A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Zero a 300

Stock Car terá prova no Velo Città e na Argentina, Alfa Romeo pode voltar à F1, A temporada 2016 da Fórmula 1 em 8 bits e mais!

Este é o Zero a 300, nossa rica mistura das principais notícias automotivas do Brasil e de todo o mundo, caro car lover. Assim você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere com a gente!

 

Stock Car irá disputar prova no Velo Città e na Argentina

620velocitta

A Stock Car divulgou na última terça-feira (20) o calendário da temporada 2017 da categoria, e ele traz duas novidades para o próximo ano. A primeira é que a etapa disputada na Argentina até quase dez anos atrás está de volta. A outra é a inclusão de uma etapa no Autódromo Velo Città, em Mogi-Guaçu/SP.

A prova argentina será disputada no Autódromo Termas de Río Hondo, na cidade de mesmo nome, que fica a cerca de 1.200 km da capital Buenos Aires. O circuito é conhecido por receber todos os anos o Mundial de Motovelocidade.

Já o Velo Città irá receber a categoria pela primeira vez em sua história. O circuito (cuja história contamos aqui) é um autódromo privado que atende os padrões de homologação da FIA, e é usado para a Lancer Cup e outros eventos e categorias monomarca, como a Porsche Cup. Os Stock Car já aceleraram por lá em 2015, porém apenas em testes para a temporada deste ano.

A prova argentina acontecerá em 11 de junho e a etapa do Velo Città em 6 de agosto, caso não haja alterações no calendário até lá.

 

O resumo da temporada da F1 em 8 bits

Captura de Tela 2016-12-21 às 13.47.30

Parece que 2016 foi o ano dos games retrô mesmo. Tivemos o relançamento do Mega Drive e do Super Nes, Super Mario ganhando uma versão para smartphones e agora até mesmo a Fórmula 1 entrou na brincadeira. Em vez de fazer uma retrospectiva da temporada de 2016 com uma edição de clipes gravados ao longo do ano, eles acharam melhor contar a história na forma de um game 8 bits.

O “game” começa com uma nova equipe sendo desbloqueada — a Hass, que estreou neste ano. Depois o “jogador” seleciona a Austrália onde Fernando Alonso sofre um acidente. Depois houve a troca de pilotos da Red Bull, quando Daniil Kvyat foi rebaixado para a Toro Rosso e Max Verstappen promovido para Red Bull. Na primeira corrida, o jovem registra seu nome na tabela de recordes da categoria: o piloto mais jovem a vencer um GP.

Como aqueles desafios curtos inseridos nos games, o vídeo da F1 tem o “Ajude Ricciardo a Encontrar Seus Pneus”, que é um deboche ao incidente em Mônaco, quando a Red Bull esqueceu de colocar os pneus de Ricciardo nos pits.

Por último, claro, o desafio entre Lewis Hamilton e Nico Rosbeg, o total desapego do britânico à ordens de equipe e, claro, a vitória do alemão — que escolhe se retirar em vez de continuar para a “fase” seguinte.

Infelizmente a Fórmula 1 ainda não entendeu muito bem como funcionam as redes sociais e, por isso, o vídeo não pode ser incorporado, apenas assistido na página da categoria no YouTube.

 

Sergio Marchionne quer Alfa Romeo na Fórmula 1

Alfa-Romeo-F1-Car-Photos-Concept-Design

 

Em entrevista ao jornal italiano Repubblica, Marchionne diz que quer ver a Alfa Romeo de volta à F1 como uma equipe auxiliar da Ferrari — algo como a Toro Rosso no programa da Red Bull. E ele parece estar realmente determinado a fazer isso, pois esta não é a primeira vez que Marchionne toca no assunto em entrevistas. No começo deste ano ele sugeriu que a Alfa Romeo poderia voltar à Fórmula 1. Aparentemente ele está desenvolvendo a ideia.

“A Alfa Romeo poderia se tornar um a equipe de desenvolvimento para jovens pilotos italianos” disse Marchionne na entrevista. “O melhor deles, Antonio Giovinazzi, já está conosco, mas há muitos outros e eles estão lutando para encontrar espaço”, completou. Por “estar conosco”, Marchionne se refere à contratação do jovem Giovinazzi como piloto reserva da Ferrari para 2017. Para o CEO, seria melhor ter estes pilotos disputando corridas pela Alfa Romeo do que na reserva da Ferrari ou em equipes parceiras como a Haas e a Sauber.

Vittorio Brambilla's Alfa Romeo in pits

Além disso, da mesma forma que o V6 biturbo do Alfa Giulia, os motores da F1 poderiam ser desenvolvidos em parceria, bem como as demais tecnologias — que também poderiam ser transferidas para os carros de rua das duas marcas, ajudando a reduzir os custos. “Existe espaço para a Alfa Romeo voltar, possivelmente em colaboração com a Ferrari. Não agora, contudo, porque a Alfa precisa antes fazer dinheiro com as vendas do Giulia e do Stelvio”.

Isso significa que o retorno da Alfa pode demorar mais do que se imagina — ou mesmo nunca acontecer. Isso porque os mercados mais lucrativos são os EUA e a China, dois países onde a Alfa Romeo não tem o mesmo nível de reconhecimento do público que rivais como BMW, Mercedes, Audi e até a Jaguar.

 

Ford lança sua “Snowkhana” de Natal

Nos últimos quatro anos a Ford aproveita as festas de fim de ano para lançar sua paródia das Gymkhanas de Ken Block feitas com miniaturas e usando a técnica stop motion. Neste ano não foi diferente: o piloto Mental Block pegou seu Fiesta Hot Wheels e decidiu atravessar sets de filmes famosos fazendo drifts, burnouts e derrapagens controladas como o verdadeiro Ken Block.

Segundo a Ford, o filme levou um mês para ser produzido e usou 17 árvores de Lego, 11 latas de neve artificial, sete prédios de papel cartão, muito algodão e um punhado de brinquedos para recriar os cenários. Obviamente o áudio não bate com os movimentos do carrinho (você não esperava sincronia perfeita em um mês de produção, não é?), mas o resultado é divertido e despretensioso, como todos já estamos nesta reta final de 2016.

Mercedes apresenta faróis HD capazes de projetar imagens

mercedes-benz-digital-light-headlights-5-774x435

A Mercedes-Benz apresentou recentemente uma nova tecnologia de faróis capazes de exibir imagens em alta definição no chão. Batizado Digital Light, o sistema usa um complicado conjunto de LEDs controlados eletronicamente e espelhos para projetar imagens e mensagens no chão.

mercedes-benz-digital-light-headlights-16-774x435

É possível, por exemplo, projetar as orientações de navegação na pista, ou avisar que você está próximo demais do carro à frente, ou ainda projetar a largura do carro para te orientar através de um espaço estreito. Embora seja tentador usar os faróis para escrever mensagens para outros motoristas, a intenção da Mercedes com o Digital Light é, logicamente, melhorar a segurança no trânsito.

mercedes-benz-digital-light-headlights-18-774x435

Os faróis podem, por exemplo, evitar o ofuscamento de ciclistas e pedestres de forma automática ao identificá-los por suas câmeras estéreo, ou ainda projetar uma faixa de pedestres ao detectar uma pessoa atravessando à rua em frente ao carro.

mercedes-benz-digital-light-headlights-23

Logicamente esta tecnologia não é barata e, por isso, deverá levar algum tempo até chegar à linha de produção.

Matérias relacionadas

Fiat Bravo ganha cara nova no Brasil, avião cai sobre viaduto na Ásia, Ken Block coloca o Focus RS de lado e mais!

Leonardo Contesini

Porsche 992: oitava geração do 911 chega ainda mais inspirada nos clássicos aircooled

Dalmo Hernandes

Fiat zoa VW por liderança no mercado, Mercedes AMG GT terá versão Black Series, Sandero RS pode ter quase 160 cv e mais!

Leonardo Contesini