A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Zero a 300

Rodovias federais têm 14 mortes/dia, Mazda RX-9 em desenvolvimento, novos preços da Fiat Strada e mais!

Bom dia, caros leitores! Bem-vindos ao Zero a 300, a nossa rica mistura das principais notícias automotivas do Brasil e de todo o mundo. Assim, você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere conosco.

O Zero a 300 é um oferecimento do Autoline, o site de compra e venda de veículos do Bradesco Financiamentos. Nesta parceria, o FlatOut também apresentará avaliações de diversos carros no canal de YouTube do Autoline – então, clique aqui e se inscreva agora mesmo (e não esqueça de ativar o sininho)!

 

Rodovias federais tiveram 5.200 mortes em 2018

Foto: A Crítica

Um relatório publicado nesta semana pela Confederação Nacional do Transporte revelou que cerca de 5.200 pessoas morreram em 69.200 acidentes de trânsito nas rodovias federais ao longo de 2018. O número representa 14 mortes por dia, e uma morte para cada 14,6 km de rodovia, considerando que a malha rodoviária federal tem 75.800 km.

Segundo o levantamento, os estados com o maior índice de fatalidades foram Minas Gerais, Paraná, Bahia e Rio Grande do Sul. Contudo, se forem considerados o número de acidentes fatais para cada 100 km de rodovias federais, os trechos mais perigosos estão no Distrito Federal, São Paulo, Santa Catarina, Espírito Santo e Rio de Janeiro. (LC)

 

Desenhos de registro da Mazda podem indicar o desenvolvimento do RX-9

A revista japonesa Motor Magazine revelou um desenho de registro da Mazda que pode indicar a produção — ou ao menos o desenvolvimento — de um sucessor para o RX-8. Segundo a publicação, o desenho trata de uma “estrutura de absorção de impactos” que mostra uma estrutura tipo spaceframe diferente da utilizada nos modelos atuais da fabricante.

O projeto usa um arranjo de suspensão dianteiro de braços triangulares sobrepostos (32 e 33 na imagem abaixo), além de uma amarra transversal (44 na imagem abaixo) que limita o berço do motor entre a parede corta-fogo (25) e a linha da suspensão dianteira, o que caracteriza um layout de motor central-dianteiro. Considerando o arranjo de suspensão típico dos esportivos e o posicionamento do motor também voltado à distribuição de massa ideal, outra característica desejada nos esportivos, nos parece claro que se trata de um modelo esportivo.

Além disso, o espaço para o motor é razoavelmente pequeno, o que pode indicar a utilização de um motor Wankel, que é mais compacto que os motores de pistões reciprocantes. Note também que parece haver um recuo na parede corta-fogo (a parte cinza próxima ao número 45), o que sugere um túnel de transmissão.

As suspeitas de um novo RX-9 são reforçadas porque, de acordo com a Motor Magazine, o RX-9 usará uma nova plataforma feita exclusivamente para ele, e também porque no início do ano a Mazda registrou um novo tipo de turbo feito para ser usado com motores rotativos. (LC)

 

Novo Mini Clubman começará a ser vendido no Brasil

A BMW anunciou ontem  (19) a chegada do novo Mini Clubman ao Brasil. O modelo reestilizado começará a ser vendido no último trimestre de 2019 – ou seja, entre outubro e dezembro. A perua compacta virá com as atualizações já vistas na Europa, com para-choques redesenhados e lanternas traseiras com o padrão da bandeira do Reino Unido (como já aconteceu no hatchback).

No mais, o carro permanece o mesmo, com 4,25 metros de comprimento, entre-eixos de 2,67 metros e porta-malas de 360 litros (ou 1.250 litros com o banco traseiro rebatido).

Ainda não foram definidas as versões, mas é provável que a linha atual seja mantida – ou seja, o Clubman deverá oferecer os motores 1.5 e 2.0 turbo. O primeiro tem três cilindros e 136 cv, enquanto o segundo tem quatro cilindros e 192 cv. A data de lançamento, as versões e os preços serão divulgados em breve. (DH)

 

Próximo Toyota 86/Subaru BRZ poderá ter motor 2.4 de 260 cv

Quando o Toyota 86/Subaru BRZ foi lançado, muito criticou-se o fato de seu motor 2.0 ter apenass 205 cv – um número considerado baixo para um carro com câmbio manual, tração traseira e pretensões de ser um esportivo old school. De lá para cá as duas fabricantes já nos provocaram muitas vezes com edições especiais e conceitos mais potentes – e parece que, finalmente, a nova geração atenderá os anseios dos entusiastas.

De acordo com o site japonês Best Car, a próxima geração do Toyobaru continuará utilizando um motor boxer. Mas, desta vez, será um boxer de 2,4 litros, emprestado do SUV Ascent – o maior modelo vendido pela Subaru atualmente.

O motor tem versões naturalmente aspirada e turbo, mas ainda não se sabe qual delas poderá ser usada no novo Toyobaru. A primeira entrega 230 cv, enquanto a segunda é capaz de chegar aos 264 cv. Em qualquer um dos casos, seria um upgrade bem interessante. No entanto, com a chegada da segunda geração marcada para 2021, no mínimo, ainda teremos de esperar mais para confirmar os boatos. (DH)

 

Eis o primeiro Supra customizado para o SEMA Show 2019

É óbvio que a edição 2019 do SEMA Show, o maior evento de carros modificados e componentes aftermarket do planeta, trará uma overdose de Toyota Supra modificados. E o primeiro a dar as caras é este projeto de Supra widebody, que será feito pela preparadora americana Evasive Motorsports.

As projeções nos dão a boa ideia de como o carro vai ficar. Na frente, há um grande splitter frontal, que provavelmente será feito de fibra de carbono, equanto as laterais recebem novas saias. A traseira traz um novo difusor, uma extensão no spoiler integrado à tampa do porta-malas, e uma avantajada asa, como manda o senso comum quando se trata do Supra. Para finalizar, os para-lamas foram alargados, e as rodas são do tipo two-piece com borda cromada e miolo dourado.

Ainda não foi dito se o motor seis-em-linha turbinado também será modificado, ou se manterá os 340 cv originais de fábrica. (DH)

 

Fiat faz reajuste nos preços de Strada, Fiorino e Toro

A Fiat segue fazendo reajustes no preço de seus carros, dessa vez os afetados foram os utilitários Strada, Fiorino e Toro. Na picape compacta Strada os aumentos variam de R$ 1.000 a R$ 3.400, no furgão Fiorino os aumentos foram de R$ 1.500 e R$ 1.600 em suas duas versões. Na Toro os aumentos foram entre R$ 2.000 e R$ 3.000.

Assim como foi com o Argo as mudanças foram apenas nos preços, os pacotes de equipamentos e mecânicas não receberam alterações. Confira abaixo a nova tabela de preços dos utilitários da Fiat e o aumento de cada modelo. (ER)

  • Strada Working 1.4 EVO Flex: R$ 52.990,00. Aumento de R$ 1.000
  • Strada Hard Working 1.4 EVO Flex: R$ 60.490,00. Aumento de R$ 1.500
  • Strada Hard Working CE 1.4 EVO Flex: R$ 70.490,00. Aumento de R$ 1.900
  • Strada Hard Working CD 1.4 EVO Flex: R$ 72.990,00. Aumento de R$ 1.400
  • Strada Freedom CS 1.4 EVO Flex: R$ 66.890,00. Aumento de R$ 2.900
  • Strada Freedom CD 1.4 EVO Flex: R$ 79.390,00. Aumento de R$ 3.400
  • Strada Adventure CD 1.8 16V Flex: R$ 81.990,00. Aumento de R$ 2.000
  • Fiorino 1.4 EVO Flex: R$ 64.990,00. Aumento de R$1.500
  • Fiorino Hard Working 1.4 EVO Flex: R$ 73.590,00. Aumento de R$1.600
  • Toro Endurance 1.8 Flex MT 5 marchas: R$ 94.990,00. Aumento de R$ 2.000
  • Toro Endurance 1.8 Flex AT 6 marchas: R$ 100.990,00. Aumento de R$ 2.000
  • Toro Endurance 2.0 Diesel AT 9 marchas: 4×4 R$ 131.990,00. Aumento de R$ 2.000
  • Toro Freedom 1.8 Flex AT 6 marchas: R$ 112.490,00. Aumento de R$ 3.000
  • Toro Freedom 2.0 Diesel AT 9 marchas: 4×4 R$ 143.990,00. Aumento de R$ 2.000
  • Toro Volcano 2.4 Flex AT 9 marchas: R$ 125.990,00. Aumento de R$ 3.000
  • Toro Volcano 2.0 Diesel AT 9 marchas 4×4: R$ 155.990,00. Aumento de R$ 3.000
  • Toro Ranch 2.0 Diesel AT 9 marchas 4×4: R$ 162.990,00. Aumento de R$ 3.000

 

Segunda geração da Spin deverá chegar em 2021 com estilo inspirado em SUV

A Spin é hoje a última minivan fabricada no Brasil e de acordo com o site Argentina Autoblogela deverá ganhar uma segunda geração em 2021 para continuar seu reinado. A segunda geração da Spin será feita na plataforma GEM, que estreou no Brasil com o novo Onix, e contará com mais segurança para atender aos crash test do Latin Ncap.

o estilo da segunda geração da Spin deverá ser influenciado pelo do novo Tracker, com capô mais horizontal e longo. Na China existe a minivan Orlando que tem porte maior que a Spin e deriva da plataforma do Cruze, o estilo dela deverá ser o ponto de partida para a nova Spin.

Na mecânica a Spin deverá usar o motor 1.0 turbo do Onix, o site argentino prevê que ela também use o motor 1.2 tricilindrico aspirado de 90 cv que será usado no Onix vendido por lá. A capacidade de levar sete passageiros será mantida. (ER)

 

Tesla diz que Model S Plaid pode fazer tempos de até 7:05 em Nurburgring

A Tesla terminou sua sessão de testes em Nurburgring e não poderia sair sem dar uma declaração polêmica no Twitter. O fabricante disse em sua conta oficial que o Model S com mecância Plaid é capaz de fazer tempo de 7:20 segundo os dados coletados e com melhorias pode baixar até 7:05.

Esse tempo de 7:20 colocaria o Model S junto de esportivos como a Ferrari 488 GTB enquanto o tempo de 7:05 é próximo do 911 GT3 RS. A Tesla não pronunciou sobre as modificações feitas no carro levado para Nurburgring, como os pneus semi-pista e interior depenado.

Por enquanto esses tempos não são considerados oficiais por não terem sido feitos com um carro de produção e em um dia de tomadas de tempo. A Tesla levou o carro em dia fechado para testes de fabricantes onde não são medidos os tempos de volta. (ER)

Matérias relacionadas

Chevrolet Equinox já está a venda no Brasil, Toyota apresenta sua nova divisão esportiva, Lamborghini Huracán terá versão Squadra Corse (?) e mais!

Leonardo Contesini

Aventador SVJ finalmente revelado: hora de conhecer todos os detalhes do Lamborghini mais potente e mais rápido da história

Leonardo Contesini

O novo trailer de Mad Max, um Tata Nano de 230 cv, Top Gear pode virar parque temático e mais!

Leonardo Contesini