A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Project Cars Project Cars #428

Subaru Impreza WRX V: os primeiros upgrades e reparos do Project Cars #428

Olá, pessoal. Meu nome é Rodrigo Lagoa e esse e o segundo texto do meu Subaru STI v5, o Project Cars #428. Pense num cara maravilhado….

O carro é tudo que eu já tinha ouvido falar e até mais ou pouco…

Eu tava acostumado com um carro que era forte, mas por utilizar injeção original, eu não podia acelerar o tempo todo como gostaria. Daí fui pro GOLF VR6, mas era manco… Quando peguei esse carro, atravessei pelo menos uns 200km de pé embaixo, so pra tirar essa zica e ter certeza que tava tudo bem.

Tunnel vision:

Unknown

(Desconsidere a luz do cinto, o sensor fica do lado do passageiro, a luz do airbag e fácil entender)

E tava zerado mesmo. Nada de esquentar, acender luz de injeção ou modo de emergência da central. É 1,1kg de pico de pressão entre 3.500 e 5.800 que baixa pra 0.8 depois das 6.000rpm. Que delícia!

Como disse antes, vendi o aerofólio alto, pois eu não curto muito o visual. Acho que ele deixa o carro “magro”. Para ele ficar proporcional eu preciso de umas rodas tala 10 e uns 10cm de fender flare pra compor o visual. Mas aí vai faltar potência pra tanta borracha e blablabla. E fora que quem vê de fora pensa “Olha o Velozes e Furiosos… deve ser forte e andar rápido, vou colar na traseira dele pra ele ver se ele corre”. Assim eu quase tomei duas batidas na traseira…

Unknown-1

Como a atuação aerodinâmica desse aerofolio começa a fazer efeito de verdade junto com o limitador de velocidade do carro, e eu raramente vou no autódromo, a função fica sendo meio que apenas estética e eu comecei a olhar pra ele e ver dinheirinhos voando. Vendi e fiquei um tempo sem mas sabendo que em breve viria algo mais legal. Eu queria um de carbono, queria pintar o o parachoque e as saias, enfim. Aí vai um pequeno ensaio que fiz na época sem o aerofólio:

Captura de Tela 2017-03-16 às 15.56.27

 

Ainda com o parachoque quebrado do lado do motorista:

Captura de Tela 2017-03-16 às 15.55.34Unknown-1Captura de Tela 2017-03-16 às 15.51.48

Acho linda essa traseira reta…

Captura de Tela 2017-03-16 às 15.49.44Unknown-2

Teste de imagem que fiz quando comprei um equipamento novo de filmagem:

Foto noturna em um encontro do clube:

Unknown-17Unknown-16

Falando em limitador e altas velocidades, lembrei esse carro tem um fator interessante: havia um acordo de cavalheiros entre fabricantes japoneses e por isso os carros na década de 90 tinham a potência e a velocidade limitados. A maioria dos entusiastas sabe que a potência era maior, mas o que poucos sabem é que o limitador de velocidade funciona pra valer, chega a ser perigoso pois as vezes sinto como se acionasse o freio pra não passar do limite. Eu acho interessante esse recurso porque ele não me permite chegar a altas velocidades (meu câmbio tem escalonamento para 260km/h, se não me engano).

Unknown-15

Nos tempos livres gosto de reunir com a galera pra um passeio pela cidade. Nesse dia por exemplo juntou uma turma boa, foi uma das primeiras vezes que apareci com o carro. Vários carros fortes e turbão! Eu pra variar, no meio da bagunça. Andei junto com carros de respeito e muito mais potência. Mas, eu me cago em altas velocidades, não sou competitivo. Vou pela diversão e tento sempre avaliar os riscos.

No meio dessas andanças conheci uma turma boa que também tem Subaru e atualmente sou um dos adms do grupo Sub’h no zapzap, com subaristas de Belo Horizonte e Minas Gerais. Temos também usuários que são vendedores de carros Subaru em concessionárias, vendedores de pecas usadas, mecânicos, funileiros, fotógrafos, engenheiros etc. A turma é muito massa! Se você tem um Subaru, é de Minas Gerais e quer participar do grupo, me mande uma mensagem pelo instagram @rodrigolagoa.

Gc8s de Belo Horizonte:

Carro que anda forte também precisa parar forte né? E assim foi um jogo de pastilha e freios e pneus (que estavam com um pouco mais de meia vida) em 3.000km 🙂

Unknown-14

Kit de freio pra dianteira comprando com o Rafa da Street Solutions (na minha opinião um dos melhores fornecedores de pecas Subaru no Brasil)

Discos R1 Concepts
Aerokip Stoptech
Pastilhas Stoptech
Fluido Pentosin 5.1

Unknown-13Unknown-12

New shoes:

Unknown-11

O carro tinha Coilovers HKS modelos Hypermax III de pista. Totalmente incompatíveis com a minha realidade no dia a dia de uma cidade de interior de minas.

Aqui tem buraco demais, e quando não é um buraco, é uma bela de uma quelóide (jogam asfalto dentro do buraco e deixam mais alto e com o tempo ele afunda de novo e quebra virando outro buraco maior). A quantidade de quebra-molas, valetas e faixas de pedestre de 40cm de altura que saem do nada e levam ninguém a lugar nenhum é proporcional a quantidade de esquinas presente na cidade. A coluna tava sofrendo.

Unknown-10

Mas… nem tudo são flores nessa vida né? Já tinha rodado por volta de 4.000km e se aproximava a hora de fazer a segunda troca de óleo do motor. Até os 3.000km eu tinha conferido religiosamente o nível do óleo e ele sempre impecável. Fui fazer um job lá no Mega Space e claro, fui com o carro — sem a menor pretensão de colocar ele na pista, fui para trabalhar.

Unknown-9

Era a gravação da chamada do trackday do cliente e amigo LEOBH…

Na minha linha de trabalho tenho a sorte de as vezes ter oportunidades como essa, de estar dentro da pista com meu carro. E você entusiasta já deve ter ouvido essa frase do seu mecanico ou amigo: “não de pau no carro sem ter certeza que a manutenção está em dia”. E eu achava que estava.

Quem já viu o traçado no mega sabe que as curvas são de media-baixa, mas constantes. Você sai de uma entrando na outra, fora as que são na montanha descendo.

Captura de Tela 2013-04-28 às 01.50.08

Quem assistiu o vídeo ali em cima viu que rolaram algumas cenas de ação onde eu coloquei a câmera presa no meu veículo e segui os demais. Foi aí que a minha casa caiu. Na empolgação do momento aproveitei pra fazer três voltas e testar o conjunto de suspensão de pista, tentar chegar no limite de aderência do carro nas curvas. [email protected]#$% ! Que carro f8da! deu pra ver que tinha um grande potencial pra virar tempo ali no Mega. Saí com a cabeça nas nuvens aquele dia. Infelizmente não tive a destreza de lembrar de colocar as cameras pra gravar, o que me faz odiar mais ainda o que veio a acontecer a seguir.

 

Do Céu ao inferno em 30km

Voltando pra casa, ao passar do lado de um muro e acelerar pra ouvir o barulho do carro percebi um barulho bastante indesejado, como se batesse alguma coisa qndo o giro baixava nas trocas. Aquilo me apavorou completamente. Parei imediatamente no lugar que tava e chamei o guincho pra terminar o trecho até em casa. Quando cheguei, com o carro frio, dei a partida pra avaliar o estrago. Zero. Nada. Nem um barulhinho estranho. Reloginho.

Mas aí resolvi deixar o motor esquentar um pouco mais e voltei daí alguns minutos quando acionou a ventoinha e dei duas aceleradas mais fortes…. %&#*&!! Puxei a vareta de óleo pra verificar o nivel com o carro quente e uma surpresa: estava pelo menos 1 litro abaixo do ideal…

Unknown-8

Pois é… durante os 10 meses seguintes amarguei com esse carro na garagem. Consegui um amigo pra desmontar o motor (a foto acima foi na porta da casa dele), medimos o vira e segundo ele, so ia precisar do básico (juntas, casquilhos, anéis de pistão). Minhas 295 noites seguintes (reparem na patroa sonhando com um Z):

Unknown-7

Trabalhei feito um cavalo pra levantar grana pra comprar as pecas. Aguardando o momento certo de comprá-las (pois o dólar tá alto bagarai), aguardando oportunidade de trazer sem pagar imposto e o mais importante, informações concretas sobre as folgas, tabelas de torque e passo-a-passo de montagem de um motor que foi fabricado exclusivamente para o mercado japonês. Portanto completamente escasso de informações compreensíveis sobre a montagem desse motor. Eu tava literalmente no SAL.

Virabrequim forjado original:

Unknown-6

Casquilhos condenados:

Unknown-5

Novos casquilhos racing:

Unknown-4

Parafusos ARP:

Unknown-3

Anéis de pistão:

Unknown

Juntas:

Unknown-1

O motor e carro em casa, esperando o manual pra montar esse quebra cabeça novamente

Unknown-2

Aos observadores, quem aí viu algo em comum junto das pecas novas que chegaram?

View this post on Instagram

Have a good night!

A post shared by Rodrigo Lagoa (@rodrigolagoa) on

Pois é… “o que fazer enquanto seu carro tá parado” é o tema do próximo post. Espero que tenham gostado do texto e das fotos deste post. Aguardo o retorno de vocês nos comentários abaixo! Até o próximo.

Por Rodrigo Lagoa, Project Cars #428

0pcdisclaimer2

Matérias relacionadas

Fiat Uno com motor de Yamaha R1: a história do Project Cars #38

Juliano Barata

Project Cars #248: chegou a hora de escolher e montar o novo motor do Volkswagen Corrado G60

Leonardo Contesini

Project Cars #62: a história do meu Subaru Forester S Turbo

Leonardo Contesini