A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Projetos Gringos

Rotorua Luge: meio trenó, meio carrinho de rolimã, totalmente sensacional

Se, por alguma razão, o destino dos seus sonhos não for Nürburgring ou qualquer outro paraíso para gearheads, e sim a Nova Zelândia, pode ter certeza de que não faltarão coisas legais para fazer. Por exemplo, descer de luge em Rotorua. Quer saber do que estamos falando? Então saca só!

Rotorua é uma cidade que fica na ilha norte da Nova Zelândia. Tem cerca de 56.000 habitantes e é conhecida como um grande ponto turístico, com suas fontes termais de lama quente e arquitetura histórica. Só que um dos programas mais legais par quem quer algo mais animado é o Rotorua Skyline, um parque cuja atração mais popular são as descidas de luge.

Luge é de uma espécie de trenó com guidão movido apenas pela força da gravidade. O princípio não é diferente daquele dos carros de rolimã, mas a experiência é bem mais intensa porque, em vez de uma simples ladeira, você desce por uma pista sinuosa montanha abaixo. Este vídeo, gravado com uma GoPro, dá uma ideia de como é a experiência:

Este vídeo foi gravado na pista Advanced, a mais rápida e com as curvas mais fechadas — e também a mais curta, com 1 km de extensão. As outras duas são a Scenic, voltada para famílias, onde os luges atingem velocidades mais baixas e as pessoas podem curtir a vista por 2 km, e a Intermediate, de 1,5 km, para quem é mais experiente — mas nem tanto.

Luge Ride

Quem está indo descer pela primeira vez recebe instruções detalhadas de como controlar o lugeO guidão não serve só para direcionar o trenó, mas também para frear — basta puxá-lo para trás. O que não impede que aconteçam alguns acidentes que, naturalmente, logo vão parar no YouTube. Curiosamente, parece que o único equipamento de segurança obrigatório são os capacetes — talvez porque braços e pernas ralados sejam parte da diversão.

O caso é que a gente já sabe o que fazer nos fins-de-semana quando o QG do FlatOut! for transferido para a Nova Zelândia.

Matérias relacionadas

Acredite: alguém fez um Chevrolet Corsa com motor V8 de Corvette – e é claro que ficou animal!

Dalmo Hernandes

La Misión Argentina 2: Oreste Berta e o Torino 380W retornam a Nürburgring – junto com Horacio Pagani

Dalmo Hernandes

Este kart modificado dá um novo significado à expressão “banheira de corrida”

Dalmo Hernandes