    • Igor

      Subir energia seria um tiro no pé dela mesma pois pioraria a inflação.
      O gasto de um carro desse se assemelha de um ar-condicionado médio, qualquer casa estaria apta a abastecer o carro alí mesmo, claro que demoraria mais mas se a pessoa roda menos de 300km por dia bastava chegar em casa a noite e logo de manhã o carro já estaria abastecido 100% denovo

      • Danilo Alarcon

        Concordo com você, até porque indústrias geram emprego e contribuem com imposto, aumentar o Custo delas com Energia, realmente seria um tiro enorme no pé.

  • Lucas Carvalho

    É um carro lindo e que com toda certeza eu teria na garagem (depois de ter o original claro kkk), não vejo problema em ser um carro elétrico, muito pelo contrário, a experiência de dirigir um carro elétrico com 500 cv e 138 kgfm deve ser simplesmente sensacional!

    A propósito, “carro elétrico é o futuro”, pode até ser, mas aos que estão com medo desse futuro “sombrio” acalmem-se, a toda poderosa indústria do petróleo que move bilhões (ou até trilhões não tenho certeza) de dólares por ano, não deixará isso acontecer tão cedo. 😉

  • Vinicius Mol

    Bom, acredito que para os daily drivers realmente o futuro seja os motores elétricos. E faz todo sentido: baixo consumo e sem poluentes.
    Porém para os carros de “passeio”, digamos assim, fico com a mesma opnião do Luca di Montezemolo, presidente da Ferrari, quando diz que o futuro será hibrido(combustão+eletrico). Já que neste caso ainda entra o fator emocional e o ronco do carro conta bastante nisto.

  • Marcos URS4

    Eu teria vergonha de andar numa porcaria destas… To nem ai pro urso polar, pinguim.. Deixa a terra esquentar mas não,ando de elétrico…

    • Lourenço

      hahahahahahahahahahaha
      mas nao concordo com vc

    • Hugo Figueiredo

      Continua pensando assim que vc vai longe filhote! 😉

  • Victor Oliveira

    Bom, gostemos ou não, esse será o futuro. Combustíveis fósseis tendem a ficar cada vez mais escassos e caros. Já energia elétrica pode ser gerada de várias maneiras. Motor a combustão só em competições ou em exposições de carros antigos.

    • Marcos URS4

      Affff……..

      • Victor Oliveira

        É amigão, é que nem a gravidade. Não por que você não gosta dela que as coisas vão deixar de cair no chão. Melhor ir se acostumando com a idéia, ou então vai acabar ficando a pé. Rssss

  • Danilo Alarcon

    Eu teria até 2! Mais legal seria.. Ahh eu dirijo um carro elétrico, vamos valendo o documento? O meu Renovo x seu Camaro?

    Ia ser épico!