A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Car Culture Projetos Gringos

Sim, a Jeep colocou o Hellcat em um Wrangler – e ainda fez uma picape Renegade!

Assim como a Volkswagen se juta aos fãs todos os anos no Wörthersee Treffen, na Áustria, a Jeep também se aproxima de seus admiradores no Easter Jeep Safari. A diferença é que, em vez de colocar todos os carros no gramado na beira de um lago, os jipeiros saem para uma trilha no deserto na região de Moabe, em Utah. Mas a fabricante também aproveita a reunião de centenas de fãs para apresentar alguns conceitos.

O Easter Jeep Safari já é realizado há 50 anos, mas a parceria entre a Jeep e os organizadores do evento é mais longa — é a 14ª vez que a marca usa o evento (que dura nove dias e sempre é realizado na época de Páscoa) como palco para algumas criações bem bacanas. E, neste ano, o lance é especial: além do cinquentenário do evento, 2016 marca os 75 anos da fundação da Jeep, que começou a fabricar utilitários em 1941.

Assim, para marcar a data, a companhia apresentou alguns conceitos bem interessantes, cada um com seu apelo único. Que tal, por exemplo, um Jeep Wrangler com motor Hellcat?

jeepconcepts (4)

É o Jeep Trailcat, que usa como base o Wrangler original mas coloca debaixo do capô o V8 Hellcat de 6,2 litros e 717 cv, acoplado a uma caixa manual de seis marchas que, na bola do câmbio, traz o emblema do Hellcat em baixo relevo.

jeepconcepts (3)

E não foi apenas um engine swap — a Jeep também deu um belo tapa no visual do Wrangler, que ganhou entre-eixos 30 cm mais longo e para-brisa 5 cm mais baixo, ficando com uma postura mais esguia. No entanto, a suspensão foi elevada e o Trailcat usa rodas de 17 polegadas com bead locks (parafusos no aro externo, que fixam as rodas nos pneus e são usadas tanto em veículos de trilha quanto carros de arrancada) e pneus BF Goodrich Krawler T/A KX, com amortecedores Fox na dianteira e traseira, além de eixos com diferencial Dana 60 nas duas pontas.

jeepconcepts (2)

A customização ficou por conta da Mopar, que escolheu uma pintura verde bem chamativa com detalhes em preto — grade, capô (com scoop power-dome), decalques com o emblema do Hellcat nas laterais dianteiras e “Trailcat” acima dos para-lamas. Por dentro, foram instalados os bancos do Dodge Viper, feitos de fibra de carbono e revestidos com couro Katzkin, além de apresentar costuras na cor do veículo e cintos de competição Corbeau.

jeepconcepts (1)

O Trailcat é o principal conceito da edição 2016 do Easter Jeep Safari, mas outro chamou bastante nossa atenção: o Jeep Comanche — que é nada menos que uma picape Renegade!

jeepconcepts (5)

O Jeep Comanche foi uma versão picape do Cherokee fabricada entre 1985 e 1992. Foi relativamente pouco tempo, mas o suficiente para tornar-se um dos modelos mais queridos do público americano. A gente, aliás, gosta bastante dela também — e, para nós, a Jeep acertou em usar seu nome no conceito.

Um Jeep Comanche de arrancada com motor V8 Chevrolet LSX, só para animar as coisas

O conceito é pintado na cor bege “Beige Against the Machine” (melhor nome, impossível) com detalhes em preto acetinado, como a grade e o capô. O entre-eixos foi alongado em 15 cm para acomodar a caçamba, que é usada para levar o estepe. E, se você reparar bem, vai ver que o teto é, na verdade, uma capota de lona — fazendo do Comanche uma picape conversível!

A suspensão foi elevada em 5 cm e agora, há um reboque na dianteira. As rodas são de 16 polegadas, calçadas com pneus BF Goodrich All Terrain T/A de 32” de diâmetro. Por dentro, foram colocados acessórios Mopar — tapetes impermeáveis, pedaleiras e revestimentos dos bancos. Detalhe: o motor é o quatro-cilindros turbodiesel de dois litros e 170 cv da versão Trailhawk, acoplado a uma caixa automática de nove marchas — que leva a força para as quatro rodas com opção integral permanente e diferencial traseiro autoblocante.

jeepconcepts (6)

É como se fosse uma versão mais radical da Fiat Toro — que usa a mesma plataforma e também tem uma versão turbodiesel com a caixa de nove marchas (leia nossa avaliação aqui). Olhando por esse lado, talvez não seja uma má ideia transformar este conceito em uma versão de produção, ainda que seja improvável. Uma pena…

Agora, vamos dar uma olhada nos outros quatro conceitos.

Jeep Shortcut

jeepconcepts (8)

Este aqui é bem interessante: trata-se de um Wrangler de duas portas com entre-eixos reduzido em 30 cm, a fim de evocar o espírito do clássico Jeep CJ-5 que, com suas dimensões reduzidas, era bom para trilhas rápidas e cheias de curvas. Ah, e ele perdeu as portas.

Grade, capô, porta traseira, para-lamas e para-choques cromados foram projetados especialmente para o Shortcut, que também recebeu rodas de aço pintadas de vermelho, de 17”. Elas calçam pneus BF Goodrich Mud-Terrain T/A KM2, de 35 polegadas de diâmetro. Por dentro, o toque retrô fica pelos bancos, sem encostos de cabeça e revestidos com couro vermelho e tecido xadrez.

jeepconcepts (9)

O motor V6 Pentastar de 3,6 litros e 289 cv é acoplado a uma caixa automática de cinco velocidades. A suspensão também foi elevada em cinco centímetros com amortecedores Fox e eixos com diferencial Dana 44.

 

Jeep Crew Chief 715

jeepconcepts (7)

Baseado no Wrangler e feito em homenagem aos Jeeps usados no serviço militar, o Crew Chief 715 recebeu uma nova dianteira, inspirada no clássico Kaiser M715 — versão militar produzida entre 1967 e 1969 do Jeep Gladiator, que por sua vez era a picape do Jeep Wagoneer.

Para demonstrar sua inspiração militar, o Crew Chief 715 foi pintado de verde “Tactical Green”, além de receber para-choques de aço, rodas de 20 polegadas com pneus NDT de 40 polegadas (sim, são GIGANTES), suspensão 10 cm mais alta com amortecedores Fox e diferenciais Dana 60.

jeepconcepts (14)

Também há um compressor de ar on-board, bom para ajudar os amigos na trilha, além de modificações no sistema de escape e cold air intake (CAI) no motor V6 Pentastar 3.6.

 

Jeep Renegade Commander

jeepconcepts (10)

Outro conceito baseado no Renegade é bem mais próximo da realidade: o Renegade Commander serve como uma vitrine de acessórios Mopar voltados à prática do off-road: teto MySky com painéis removíveis, suspensão elevada em 5 cm, rodas de 17” “Rubicon” com pneus de 29,5”, estribos, skid plates dianteira e traseira e faróis auxiliares além de engates na dianteira e na traseira.

O interior é revestido com couro Katzkin, com pedaleiras e tapetes impermeáveis Mopar. Por fora, decalques exclusivos e detalhes em verde fluorescente dão o tom, que se repete em algumas peças de acabamento do lado de dentro. O motor é o 2.4 Tigershark, quatro-cilindros de dois litros e 185 cv que faz parte da família MultiAir da Fiat — e, como dissemos na nossa avaliação do Renegade, infelizmente não é oferecido no Brasil.

 

Jeep Wrangler Trailstorm

jeepconcepts (13)

O apelo aqui é mais ou menos o mesmo do Jeep Renegade Commander: mostrar os acessórios Mopar e aumentar a capacidade off road do Wrangler. Assim, o utilitário teve suspensão elevada em 5 cm e recebeu rodas de 17 polegadas conceituais, calçadas com pneus de 37 polegadas. A grade foi pintada de preto acetinado e o capô tem o scoop Power Dome. O visual é completado pelos faróis auxiliares e por um interessante envelopamento com camuflagem “pixelada”.

 

Bonus track: Jeep FC 150

jeepconcepts (11)

Este aqui não é bem um conceito, e sim um restomod usando a carroceria do clássico Jeep Forward Control, produzido entre 1956 e 1965. Baseado no CJ-5, o Forward Control tinha este nome porque a cabine ficava sobre o eixo dianteiro, dando mais espaço para carga.

jeepconcepts (12)

Usando uma carroceria antiga, com visual desgastado pelo tempo, a Jeep colocou um chassi moderno, vindo de um Jeep Wrangler 2005, modificado com um diferencial Dana 44 na dianteira e um Dana 60 na traseira, além de rodas de 17 polegadas pintadas de branco e calçadas com pneus de 33 polegadas. O motor é um seis-em-linha a diesel Powertech, de quatro litros.

Matérias relacionadas

Ikura’s Amefes: quando muscle cars de corrida aceleram no Japão!

Dalmo Hernandes

Hofmeister Kink: a história do detalhe que faz a diferença em todo BMW

Dalmo Hernandes

Pequenos grandes roadsters: BMW Z8

Dalmo Hernandes