A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Automobilismo História

Rosemeyer e Caracciola: os 80 anos do maior recorde da história do automobilismo – e seu final trágico

O dia 28 de janeiro de 1938 amanheceu sem nada muito especial acontecendo no mundo e teria passado como qualquer outra sexta-feira comum se não fossem dois acontecimentos interligados desde sua origem até seu desfecho. Foi neste dia que Rudolf Caracciola quebrou o recorde de velocidade sobre terra em uma via pública a bordo de seu Mercedes-Benz W125 "Rekordwagen", horas antes de seu maior rival, Bernd Rosemeyer perder a vida tentando superá-lo.  Caracciola e Rosemeyer são considerados ao lado de Tazio Nuvolari os maiores pilotos do automobilismo entre-guerras. Eles tinham pouco em comum fora o fato de terem nascido no oeste alemão e terem pilotado motos NSU antes de migrar para os carros. Otto Wilhelm Rudolf Caracciola nasceu em Remagen em 30 de janeiro de 1901. Seus avós eram imigrantes napolitanos que chegaram à Renânia fugindo da Guerra dos Trinta Anos. Foi durante a Primeira Guerra Mundial que o j

Matérias relacionadas

A história de W.O. Bentley, parte 1: o ajudante ferroviário que se tornou fabricante de automóveis

Dalmo Hernandes

A história de Monteiro Lobato e o petróleo brasileiro

Leonardo Contesini

Lotus T125 Exos: o quase-F1 para track days que foi um dos maiores fracassos da história

Dalmo Hernandes