FlatOut!
Image default
Projetos Gringos

Size Matters: se a Gymkhana de Ken Block fosse feita com um caminhão

Talvez você curta os vídeos da série Gymkhana do Ken Block por causa da habilidade do cara ao volante, ou talvez você ache que ele é só um malabarista que não consegue pilitar um carro de verdade. Em qualquer um dos casos, temos algo para impressioná-lo: Size Matters 2, ou “Gymkhana com um caminhão”.

E não estamos falando de qualquer caminhão. O Banks Super-Turbo Freightliner é um Freightliner Cascadia com motor Detroit Diesel DD60 de seis cilindros em linha e 14 litros de deslocamento. Sobrealimentado por um compressor mecânico e um turbocompressor, o motor entrega mais de 2.400 cv e 691,3 mkgf a 2.700 rpm — originalmente, os motores Detroit Diesel rendem entre 450 e 600 cv.

O piloto Mike Ryans levou este leviatã para uma doca para gravar um vídeo ao estilo de Gymkhana, que fazem a alegria de milhares de entusiastas sedentos por demonstrações de precisão milimétrica ao volante. Contudo, Ryans está ao comando de algo bem maior, mais pesado e com bem menos visibilidade do que o Fiesta de Block. E isso é o que torna este vídeo ainda mais incrível.

Você deve ter ficado curioso a respeito do caminhão, e por isso vamos destrinchar melhor as especificações técnicas. O turbocompressor tem capacidade para operar a até 12,4 bar de pressão, mas está regulado para fornecer “apenas” 6,1 bar, auxiliado pelo supercharger (daí o nome Super-Turbo). Sozinho, o conjunto elevaria a potência do motor de 1.180 kg para 2.000 cv. Os 400 cv extras são conseguidos através de um sistema de injeção de água/metanol, na proporção 50/50. O sistema pulveriza a mistura nos coletores de admissão para resfriar o ar que vai para os cilindros, aumentando a concentração de oxigênio e melhorando a combustão e garantindo que o motor tire proveito de uma energia que seria perdida.

O caminhão de Mike Ryan não serve, contudo, só para fazer manobras em docas e deixar todo mundo de boca aberta: há 16 anos Ryan corre com caminhões em Pikes Peak. Ele é o atual recordista da categoria Big Rig de eixo simples, com um tempo de 12min 38s, conquistado em 2012. No ano passado ele tentou quebrar seu próprio recorde, mas a chuva o atrapalhou e o fez conseguir “apenas” 12min 49s. Você pode conferir, abaixo, o vídeo com os melhores momentos da subida de 2013:

Mike Ryan já confirmou que estará em Pikes Peak no dia 29 de junho, quando será dada a largada para a 92ª edição do Pikes Peak International Hill Climb.

Matérias relacionadas

As peças do seu supercarro estão caras? Procure um ferro-velho de luxo

Dalmo Hernandes

Nürburgring em menos de 10 minutos com um carro diesel de 52 cv? Sim, é possível

Dalmo Hernandes

Unit 2: o depósito secreto dos carros de corrida aposentados da McLaren

Dalmo Hernandes